Segundo o G1, o governo do Estado de São Paulo anunciou a antecipação da reabertura de diversas salas de teatro e de cinema para realização de eventos culturais – bem como academias de ginástica. A autorização foi outorgada apenas para regiões que estejam na fase amarela da flexibilização da quarentena.

A reabertura da esfera cultural da capital paulista deve ocorrer no próximo dia 27 de julho. Para tanto, a cidade deve permanecer em regime estável na fase amarela nas próximas quatro semanas.

Na fase em questão, prevê-se a abertura gradual limitada a 40% da capacidade dos setores e seis horas de expediente. Exige-se, também, a retomada controlada e parcial de atendimento presencial em salões de beleza, bares e restaurantes – com consumo local apenas em áreas arejadas e que estejam de acordo com os rígidos protocolos sanitários estabelecidos pelo governo.



As academias, por sua vez, poderão reabrir a partir da próxima segunda-feira, 06 de julho, desde que tenham os protocolos de segurança assinados pelas respectivas prefeituras.

Vale lembrar que a reabertura programada deve seguir uma série de exigências aprovadas pelo governo, incluindo:

As entidades dos setores econômicos de eventos e atividades culturais, como, por exemplo, cinemas e teatros, ainda terão que elaborar o seu protocolo de funcionamento e ter o documento aprovado pela vigilância sanitária. No entanto, o Governo de São Paulo estabeleceu algumas restrições que deverão ser seguidas para reabertura, são elas:

  • Ocupação máxima deve ser de 40%;
  • Público deverá permanecer sentado;
  • Uso de máscara obrigatório;
  • Venda de ingressos exclusivamente online;
  • Assentos devem ser marcados respeitando o distanciamento social;
  • Alimentos e bebidas não poderão ser consumidos nos estabelecimentos;
  • Adoção de protocolos específicos;
  • Eventos deverão controlar o acesso e o número de pessoas, observando a lotação máxima;
  • Funcionamento de até 6 horas por dia.

Uma pesquisa publicada pelo The Hollywood Reporter revelou que a maioria do público não está preparado para retornar aos espaços. Realizada pelo Morning Consult, a pesquisa entrevistou 2200 pessoas no território americano.

Aproveite para assistir:



Questionados se pretendiam retornar aos cinemas assim que as salas fossem reabertas, apenas 7% dos entrevistados disseram que se sentem à vontade sobre isso, enquanto 65% afirmaram que “é muito improvável.”

Os pesquisadores foram mais além e perguntaram se alguém pretendia retornar ao longo de 2020. Somente 12% do público disse que sim, e 37% que não.

Comentários

Não deixe de assistir:

🚨 INSCREVA-SE NO NOSSO CANAL DO YOUTUBE 🚨http://bit.ly/CinePOP_Inscreva