Sempre que um remake é lançado, surgem algumas críticas em relação ao elenco ou às diferenças narrativas em comparação ao filme original.

Quando foram divulgadas as primeiras imagens de Anne Hathaway como a vilã da nova versão de ‘Convenção das Bruxas‘, boa parte parte do público reclamou de seu visual.

No entanto, a estrela disse ao Entertaiment Tonight que “não seria respeitoso aproximar-se da atuação e do visual de Anjelica Huston no filme de 1990.”

A atriz também disse que queria construir uma bruxa que pudesse se conectar com o público que nunca assistiu à primeira versão ou com o livro escrito por Roald Dahl.



“Eu queria fazer uma performance que fosse tão memorável para as crianças de hoje quanto foi a performance de Anjelica para mim. Também acho que seria falta de respeito tentar copiar o que ela fez, então a equipe deu um jeito de dar mais criatividade ao meu visual e à minha postura como Grande Bruxa. A versão dela faz sentido para o filme brilhante de Nick Roeg, e a minha faz sentido para o de Robert Zemeckis.”

Aproveite para assistir:



Conversando com a Entertainment Weekly, ela também admitiu que foi um pouco assustador assumir o papel por conta do medo dos fãs mais tóxicos.

“No início, eu fiquei muito nervosa quando consegui o papel. Eu pensei: será que os fãs [mais exigentes] vão dar espaço para a minha versão? Será que eu estou à altura desse trabalho?’ Mas, quer saber? Já existiram quatro Coringas, seis Batmans, não sei quantos James Bond. Acho que não estamos acostumado a ver outras atrizes assumindo papéis de destaque.”

Lembrando que o aguardado remake já tem data de estreia nos cinemas brasileiros.

A assessoria da Warner Bros. revelou ao CinePOP que o filme estreia por aqui no dia 19 de Novembro.



Ao contrário do Brasil, o filme foi lançado nos EUA direto no streaming da HBOMax.

Compare as cenas do original de 1990 com a nova versão:

Convenção das Bruxas‘ conquistou 51% de aprovação no Rotten Tomatoes e dividiu opiniões, mas recebeu elogios pela eletrizante e enérgica atuação da atriz Anne Hathaway, que carrega a produção com uma abordagem mais performática da Bruxa Mãe.



Confira as principais avaliações já publicadas:

“O feitiço não foi lançado” – Peter Bradshaw, Guardian

“Precisamos mesmo de outra versão? Não, mas Anne Hathaway claramente apreciou a oportunidade”. – Clarisse Loughrey, Independent (UK)

“Ainda assim, a imagem permanente é a de Hathaway como Lilith … E é uma performance e tanto”. – Kevin Maher, Times (UK)



“Talvez este filme seja voltado para crianças mais jovens do que o original (e certamente o livro), mas Zemeckis, como co-roterista, suaviza demais a história”. – Bill Goodykoontz, Arizona Republic

“O filme, em sua melhor forma, é grosseiro, bobo, amigável e perturbador, o que pode ser tudo o que importa”. – Richard Lawson, Vanity Fair

“Os efeitos especiais são de primeira classe e as performances são muito exageradas, mas divertidas. Porém, Convenção das Bruxas é muito perturbador para crianças pequenas e não ousado o bastante para cativar os adultos”. – Richard Roeper, Chicago Sun-Times



 

Dirigido por Robert Zemeckis, o longa é baseado no livro homônimo lançado em 1983, escrito por Roald Dahl. O material já havia sido adaptado para as telonas em 1990, estrelado por Anjelica Huston.

A trama segue um menino órfão (Bruno) que, no final de 1967, vai morar com sua amada avó (Spencer) na cidade rural de Demopolis, no Alabama. O menino e sua avó se deparam com algumas bruxas enganosamente fascinantes, mas completamente diabólicas, de modo que a avó sabiamente leva nosso jovem herói para um resort à beira-mar opulento. Lamentavelmente, eles chegam exatamente no mesmo momento em que a Grã-bruxa do mundo (Hathaway) reuniu seus companheiros de todo o mundo – disfarçados – para realizar seus planos nefastos.

O elenco conta com Anne HathawayOctavia Spencer, Stanley Tucci, Jahzir Kadeem Bruno.


Comentários

Não deixe de assistir:

SE INSCREVA NO NOSSO CANAL DO YOUTUBE