O que pode dar errado quando você é um cara de meia idade cuja noiva, que trabalha com você na mesma empresa, te deixa para ficar com um sujeito bobalhão e, quando você tenta sair e conhecer outras pessoas acaba num encontro às cegas com uma completa lunática? É assim que começa ‘A Missy Errada’, nova comédia da Netflix que estreou hoje na plataforma de streaming.

Com um argumento básico que já foi explorado em outras comédias (na verdade, é beeem igual a ‘Antes Só do que Mal Casado’, com Ben Stiller, que, vejam só, também está disponível na Netflix), o enredo conta a história do frustrado Tim Morris (David Spade, quanto tempo!), que conhece o trem desgovernado que é Melissa (Lauren Lapkus), uma mulher sem ne-nhum filtro – dessas que você faz sentir vergonha alheia – e que, por uma infeliz coincidência, Tim acaba levando para um final de semana no Havaí junto com os colegas da empresa, onde Tim disputa um importante cargo. Já dá para imaginar o que acontece depois né.


O roteiro de Chris Pappas e Kevin Barnett é um bocado previsível – dá para adivinhar não só o que vai acontecer, como também dá para antecipar a forma como se dará as coisas. Não é muito difícil de entender o motivo: com um argumento já conhecido e com uma hora e meia de duração, ‘A Missy Errada’ tem seus atos bem marcadinhos, de modo que o espectador vai encontrar exatamente aquilo que busca no filme.

Aproveite para assistir:

Mas, então, qual o grande diferencial? Lauren Lapkus, a protagonista, que faz tooooda a diferença nessa comédia sessão da tarde. Lauren transparece tanta confiança em todas as bizarrices que faz e é tão genuinamente engraçada (e, sim, ela exagera taaanto nas coisas que faz que, meo deos, consegue arrancar todo tipo de reação do espectador) que sua personagem se sobressai a todos os outros e rouba a cena. Sua química com David Spade é muito palpável (ou, no caso, a falta dessa química entre os dois personagens), com direito a piadas terríveis, muito humor politicamente errado e sobra até alguns momentos para a participação especial de Rob Schneider como o capitão Komante e suas cenas escatológicas.

A Missy Errada’ é uma comédia pipocão que faz gargalhar. Parece aqueles filmes do Adam Sandler, mas sem o Adam Sandler – e, talvez por isso, dá mais certo.

Comentários

Não deixe de assistir:

SE INSCREVA NO NOSSO CANAL DO YOUTUBE