Crítica | As Aventuras de Ozzy

Crítica | As Aventuras de Ozzy

Nota:

Não sei se vocês concordam comigo, mas 2017 está sendo um ano um pouco desanimado nos cinemas, pelo menos no quesito filmes de animação, pois nos últimos dois meses (abril e maio), tivemos apenas uma animação por mês estreando nas telonas.

Em abril, chegou o infantil e nostálgico 'Os Smurfs e a Vila Perdida' e no mês seguinte, em maio, tivemos o divertido e surpreendente 'Rock Dog: No Faro do Sucesso'. Nesta quinta-feira, dia 1º de junho, chegou a vez da PlayArte Pictures apostar no gênero e trazer para a garotada o simpático 'As Aventuras de Ozzy' (Ozzy), uma animação espanhola dirigida pelos estreantes Alberto Rodríguez e Nacho La Casa.

Com uma história simples e divertida, você vai conhecer um adorável beagle chamado Ozzy, que tem sua vida confortável e perfeita arruinada quando seus donos tem que fazer uma viajem para o Japão e não podem o levar junto.

Eles então decidem deixá-lo num hotel para cachorros de luxo chamado “Blue Creek”, acreditando que seu amado cãozinho será muito bem tratado no local, mas o que seria um mês no paraíso dos cães, acaba se tornando um inferno, pois o hotel é apenas uma fachada dos proprietários para roubar cachorros e usá-los para fazer serviços forçados. Ozzy então fará novos amigos e terá que dar um jeito de sobreviver e tentar fugir dessa prisão para cachorros.



Mesmo com uma premissa simples e que até pode lembrar outros filmes com animais de estimação, que sempre fazem sucesso nos cinemas, o novo desenho animado tem ótimos momentos divertidos e até emocionantes em sua história e o seu diferencial é que tanto o Ozzy como os personagens coadjuvantes são muito carismáticos, algo que grandes estúdios de animação muitas vezes não conseguem criar e o animado consegue tirar isso de letra, pois fica muito fácil você gostar e torcer pelo Ozzy e seus amigos caninos.

Um ponto fraco do filme são os simples cenários da trama e o visual dos personagens, principalmente dos humanos, que são bem feios visualmente e lembram e muito os personagens de animação feitos na década de 90 quando os primeiros animados em computação foram lançados.

Felizmente, os animais estão muito bem animados e os humanos aparecem em poucos momentos no filme. Talvez, essa baixa qualidade dos personagens humanos pode vir a incomodar um pouco os adultos e fãs de animação, mas não acredito que isso seja algo que vá tirar o brilho do filme do olhar das crianças que forem curtir a animação.

Num período que estamos com quase nenhuma opção de filmes para a garotada, 'As Aventuras de Ozzy' (Ozzy) chega aos cinemas surpreendendo com uma história simples, divertida e emocionante e principalmente com personagens bem construídos, tendo tudo para encantar e agradar a criançada e sua família que forem curtir ao filme nas telonas.





Inscreva-se em nosso canal e receba conteúdo exclusivo » http://goo.gl/mPcJ5c