Se você é da turma que assiste ao desenho ‘Patrulha Canina’, você provavelmente é de algum desses dois grupos: ou você é uma criança (mas aí provavelmente não estaria lendo esta crítica) ou é alguém com criança em casa, e que acaba assistindo a esse desenho para acompanhar os pequenos. Há ainda um terceiro grupo, no qual eu me incluo, que é o dos adultos que simplesmente amam ver desenhos animados. De todo modo, ‘Patrulha Canina’ era o tipo de desenho voltado para crianças bem pequenas, porém, com a estreia do aguardado ‘Patrulha Canina – O Filme’, talvez essa classificação mude.

A ‘Patrulha Canina’ continua ajudando aos moradores da Baía da Aventura, porém, certo dia o grupo recebe uma ligação de Liberty (dublada por Aline Wirley), contando que a cidade onde ela mora, a Cidade da Aventura, está sobre grande ameaça pois o prefeito Humdinger acaba de se eleger e anunciou que vai botar abaixo boa parte dos prédios em prol do progresso, além de sumir com os cachorros porque ele prefere gatos. Em qualquer outra missão a Patrulha Canina prontamente atenderia ao chamado, só que a Cidade da Aventura representa também uma ferida aberta no passado de Chase (Vyni Takahashi), que precisará superar esse trauma em sua história para continuar sendo o herói que todo mundo admira.



Quem chegar desavisado para assistir a ‘Patrulha Canina – O Filme’ poderá se surpreender por esperar uma coisa e acabar encontrando outra. É que o filme da Paramount Pictures amadurece o tom da narrativa justamente por conta desse passado de Chase, que compartilha como, quando ainda era filhote, fora abandonado Cidade da Aventura, e, assustado, ficou traumatizado com uma cidade tão grande, sendo ele tão pequeno. Essa parte, que é contada logo no iniciozinho e que conduz a subtrama do longa, entra de forma tão dramática na produção que emociona de fato, então, não se surpreenda se seus olhos marejarem nestes momentos.

 

O roteiro de Billy Frolick, Bob Barlen e Cal Brunker (que também dirige o longa) começa já com uma situação bastante tensa abrindo o filme, surpreendente até, embora no final tudo dê certo. Toda a construção da história na Cidade da Aventura parte do embate entre a Patrulha Canina e o prefeito Humdinger, porém, esse cara realmente coloca as pessoas em perigo, em situação não tão comuns em filmes para crianças pequeninas. O roteiro ainda encontra espaço para falar, de uma maneira direta (com passado de Chase) e indireta (com o sequestro dos cachorros) sobre o abandono de animais e a superlotação nesses abrigos.

Aproveite para assistir:

Patrulha Canina – O Filme’ é mais do que um filme com um monte de aventura socada em um universo colorido: o filme possui uma história emocionante por trás, que ajudará as crianças a refletir sobre a seriedade de cuidarmos dos animais e a realidade de muitos deles nas ruas. E o filme ainda traz uma ótima nova integrante para a patrulha: uma cadelinha salsicha adorável e que acrescentará bastante energia para as próximas aventuras do grupo. ‘Patrulha Canina – O Filme’ é uma aposta certeira para um programa em família no cinema.



Comentários

Não deixe de assistir: