Se na história Catarina de Aragão ficou eternamente lembrada como a rainha que perdeu o posto para a amante do rei, por quem ele até mesmo rompeu com a igreja católica, então é bom saber que The Spanish Princess tem uma história diferente para contar. A série, que chega à sua segunda temporada no Starzplay, tem um objetivo simples e claro: ela não quer reverter a história, não quer transformar Catarina de Aragão na mártir que ela não foi. Ela quer tirar a primeira rainha de Henrique VIII das sombras do marido.

The Spanish Princess: Tirando Catarina de Aragão das sombras de Henrique VIII | Entrevista

Para isso, a série vai da glória ao declínio de Catarina de Aragão, tanto pessoal quanto politicamente. No primeiro ano da trama, acompanhamos a jovem consorte chegando à Inglaterra prometida ao então futuro rei, Arthur, e a mentira que ela sustenta para conseguir se casar com o outro filho de Henrique VII, o que se torna o próximo na linha sucessória após a morte do irmão mais velho. Os planos de Catherine são sustentados por uma mentira e, como uma boa história que começa com uma mentira, essa também vai se tornando mais complexa e, eventualmente, desmorona. 


Deixando de lado aquilo aquilo que os livros de história já nos contam, essa versão do reinado de Catarina de Aragão busca uma guinada ao mesmo tempo empoderada e ciente da conjuntura social e política da época em que se insere. A trama busca contrapor dois lados da rainha que estavam em constante disputa pelo holofote: sob uma ótica, seu único objetivo era o de dar ao reino um herdeiro, homem, uma incapacidade que eventualmente se torna um dos motivos por que ela não permanece no trono. Sob outro ângulo, a herança que Catarina leva consigo da fortaleza de sua própria mãe faz com que ela [ deseje se transformar na mesma baliza para aquele país que não a enxerga como um par para o seu marido.

The Spanish Princess

A justaposição entre quem ela quer ser — uma rainha atuante, não apenas interessada em política como também com uma visão pontual e estratégica das necessidades do reino — e quem ela precisa ser — uma barriga para gerar o próximo rei — é o conflito que move toda a temporada. Catapultado pela constante ameaça de ver sua mentira desmoronar, é justamente isso que mostra a fragilidade do castelo de cartas sobre o  qual se sustenta este conflito.

Aproveite para assistir:

Por estar contando uma história que já é uma parte tão intrínseca do imaginário popular, The Spanish Princess precisa encontrar uma nova forma de gerar atenção e se destacar diante da multidão. Nas tentativas de ser única, acaba trombando em abordagens genéricas e esquecíveis. A série se deixa envolver por melodramas e vertentes tão romantizadas e idealistas dos relacionamentos entre Catherine, Henry e aqueles em volta dos dois que acaba transformando aquilo que deveria ser a resiliência da rainha em uma cegueira amarga.

Mesmo assim, a segunda temporada deThe Spanish Princess consegue se sustentar principalmente na entrega comprometida de Charlotte Hope como a personagem principal. Sua versão de Catherine parece enfim desabrochar e é interessante observar as formas como ela ao mesmo tempo desafia Henry e sabe os momentos em que é mais prudente deixar que as coisas aconteçam da forma como ele deseja. 

É essa sabedoria em balancear quando precisa ser a esposa e quando precisa ser a ‘comandante’ que mantém a história caminhando, e Hope equilibra muito bem a postura em todos os momentos em que vê seu casamento e seu sonho aos poucos escapando de suas mãos de forma incontrolável.

Como a peça central de um casamento marcado por lutos e tragédias, Hope tem uma missão complexa de mostrar a vulnerabilidade ao mesmo tempo em que a cada baque sua personagem vai se tornando mais endurecida e fechada em si. Vê-la equilibrar essas duas emoções é o ponto alto de The Spanish Princess, e é dessa forma que a série mantém o seu interesse ativo.


No geral, a segunda temporada do drama é extremamente marcada pela relação das mulheres com o poder, centrando-se não apenas na figura de Catherine mas também de Meg Tudor na Escócia e de todas as artimanhas em que se envolvem as mulheres que estão em torno do reinado de Henrique VIII. Sem tentar ser utópica além da conta,The Spanish Princess entende perfeitamente bem a importância das figuras femininas para as jogadas políticas da corte, mas também consegue capturar a invisibilidade dos sacrifícios feitos por elas.

The Spanish Princess está disponível no Starzplay. 

Comentários

Não deixe de assistir:

SE INSCREVA NO NOSSO CANAL DO YOUTUBE