O Natal está cada dia mais perto – e nada melhor que relembrar os clássicos filmes que são a pedida perfeita para conferir nos feriados de fim de ano. E é claro que não podemos nos esquecer do icônico longa-metragem O Grinch.

Apesar de ter sido recebido com críticas mistas, a produção, dirigida por Ron Howard, alcançou o status cult anos depois de seu lançamento original e trouxe à vida Jim Carrey como o personagem titular e Taylor Momsen (sim, a vocalista da banda de rock ‘The Pretty Reckless’) como a adorável Cindy Lou Quem.

Baseado no livro infantil homônimo de Dr. Seuss, a trama acompanha de uma criatura verde e mesquinha que odeia o espírito de Natal após ser zombado por sua aparência durante a infância. O Grinch pretende estragar a festa dos moradores da Cidade dos Quem, roubando presentes e enfeites com a ajuda de seu cãozinho Max. Ao mesmo tempo, a pequena Cindy Lou Quem tenta descobrir o verdadeiro espírito do Natal. Quando os caminhos do Grinch se encontram com o dela, ele começa a desvendar a magia do Natal.

Para comemorar seu iminente 21º aniversário, o CinePOP preparou uma breve lista com algumas curiosidades de bastidores do filme, que você pode conferir abaixo:



  • Carrey ficou 92 dias usando a maquiagem de Grinch, passando duas horas de manhã para colocá-la e mais uma para tirá-la. Segundo o ator, ele se tornou um “mestre zen” ao ficar tanto tempo na cadeira de maquiagem.
  • A sequência em que Grinch está dirigindo seu cachorro, Max, antes de roubar o Natal, foi improvisada por Carrey em uma zombaria a Howard, imitando seu estilo de direção. Howard achou a cena hilária e decidiu incluí-la no corte final.

Aproveite para assistir:

  • Na cena final, Cindy Lou Who passa um prato de “ovos verdes e presunto” para Max, fazendo menção ao livro de mesmo nome de Dr. Seuss, publicado em 12 de agosto de 1960.
  • No roteiro original, Grinch puxaria a toalha de cima da mesa e levaria todos os talheres e os pratos abaixo. Entretanto, Carrey puxou a toalha tão bem que nada caiu, levando-o a voltar a arruinar a mesa.
  • Sir Anthony Hopkins gravou todas as falas do narrador para o longa-metragem em apenas um dia.

  • Howard ficou tão agradecido ao fato de Carrey aguentar horas desconfortáveis para colocar a maquiagem que, durante as filmagens, ele colocou a roupa de Grinch (incluindo a maquiagem) e dirigiu todas as cenas da diária totalmente caracterizado. Sua intenção era mostrar o carinho que sentia por Carrey; entretanto, quando o ator o viu com a vestimenta do Grinch, ficou irritado, acreditando ser um dublê que não parecia nada com ele.
  • As lentes de contato utilizadas por Carrey eram tão desconfortáveis que não conseguia usá-las várias vezes durante as filmagens. Alguns enquadramentos de seu olho, desse modo, foram colorizados na pós-produção.
  • Carrey aceitou o papel d’O Grinch quando ouviu a gravação de um coral de crianças cantando a clássica canção “You’re A Mean One, Mr. Grinch”.



  • Por um tempo, a Universal Pictures havia considerado Tim Burton para encabeçar o projeto. Porém, o diretor não pode aceitar o trabalho em virtude de conflitos de agenda.
  • Carrey não foi a primeira escolha para interpretar o Grinch: antes dele, nomes como Eddie MurphyTom HanksJack NicholsonTim Curry estavam na lista de opções.
COMENTÁRIOS

Não deixe de assistir: