Quando falam em filmes sobre ecologia, muita gente pensa logo naqueles documentários enfadonhos e apelativos, que muitas vezes acabam mais por afastar do que atrair pessoas para a causa de preservação ambiental. No entanto, existem diversos filmes leves que tratam dos temas com tanta naturalidade que até mesmo as crianças entendem sem fazer muito esforço. Pensando nisso, o CinePOP separou algumas animações que promovem a conscientização ecológica e servem de sugestão para você assistir nesse Dia Mundial do Meio Ambiente. Confira!

Wall-E (2008)Um dos filmes mais geniais a história das animações, Wall-E traz um planeta Terra pós-apocalíptico que teve sua ruína na produção descomunal de lixo, que cresce a cada ano. Com a vida insustentável, a raça humana deixou o planeta em cruzeiros espaciais enquanto os robôs – da empresa que praticamente mandava no mundo – lixeiros ‘Wall-E‘ cuidariam do lixo até que a vida fosse possível de novo. Só que as coisas não saem como o planejado e apenas um Wall-E permanece funcionando na Terra. Quando o simpático robozinho encontra uma mudinha de planta, o droid EVA é mandado para verificar se o planeta está habitável. Juntos, Wall-E e EVA vivem uma aventura espacial quase muda em uma animação que critica o consumo excessivo, o produção desenfreada de lixo, o capitalismo e o comodismo humano. Tudo isso com a qualidade de animação da Pixar. Uma obra-prima irretocável.

Os Sem Floresta (2006)

Estrelado por Bruce Willis, Nick Nolte, Steve Carell, Avril Lavigne e William Shatner, essa animação da Dreamworks cruza as histórias do malandro R.J., um guaxinim, com uma comunidade de animais que acorda da hibernação e descobre que seu habit natural foi praticamente exterminado, dando lugar a um condomínio de luxo. Sem terem como se alimentar, os animais começam a entrar nas casas para roubar comida dos moradores, causando muita confusão e uma série de situações engraçadíssimas, mesmo falando sobre desmatamento e a importância do habit natural na vida selvagem.

Lorax: Em Busca da Trúfula Perdida (2012)Baseado no livro homônimo do Dr. Seuss, o filme traz uma cidade toda feita de plástico após todas – ou quase todas – as árvores terem sido cortadas. O filme é protagonizado por Ted (Zac Efron), que conhece a jovem Audrey (Taylor Swift), cujo sonho é ver uma árvore de verdade. Para realizar o sonho, eles vão atrás do Lorax (Danny DeVito), o guardião da floresta. O longa é bem fofo e claramente voltado para o público infantil, mas passa uma mensagem importantíssima sobre a preservação do meio ambiente.

Procurando Nemo (2003)

O clássico da Pixar é uma das poucas animações a abordarem de forma inteligente a biologia marinha. Trazendo personagens inesquecíveis, como o tubarão Bruce e a peixinha Dory, o longa conta a história de Marlim, um pai que tem o filho sequestrado e não vai descansar até recuperar o pimpolho. Nesse caminho, Marlim encontra diversas espécies e vive várias aventuras com Dory. O filme critica em alguns momentos a pesca predatória, o tráfico de animais marinhos e a poluição.

Aproveite para assistir:

Rio (2011)

Dirigido pelo brasileiro Carlos Saldanha, o filme conta a história de Blu (Jesse Eisenberg), uma ararinha-azul que foi roubada da natureza ainda filhote, sendo traficada para os EUA. Anos mais tarde, descobre-se que ele é o último macho da espécie e ele é trazido para a Cidade Maravilhosa para acasalar com Jade (Anne Hathaway). Além de mostrar os visuais fantásticos do Rio de Janeiro, o longa tem um papel importantíssimo ao passar diversas mensagens, como a condenação do tráfico de animais silvestres, os problemas que uma espécie silvestre pode ter sendo criada em cativeiro e muito mais. Na sequência, o estúdio vai além e traz as aves em um embate contra os madeireiros na Amazônia.

Menções Honrosas: 

Tá Chovendo Hambúrguer (2009)Sucesso de crítica e bilheteria, essa animação foi o primeiro trabalho famoso da dupla Chris Miller e Phil Lord. Adaptando um livro de mesmo nome, o filme traz o inventor Flint Lockwood (Bill Hader), que cria uma máquina que transforma água em comida. O projeto para acabar com a fome no mundo sai do controle conforme as pessoas pedem comidas cada vez maiores, e a máquina quebra. A crítica ao consumo excessivo, o consumir só porque pode consumir, é fundamental para entender a poluição e a fome que o assolam o planeta. Na sequência, as comidas ganham vida e formam um novo ecossistema.

Happy Feet: O Pinguim (2006)Mostrando toda sua versatilidade, o diretor George Miller (franquia Mad Max) escreveu e dirigiu essa aventura sobre Mano (Elijah Wood), um bebê pinguim-imperador, que nasce com a habilidade de sapatear. O problema é que os outros pinguins valorizam apenas o canto, e o coitadinho canta mal que só. Excluído, ele vive várias desventuras até conseguir encontrar seu lugar no polo sul. O filme é bem fofo, e a versão brasileira ainda tem a dublagem de Sidney Magal, que fica bem divertida. O ponto é que o longa é mais focado na aceitação de Mano do que na parte ecológica em si, mas ainda assim entrou na lista porque há um personagem muito importante que tem seu rumo definido justamente por conta das mazelas da poluição humana.

Qual o seu favorito?

Comentários

Não deixe de assistir:

SE INSCREVA NO NOSSO CANAL DO YOUTUBE