Os cineastas Barry Jenkins e Damien Chazelle sentaram juntos para conversar sobre a histórica polêmica que aconteceu nos últimos minutos da premiação do Oscar.

Na manhã seguinte à fatídica confusão, os diretores de ‘Moonlight: Sob a Luz do Luar’ e ‘La La Land: Cantando Estações’ compartilharam a experiência única, vendo todo o ocorrido por uma ótica bem diferente da audiência.

Em entrevista conjunta para a revista Variety, eles comentaram sobre o bizarro instante em que o vencedor anunciado, ‘La La Land’, de fato não havia ganhado.

Para Chazelle:

“Tudo estava tão enérgico, que eu achei – no começo – que alguma brincadeira estava acontecendo”.

Já para Jenkins, que até então estava sentado, o anúncio de ‘La La Land’ fez de seu discurso uma realidade que não aconteceria, o que o deixou ainda mais confuso quando seu sonho inimaginável de fato aconteceu, no instante que a confusão foi desfeita:

“Eu tinha preparado algo para dizer, mas tudo aquilo foi pela janela. Eu digo que Tarell Alvin McCraney [co-roteirista] e eu somos aquela criança do filme, que não consegue crescer e fazer essa obra de arte que conquista oito indicações ao Oscar. É um sonho que eu nunca me permiti ter. Quando estávamos sentado lá e aquele sonho de vencer não se tornou realidade, eu o descartei. Mas então, eu rapidamente tive que recuperá-lo e meu primeiro pensamento foi subir no palco e dar um abraço em Jordan o mais rápido possível”.

Para os dois, a confusão teve mais um efeito positivo do que negativo. Segundo Chazelle e Jenkins, que se tornaram amigos em setembro de 2016, a polêmica serviu para derrubar o mito da competitividade que naturalmente existe na premiação, dando espaço para muita compaixão e graça, em um contexto onde ambos os elencos e equipe de produção se apoiaram no delicado momento.

Chazelle disse:

10 filmes de terror no Amazon Prime Video para fugir dos problemas…

Aproveite para assistir:

10 Séries de Comédia para Maratonar nas Próximas Semanas

“Isso é algo que eu e Barry conversamos. É estranho ser amigável com alguém, mas sentir que tem essa coisa de mano-a-mano, o que eu creio ser natural do Oscar. Então, foi legal explodir esse mito um pouquinho em cima daquele grande palco”.

Confira as fotos do ensaio feito para a capa da revista:

Troca de vencedores

Warren Beatty e Faye Dunaway leram o cartão de Melhor Atriz ao invés de Melhor Filme, e anunciaram ‘La La Land‘ como o vencedor da noite.

Depois, o produtor avisou que ‘Moonlight‘ era verdadeiro escolhido.

Assista:

 

 

15 Séries da Netflix Para Maratonar

15 Séries da Globoplay Para Você Maratonar

15 Séries da Amazon Prime Para Maratonar neste mês

10 reality shows insanos pra você que amou The Circle e Casamento às Cegas

Não deixe de assistir:

SE INSCREVA NO NOSSO CANAL DO YOUTUBE