Após anos de especulações, a sequência de ‘Distrito 9‘, aclamado sci-fi dirigido por Neill Blomkamp, foi finalmente confirmada pelo cineasta.

Intitulada ‘Distrito 10‘, a produção está sendo roteirizada por Blomkamp, Terri Tatchell e Sharlto Copley, protagonista do primeiro filme.

Durante uma entrevista para o The Hollywood Reporter, o cineasta foi questionado se poderia dar alguns detalhes sobre o desenvolvimento da produção.

Em reposta, ele disse que pretende manter a sequência como um filme de baixo custo, como o original, orçado em US$ 30 milhões.



“Acho que a abordagem do primeiro filme é impecável. Para a sequência, tudo depende do roteiro. Pretendemos manter um orçamento moderado, mas se houver um pouco mais de coisas acontecendo, então você precisa de um pouco mais de verba.”

Ele continuou:

Aproveite para assistir:

“Mas acho que ainda vai ser tão simples e básico quanto o primeiro. Isso nos permite mais agilidade e mais criatividade. É disso que eu gosto.

Blomkamp também refletiu sobre como a popularidade dos streamings refletiu na maneira como os estúdios gastam em seus filmes para torná-los mais atrativos.



Mas ele não se preocupa com isso, desde que o dinheiro seja aplicado da forma mais eficiente.

“Não há dúvida de que você não precisa das grandes verbas que filmes de franquia gastam. Mas com a chegada dos streamings, eu acho que os lançamentos no cinema vão se transformar em espetáculos que demandam cada vez mais custos para atrair o público a ir ao cinema. Eu acho que é até justificável e é um diferencial dos filmes feitos para os streamings, então precisamos entender todos os pontos de vista, mas ainda acredito que um baixo orçamento usado da forma eficiente me atrai mais.”

Infelizmente, ele não revelou nada sobre a trama da sequência, elenco e nem previsão de estreia.

Lembrando que o original é ambientado 30 anos atrás, quando alienígenas chegam à Terra em busca de refúgio, pois seu planeta estava morrendo. Eles passam a viver separados dos humanos em uma área chamada Distrito 9, na África do Sul, e comandados pela multinacional United, que não se importa com o bem-estar dos alienígenas, mas que está disposta a tudo para dominar a tecnologia que eles possuem. Quando um agente em campo contrai um vírus que altera o seu DNA, o Distrito 9 passa a ser o único lugar em que ele pode se esconder.

Lançado em 2009, o longa faturou mais de US$ 210 milhões e conquistou 90% de aprovação no Rotten Tomatoes.

Aclamado pela crítica especializada e pelos cinéfilos, a produção ainda conquistou quatro indicações ao Oscar 2010, nas categorias de Melhor Filme, Melhor Roteiro Adaptado, Melhores Efeitos Visuais e Melhor Edição.



Não deixe de assistir: