Uma História de Fantasma

Qual o propósito de nossa existência? O que há além da vida? Para onde vamos quando morremos? O que significa o tempo? Essas são as grandes e básicas questões filosóficas e existencialistas que permeiam a mente humana desde os primórdios, e que nos faz, por exemplo, buscar respostas na religião como uma espécie de conforto. Esta é também a ideia usada como cerne desta produção independente protagonizada por Rooney Mara e Casey Affleck, intitulada A Ghost Story – no original.

Mesmo com o avassalador sucesso de crítica no ano passado, que o enalteceu como um dos melhores filmes de 2017, A Ghost Story (produção da A24) não encontrou lugar nos cinemas de nosso país (como muitas produções independentes norte-americanas, já que dos EUA nosso país consome demais as superproduções). Dos males o menor, e o longa aporta agora no mercado de home vídeo, no Telecine On Demand, trazido pela Universal com o título duvidoso Sombras da Vida.

A obra marca a reunião da dupla de atores citados com o diretor David Lowery, que os havia comandado em Amor Fora da Lei (Ain´t Them Bodies Saints, 2013), sucesso no Festival de Sundance em seu respectivo ano, comparado ao primeiro longa de Terrence Malick, Terra de Ninguém (Badlands, 1973). Novamente escrito e dirigido por Lowery, é reportado que Sombras da Vida foi produzido com o dinheiro arrecadado por Meu Amigo, o Dragão (2016), superprodução da Disney e filme mais ambicioso da carreira do cineasta. Isto é, produção ambiciosa e grandiosa, porque em questão de subtexto, a ideia por trás de Sombras da Vida resulta em sua obra de maior aspiração.

10 filmes de terror no Amazon Prime Video para fugir dos problemas…

Aproveite para assistir:

10 Séries de Comédia para Maratonar nas Próximas Semanas

A trama é simples, porém, complexa, ao adereçar de forma muito honesta e minimalista questões universais – o resultado é mais que satisfatório. Na realidade, os próprios protagonistas possuem pouquíssimo tempo em cena. E o longa é realizado basicamente sem diálogos. Este é um daqueles filmes onde sensações são mais importantes que palavras – o que pode tirar muita gente de jogada. Pense por esse lado, se você busca algo mais imersivo, sensorial, intenso e poético, algo que vai além das palavras e da ação, então este é o filme para você. Caso contrário, é bom estar avisado.

Rodado com a imagem antiga no formato 4:3, aquele que nossas TVs quadradas possuíam, a trama apresenta o casal C (Affleck) e M (Mara), vivendo numa casa afastada da cidade. Até que um acidente termina por tirar a vida do sujeito. O que segue é, ao mesmo tempo em que a jovem viúva tenta lidar com a realidade da perda, o fantasma do falecido volta vagando até a casa. A forma curiosa com quem Lowery resolve representar o personagem em sua nova condição, coberto por um lençol com buracos nos olhos, reflete a inocência com a qual o diretor sempre imaginou fantasmas, e pode causar estranheza e comicidade inicial. Com maestria, Lowery contrapõe o humor implícito na imagem com uma melancolia tão latente, que ao final estaremos sentindo e nos emocionando com aquela figura graciosamente triste, confusa e perdida.

Esta é a sinopse básica do filme, mas Sombras da Vida surpreende por ir além e ser muito mais do que o descrito. Começa com a dor inenarrável de um jovem casal, e evolui para algo muito maior e significativo, como uma jornada espiritual através do tempo e espaço sem destino. É lisérgico e dolorido ao coração, transcendendo a separação a dois, nos fazendo perceber através de um choque criacional o quão insignificantes nossas vidas são perante o mundo, e este perante o universo. A cena chave que define o longa é a da festa, na qual o personagem vivido por Will Oldham narra nossa fútil tentativa egocêntrica de marcar a história, como forma de ficarmos eternizados na memória coletiva e jamais esquecidos. Exercício inútil quando o início de tudo chegar ao fim. É para deitar e refletir por horas. Woody Allen já avisava…

15 Séries da Netflix Para Maratonar

15 Séries da Globoplay Para Você Maratonar

15 Séries da Amazon Prime Para Maratonar neste mês

10 reality shows insanos pra você que amou The Circle e Casamento às Cegas

Não deixe de assistir:

SE INSCREVA NO NOSSO CANAL DO YOUTUBE