Cuidado: muitos spoilers à frente.

‘Eternos’ finalmente chegou aos cinemas de todo o mundo e, apesar de ter dividido a crítica, apresentou um novo lado do Universo Cinemático Marvel que deve ser explorado em projetos futuros.

Como sempre, o novo título do MCU trouxe cenas pós-créditos, com uma delas envolvendo o vencedor do Grammy Harry Styles, que fez sua estreia no panteão super-heroico como Eros/Starfox, irmão de Thanos e um Eterno também. Ele gosta de explorar planetas e sistemas solares “para aventura e romance, incluindo a Terra, onde é lembrado como uma lenda”, segundo a Marvel.

No filme, Eros apareceu junto a Pip, o Troll (Patton Oswalt), conhecendo outros Eternos como Makkari, Druig e Thena.



Entretanto, em uma recente entrevista, o elenco revelou que a sequência em questão seria diferente – mais longa e com mais personagens. A cena de conclusão mostraria Eros e os Eternos se comunicando com Arishem, um Celestial, com os olhos fechados no Domo.

O que você achou da cena alternativa?

Aproveite para assistir:

Crítica | Eternos é o filme mais artístico, complexo e fora da caixinha da Marvel… pelo bem ou pelo mal!



Lembrando que o longa-metragem já está em exibição nos cinemas nacionais.

Eternos‘ segue a jornada de seres quase imortais, produtos da divergência evolucionária que deu origem à raça humana milênios atrás. Os personagens se relacionam com diversos conceitos já introduzidos nos filmes anteriores do universo, desde os Celestiais (que deram as caras em ‘Guardiões da Galáxia‘) até Thanos, cuja própria mãe foi uma de suas vítimas.

O elenco conta também com Salma Hayek (Ajak), Kumail Nanjiani (Kingo), Lauren Ridloff (Makkari), Brian Tyree Henry (Phastos), Lia McHugh (Sprite), Gemma Chan (Sersi), Kit Harington (Cavaleiro Negro), Barry Kheogan (Druig) e Richard Madden (Ikaris).

COMENTÁRIOS

Não deixe de assistir: