O DECLÍNIO DO IMPÉRIO AMERICANO

Com quase 50 filmes dirigidos no currículo, e já embarcando num próximo projeto para 2014, filme ainda sem título já em fase de pós-produção, com Emma Stone e Colin Firth no elenco, Woody Allen é um tesouro mundial da sétima arte. O lendário cineasta de 77 anos bate ponto todo ano, entregando uma nova obra. Seus fãs se acendem a cada lançamento. Seus detratores o acusam de se repetir. Quem conhece seus filmes de perto sabe que Allen, assim como todo diretor autoral, usa os mesmos elementos repetidas vezes, afinal tudo sai da mente da mesma pessoa. E para Allen, um trabalhador constante, não se repetir momentaneamente se torna ainda mais difícil.

No entanto, mesmo os autointitulados não fãs do diretor, mas sim da sétima arte, reconhecem como primorosos seus trabalhos em obras como Match Point, Vicky Cristina Barcelona e Meia Noite em Paris, isso só para citar os dos últimos anos (particularmente ainda incluiria Tudo Pode dar Certo). E é com muita alegria que digo que Blue Jasmine, o novo filme do diretor, se encaixa ao lado dessas obras celebradas, num top 5 dos últimos anos, e quem sabe no top 10 de toda a carreira do diretor. Blue Jasmine é sem dúvidas um dos trabalhos inspirados do diretor, desses que conseguem destaque entre produções menores como Para Roma, Com Amor, O Sonho de Cassandra e Melinda & Melinda.

3


Mesmo fazendo uso de muitas cenas de humor, Blue Jasmine é em seu núcleo um forte drama estarrecedor, que remete a Interiores (seu primeiro drama, e um de meus favoritos em sua filmografia). A ótima Cate Blanchett vive a personagem título, uma mulher que nunca se preocupou em ser nada na vida, além da rica esposa de um magnata, vivido por Alec Baldwin (Rock of Ages – O Filme), e usufruir da boa vida por ele dada. A dondoca de Manhattan sofre um grande golpe do destino, quando o governo confisca todos os bens ilegais de seu marido, fazendo assim com que a protagonista seja forçada a procurar abrigo na casa da irmã, vivida pela britânica Sally Hawkins (Simplesmente Feliz).

Ginger (Hawkins) é caixa de um supermercado, vive em San Francisco, e parece feliz com sua vida, divorciada, com dois filhos pequenos para criar, e se metendo em relacionamentos consecutivos com perdedores de pouca aspiração. Apesar de Hawkins ser uma boa atriz, aqui além do sotaque, ela força também a atuação. O mesmo não acontece com Blanchett, exibindo a maior beleza física de sua carreira, a atriz de 44 anos a equipara como uma performance primorosa. Será verdadeiramente uma grande decepção se Blanchett não for indicada ao Oscar, coisa que não deve deixar de acontecer. Jasmine, ou Jeanette, é uma das melhores personagens já personificadas pela atriz.

Aproveite para assistir:

2

Deixe para um gênio criar uma história, e personagens, tão estimulante e devastadora. A narrativa acontece com flashbacks intercalando o tempo presente, dessa forma vamos catando as informações deixadas por Allen, e as montando em nossas cabeças. O talentoso veterano vai revelando aos poucos toda intrincada trama, a personalidade de nossa heroína, e tudo o que ela é capaz. Quando achamos que já recebemos todas as informações, Allen cria o gran finale com a última reviravolta. Esse não é o típico filme acolhedor e simpático do diretor, é uma tragédia, recheada de momentos chocantes, como seu desfecho pra lá de impactante.

4

Aqui ainda temos espaço para as eficientes participações de Andrew Dice Clay (figuraça da década de 1980 e 1990) no papel do primeiro marido de Hawkins, Peter Sarsgaard (Lovelace), do comediante Louis C.K. (da série Louie), e principalmente de Bobby Cannavale (O Agente da Estação), o segundo melhor em cena depois de Blanchett, no papel do noivo atual da personagem de Hawkins. Ele é um sujeito truculento e sem sofisticação alguma, que serve de contraponto perfeito para a protagonista, e forte colaborador para a sua ruína. Não faltam elogios para Blue Jasmine, um filme no qual somos convidados a assistir um desastre de trem que está prestes a acontecer, mas que não conseguimos desviar o olhar.

Comentários

Não deixe de assistir:

SE INSCREVA NO NOSSO CANAL DO YOUTUBE