Desde que foram anunciados os filmes sobre o assassinatos dos pais de Suzane von Richthofen, o público aguardava com ansiedade para ver Carla Diaz atuando como a personagem principal.

Intitulados ‘A Menina Que Matou os Paise ‘O Menino Que Matou Meus Pais‘, os filmes acompanham os pontos de vista de Suzane e seu ex-namorado, Daniel Cravinhos, sobre os crimes que chocou o país em 2002.

Nas redes sociais, os assinantes da plataforma estão rendendo elogios à atuação de Carla, que consegue se passar por uma jovem manipulada a uma fria assassina de acordo com as diferentes narrativas.

O trabalho da atriz é tão marcante que chega a despertar o ódio em quem a assiste se fazendo de vítima, mas também divide opiniões, por incrível que pareça.



Além disso, o público parece ter gostado bastante de como as versões de cada personagem ampliaram a noção sobre as motivações para o crime, algo que era sempre visto com uma visão única divulgada pela mídia.

Confira as reações:

Aproveite para assistir:






Cada longa tem aproximadamente 80 minutos de duração e conta um ponto de vista diferente da chocante história que acompanha a dupla

Os roteiros têm como base informações contidas nos autos do processo que terminou com a condenação dos dois pela morte dos pais de Suzane.

O crime ocorreu em 2002 e chocou o Brasil e o mundo na época. Atualmente, Suzane permanece cumprindo pena no presídio feminino de Tremembé.

O roteiro é assinado por Ilana Casoy, criminóloga, escritora e maior especialista em serial killers do Brasil, juntamente com Raphael Montes, escritor brasileiro de literatura policial sucesso de público e de crítica, traduzido em mais de 20 países.

Comentários

Não deixe de assistir: