Recentemente aqui no CinePOP lançamos nossa matéria com os melhores filmes do ano, segundo a equipe de nossa redação. O fim do ano é sempre um período animado para os críticos e jornalistas de cinema, pois é a época em que podemos celebrar e anunciar o que de melhor – e muitas vezes de pior também – vimos ao longo de mais uma jornada de doze meses.

Em 2021, as coisas começaram a entrar nos eixos novamente, se aproximando do “normal” de antes. E precisamos seguir nos cuidando e nos vacinando para evitar o pior.

Para além de fazermos nossa própria listinha, é sempre interessante “trocar figurinhas”, e ver o que outros veículos ou personalidades do meio destacam como o ápice do ano. É justamente o que traremos para você em nossa nova matéria. Aqui, realizamos uma pesquisa com os principais lançamentos de 2021, seja nos cinemas ou nos streamings, que mais elogios receberam da imprensa, marcando notas altas no agregador Rotten Tomatoes. Todas acima de 90% de aprovação. Confira abaixo e comente os seus favoritos.

10) Sempre em Frente



Primeiro filme do grande Joaquin Phoenix após sua vitória no Oscar pelo papel devastador em Coringa (2019). Escrito e dirigido por Mike Mills (Toda Forma de Amor e Mulheres do Século 20), o filme, todo em preto e branco, traz o ator como um jornalista de rádio precisando realizar um favor para sua irmã: cuidar do pequeno sobrinho. Assim, o sujeito resolve viajar com o menino através do país para lhe mostrar mais do mundo, longe da cidade que conhece. O filme fez sucesso nos circuitos de festivais e a imprensa tascou 94% de aprovação no drama – que chega ao Brasil pela Diamond Films em fevereiro, bem a tempo para a temporada de premiações do cinema.

09) Em um Bairro de Nova York

Aproveite para assistir:

Exibido no Festival de Tribeca, este romance vibrante e dançante chegou aos cinemas brasileiros no dia 17 de junho, e um tempinho depois já se encontrava no acervo da HBO Max, onde todos que quiserem podem encontra-lo atualmente. Criado para os palcos por Lin-Manuel Miranda – o “Midas” dos musicais da Broadway (agora dominando também as telas de cinema) -, a obra, como de costume para o autor, discute a situação dos imigrantes nos EUA. Desta vez, o foco é numa comunidade dominicana e latina residindo em Nova York. O musical recebeu indicação de melhor ator para o protagonista Anthony Ramos no Globo de Ouro. Com os críticos, também conquistou 94% de aprovação, se mostrando um dos mais elogiados de 2021.

08) A Filha Perdida



Com estreia prometida ainda este ano na Netflix, A Filha Perdida é a estreia como diretora da atriz Maggie Gyllenhaal (Batman – O Cavaleiro das Trevas). A atriz também assina o roteiro. O drama traz como protagonista a vencedora do Oscar Olivia Colman como uma mulher de meia idade que se vê num breve momento de liberdade após suas filhas irem passar uma temporada com o pai no Canadá. Ela então decide viajar para uma cidade praiana na Itália. Porém, no local, acontecimentos a farão acertar contas com o passado. Exibido em diversos festivais, o longa recebeu indicações de melhor atriz para Colman e diretora para Gyllenhaal no Globo de Ouro, e uma aprovação de 95% da imprensa.

07) Homem-Aranha: Sem Volta Para Casa

Sim, precisávamos de um filme bem pop de qualidade para sacudir essa lista, e nenhum outro marcou tanto 2021 (ou pelo menos o fim dele) como esta superprodução que é um verdadeiro fenômeno de público, levando os fãs à loucura, às lágrimas, aplausos e êxtase. Este é o tipo de filme “evento”, que nos faz lembrar porque somos apaixonados por cinema – por escapismo e entretenimento. O diretor Jon Watts e o jovem Tom Holland certamente elevaram seus valores de mercado após emplacar esse “golaço”. Mas todo esse sucesso de público não é só o que o blockbuster obteve, já que a imprensa não para de rasgar elogios ao longa – e com quase 300 críticas, o filme marca 94% de aprovação.

06) Ataque dos Cães

A Netflix está sabendo muito bem ajeitar seu calendário de estreias, funcionando como o mercado exibidor e os grandes estúdios sempre fizeram ao longo das décadas. Ou seja, lançamentos menos impactantes no início do ano, grandes blockbusters no meio do ano, e filmes mais voltados para as premiações no fim do ano. É exatamente isso o que o maior streaming do mercado tem conseguido, com filmes como O Irlandês, História de Casamento e Os Sete de Chicago, por exemplo. Esse ano, seu grande filme prestigiado promete ser esse Ataque dos Cães, faroeste que marca o retorno da renomada Jane Campion (O Piano) aos holofotes. Na trama, Benedict Cumberbatch se afasta da Marvel um pouquinho, para viver um homem rude, travando uma batalha com o irmão depois que ele se casa com uma mãe solteira. O filme vem retirando elogios por onde passa e tem um dos recordes desta edição do Globo de Ouro, com sete indicações: melhor drama, ator (Cumberbatch), atriz e ator coadjuvantes (Kirsten Dunst e Kodi Smit-McPhee), diretora, roteiro (Campion) e trilha sonora. Com os críticos, possui aprovação de 95%.

05) No Ritmo do Coração

Na temporada de premiações deste ano, o filme O Som do Silêncio – sobre um músico perdendo a audição e precisando lidar com o mundo dos surdos – se destacou. Agora, um filme de temática similar promete emplacar na vindoura temporada do início de 2022. No filme, a jovem Ruby (Emilia Jones) é a única ouvinte de sua família de surdos. Ela sonha com a música e deseja investir nessa carreira; mas quando os negócios de pesca de sua família não vão bem ela precisa decidir entre seu sonho e as pessoas que ama. O filme da AppleTV+ é o remake do francês A Família Bélier (2014), que fez sucesso no Brasil alguns anos atrás. Um dos chamarizes da versão americana é a presença Marlee Matlin, atriz surda na vida real que venceu o Oscar em 1988 pelo filme Filhos do Silêncio. O Globo de Ouro indicou No Ritmo do Coração nas categorias de melhor filme drama e ator coadjuvante para Troy Kotsur, que vive o patriarca. O filme marca 96% de aprovação.



04) Judas e o Messias Negro

Impactante biografia sobre um dos casos mais controversos no movimento de emancipação racial dos EUA, esta produção fez sucesso no início do ano, e conseguiu emplacar no Oscar 2021 após seu lançamento em fevereiro em grande parte do mundo, inclusive no Brasil. A obra narra a história real de um infiltrado numa das “células” do grupo extremista Panteras Negras, que lutava pela igualdade dos negros nos anos 60. Bill O’Neal foi preso e coagido a entregar seus “irmãos” aos agentes federais americanos, em especial o líder revolucionário Fred Hampton. Nas telas, um duelo de talentos entre Daniel Kaluuya e LaKeith Stanfield, ambos indicados ao Oscar, com o primeiro saindo vencedor da noite. Com 96% de aprovação dos críticos, o filme está disponível no acervo da HBO Max.

03) Pig

Quem diria que um filme com Nicolas Cage iria figurar novamente nos holofotes da imprensa especializada de forma positiva? Isso só prova que sempre é tempo, e que ainda há esperança para Bruce Willis. Das loucuras recentes de Cage, Pig caiu nas graças dos críticos, se tornando um dos filmes mais elogiados de 2021. Acredite se quiser. Talvez o último da carreira de Cage a conseguir tal feito tenha sido Joe, em 2013. Para isso, Cage aposta sempre em produções pequenas e independentes, que são sucesso em festivais, mas totalmente fora do mercadão mainstream. E esse parece ser exatamente o caminho que Pig deve percorrer. Na trama, Cage interpreta um sujeito tentando reaver seu porco sequestrado. Com essa trama simples, o filme conquistou impressionantes 97% de aprovação com 250 críticas de jornalistas. Bravo, Cage.

02) 7 Prisoneiros


Quem disse que não teríamos filmes brasileiros na lista. E o melhor, um filme da Netflix. Pois é, a plataforma vem investindo cada vez mais pesado em produções de todos os gêneros e todos os tipos, e dando cada vez mais abertura a produções internacionais, realizadas em diversos países do mundo para além dos EUA. O Brasil tem conquistado seu espaço com a Netflix também. E aqui, com essa obra de Alexandre Moratto, o nome de peso funcionando como chamariz é o do brasileiro mais internacional e todos, Rodrigo Santoro. No filme Santoro vive Luca, dono de um ferro-velho que dá emprego ao jovem Mateus (Christian Malheiros), de 18 anos, para que ele ajude sua família. Porém, logo o rapaz se verá em meio ao perigoso mundo do tráfico humano. 7 Prisioneiros marca impressionantes 98% de aprovação, sendo um dos mais elogiados do ano, já em cartaz na Netflix.

01) A Tragédia de Macbeth

O novo filme dos prestigiados irmãos Coen (Fargo e Onde os Fracos Não Tem Vez) é a adaptação de um dos maiores clássicos de William Shakespeare; e mal podemos esperar para ver o que os “loucos” cineastas fizeram com a adaptação. A espera está chegando ao fim, já que no dia 25 de dezembro o longa estará disponível na plataforma da AppleTV+. O que sabemos é que esta é mais uma produção em preto e branco, e que traz o grande Denzel Washington no papel título. A vencedora do último Oscar Frances McDormand vive Lady Macbeth. O filme recebeu indicação de melhor ator para Washington no Globo de Ouro e marca 98% de aprovação dos críticos.

Bônus:

Animações

No terreno dos filmes em animação, duas produções se destacam. A primeira e mais elogiada do ano, com impressionantes 98% de aprovação dos críticos, é uma estreia da Netflix – com parceria com a Sony Pictures: A Família Mitchell e a Revolta das Máquinas. E para mostrar que os tempos são outros, quem diria que alguma vez uma animação da Sony fosse superar em elogios de imprensa qualquer uma da toda-poderosa Disney. Mas foi exatamente isso o que ocorreu em 2021. Na trama, a caminho de levar sua filha mais velha para a faculdade de cinema, uma família se vê no meio de um evento global  que enlouquece toda tecnologia, no melhor estilo O Exterminador do Futuro, causando um ataque das máquinas contra os humanos.

Em segunda posição, com 94% de aprovação, agora sim temos uma produção da Disney. E a que se tornou mais acolhida pelos críticos em 2021 foi Raya e o Último Dragão, uma fantasia que fala sobre uma terra mágica, de criaturas místicas, mas que serve para celebrar a cultura asiática – assim como o estúdio ao lado da Marvel fez este ano com Shang-Chi e a Lenda dos Dez Anéis.

COMENTÁRIOS

Não deixe de assistir: