Recentemente, o ator e comediante Kenny Rock disse que não aceitou as desculpas de Will Smith depois que ele estapeou seu irmão, Chris, durante a 94ª cerimônia do Oscar.

Smith o agrediu depois que Chris fez uma piada sobre a perda de cabelo da esposa do colega, Jada Pinkett Smith, dizendo que ela deveria fazer uma sequência de ‘Até o Limite da Honra‘, filme em que Demi Moore raspa a cabeça ao entrar para a marinha.

Para Kenny, o pedido de desculpas não foi sincero, mas fruto de uma estratégia dos agentes de Smith para amenizar a polêmica.

E, para piorar toda a situação, o irmão de Chris sugeriu que a Academia de Artes e Ciências Cinematográficas retire o Oscar de Smith por seu papel em ‘King Richard: Criando Campeãs’.


Em entrevista ao L.A. Times, Kenny disse que:

Aproveite para assistir:



“Ver um ente querido sendo atacado e não poder fazer nada é humilhante. Isso me consome repetidamente toda vez que eu assisto ao momento em que Chris levou um tapa. E quando eu não assisto, isso fica passando na minha mente. Meu irmão não era uma ameaça para ele e você meio que perde o respeito por ele naquele momento. Will simplesmente o menosprezou na frente de milhões de pessoas que assistiam a premiação.”

Após o incidente, ele disse que gostaria que a Academia tomasse medidas disciplinares contra Smith, incluindo a retirada de seu prêmio e que o impedisse de comparecer às futuras cerimônias do Oscar.

Mesmo não se desculpando com Chris durante o discurso, Smith comentou sobre o ocorrido nas redes sociais na última segunda, 28. “Gostaria de me desculpar publicamente com você, Chris. Eu estava fora de linha e estava errado”, escreveu.


Além disso, Smith optou por pedir para sair da Academia após o ocorrido.

O ator anunciou que decidiu deixar de ser um membro da Academia pois havia “traído” sua confiança com uma conduta “chocante, dolorosa, e imperdoável.”

O anúncio repentino veio dias depois da Academia condenar as ações de Smith e abrir um inquérito sobre o incidente.

“Respondi diretamente ao aviso de audiência disciplinar da Academia e aceitarei plenamente todas e quaisquer consequências por minha conduta. Eu privei outros indicados e vencedores de sua oportunidade de celebrar e ser celebrado por seu trabalho extraordinário. Estou de coração partido. Aceitaria quaisquer outras consequências que o conselho considerar apropriadas”, disse ele em comunicado.


A academia disse que aceitou sua demissão.

“Recebemos e aceitamos a renúncia imediata do Sr. Will Smith da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas”, disse David Rubin, seu presidente, em comunicado.

O ator ainda pode perder seu Oscar pelo ocorrido:

“Continuaremos a avançar com nossos processos disciplinares contra o Sr. Smith por violações dos Padrões de Conduta da Academia, antes de nossa próxima reunião do conselho agendada em 18 de abril.”, concluiu.

Não deixe de assistir: