Antes de Sam Raimi revolucionar os filmes de super-heróis com a estreia de ‘Homem-Aranha‘ em 2002, James Cameron (‘Avatar’, ‘Titanic’) planejava adaptar o herói para o cinema na década de 1980.

Em entrevista para o Screen Crush, Cameron dá alguns detalhes sobre sua versão do herói, algo que é explorado no livro ‘Tech Noir: The Art of James Cameron‘.

“Eu queria fazer algo que tivesse uma espécie de realidade apesar da fantasia em torno do personagem”, disse Cameron. “Super-heróis em geral sempre pareceram meio fantasiosos para mim, e eu queria fazer algo que teria sido mais realista e seguiria o estilo de ‘O Exterminador do Futuro’ e ‘Aliens‘, algo que você acredita imediatamente que possa acontecer na realidade. Eu queria trazê-lo para um mundo real, não para um Gotham City mítica ou para um mundinho perfeito como o do Superman e Planeta Diário.”

Ele continuou:



“Esse tipo de coisa sempre pareceu meio metafórico e como um conto de fadas. Eu queria que o Homem-Aranha fosse ambientado na Nova York real. Seria a história de um cara picado por uma aranha e como ele lida com isso. Ele se transforma em um garoto com esses poderes e tem essa fantasia de ser um herói, com traje e tudo o mais, então ele percebe que esse traje é horrível e precisa de um upgrade, grande parte do problema seria o maldito traje. Eu queria fundamentá-lo na realidade e na experiência humana universal.”

Por fim, ele disse que não fez nada sem a permissão de Stan Lee, co-criador do personagem.

Aproveite para assistir:

“Acho que teria sido um filme divertido de fazer, mas também teria sido muito diferente do que estamos acostumados quando se trata de heróis. Mas não fiz nada sem a aprovação de Stan Lee. Pedi permissão e ele me deu alguns conselhos.”

Infelizmente (ou felizmente), Cameron nunca recebeu sinal verde por conta de uma confusão em relação aos direitos de imagem do personagem e acabou desistindo da ideia.



“Eu tentei fazer a Fox comprar minha ideia, mas aparentemente a questão envolvendo os direitos estava um pouco confusa. A Sony tinha um apego muito questionável aos direitos e a Fox não iria lutar por isso. [O ex-presidente da Fox] Peter Chernin simplesmente não queria entrar em uma briga judicial por causa disso. E eu fiquei tipo: ‘Você está brincando? Essa coisa pode valer, não sei, um bilhão de dólares! US$ 10 bilhões daqui a alguns anos… O tempo passou e nada deu certo.”

No ano passado, David Koepp, o roteirista do ‘Homem-Aranha‘ dirigido por Raimi, já havia revelado que a ideia das teias orgânicas foi influenciada por Cameron.

Koepp disse que escreveu a adaptação de 2002 a partir do roteiro que Cameron preparou, mas o material nunca foi filmado, obviamente.

“Eu li um resumo do roteiro que James Cameron escreveu para uma adaptação na década de 1980, na qual Peter não usava lançadores de teias artificiais e isso fez muito mais sentido para mim. Teias orgânicas, era genial. Isso foi ideia dele e fiquei feliz em trazer isso para os filmes, apesar de alguns fãs odiarem.”

Lembrando que o próximo filme do herói é Homem-Aranha: Sem Volta Para Casa‘, que tem estreia marcada para 16 de dezembro nos cinemas nacionais.

Confira o trailer e siga o CinePOP no YouTube:



Dirigido novamente por Jon Watts, o elenco conta com Tom Holland, Zendaya, Benedict Cumberbatch, Marisa Tomei, J.K. Simmons, Jamie Foxx, Alfred Molina, Martin Starr e Jacob Batalon.

 

COMENTÁRIOS

Não deixe de assistir: