Parece até mentira uma notícia dessas, mas a menina Maisa Silva completa nesse final de semana 19 primaveras! Parece que foi ontem que o Brasil se apaixonou por aquela menininha de 3 anos de idade de opinião superforte, que surgiu para nós no programa de calouros do Raul Gil… e agora ela tá aí, fazendo filmes, gravando discos e conquistando o mundo! Reveja a linda trajetória dessa jovem inspiradora que tem mais de 37 milhões de seguidores! Esta é Maisa Silva, a A+.

Criança prodígio

O ano era 2005. Uma criancinha de cabelos super cacheados e um rostinho levado entrou em cena no Programa Raul Gil e roubou nossos corações com a forma sincerona com que se posicionava. De lá para cá, Maisa já teve contratos com os canais de tv Band, Record, SBT e, atualmente, é a mais nova prima contratada da Netflix.



Novelas

Do sucesso nos programas de calouros, a carreira na tv se tornou uma consequência para a jovem de São Bernardo do Campo, então, logo Maisa começou a estrelar novelinhas infantis. Foram duas: a versão brasileira de ‘Carrossel’ (2012 a 2013) e ‘Carinha de Anjo’ (2016 a 2018). Em ambas contracenou com aquela que se tornaria uma de suas melhores amigas: a também atriz Larissa Manoela.

Aproveite para assistir:

Dubladora



Já na adolescência, Maisa começou a gravar músicas, até mesmo por conta das novelas que fazia. Então, o convite para se tornar dubladora também se tornou natural para a jovem, que emprestou sua voz nos longas de animação ‘BugiGangue no Espaço’, no qual interpreta a personagem Fefa, e em ‘O Touro Ferdinando, no qual faz a jovem Nina.

Spin-offs

Como tudo que faz sucesso acaba ganhando derivações, com ‘Carrossel’ não foi diferente. Além da versão brasileira da novelinha mexicana, na qual Maisa interpretou a inteligente e teimosa Valéria, ‘Carrossel’ ainda ganhou as extensões ‘Carrossel Animado’, em 2013, e os filmes ‘Carrossel: O Filme’ (2015) e ‘Carrossel 2: O Sumiço de Maria Joaquina’ (2016).

Tudo por um Pop Star (2018)

Depois dos longas de ‘Carrossel’, Maisa Silva entrou de vez para o cinema, e entrou com grande estilo na produção ‘Tudo por um Pop Star’ (2018), baseado no livro homônimo de Thalita Rebouças. Em um clima super juvenil, Maisa contracena com as jovens atrizes Klara Castanho e Mel Maia, em que dão vida a três adolescentes que morrem de amores pela banda Slavabodies Disco Disco Boys e cometem o desatino de viajar escondido para o Rio de Janeiro para vê-los se apresentar. No longa ela ainda contracena com Felipe Neto, na primeira incursão deste nos cinemas.



Cinderela Pop (2019)

A partir daí, a carreira de Maisa se voltou totalmente para as produções da sétima arte, e, no ano seguinte a jovem engatilhou dois trabalhos. O primeiro deles foi ‘Cinderela Pop’, inspirado no livro homônimo da escritora best-seller juvenil Paula Pimenta. No longa, Maisa interpreta uma Cinderella mais moderninha, brasileira, que em vez de sapatinho de cristal usa tênis All-Star, faz bico de DJ em festas e é dona da própria vida.

Ela Disse, Ele Disse (2019)


A parceria de sucesso com a escritora Thalita Rebouças se firma em definitivo com o longa ‘Ela Disse, Ele Disse’, no qual Maisa passa a antagonista do filme, o que lhe deu mais oportunidade de mostrar sua capacidade dramatúrgica. Na trama Maisa é Júlia, a jovem mais popular da escola, o que faz com que Rosa (Duda Matte) se sinta meio acuada na presença dela. Sem contar que toda vez que Júlia entra em cena tem até trilha sonora!

Pai em Dobro (2021)

Após uma pausa de quase dois anos para gravar o ‘Programa da Maisa’ no SBT, Maisa por fim assinou contrato com a gigante do streaming, Netflix, e, no início desse ano, estrelou seu primeiro filme como protagonista, ‘Pai em Dobro’, novamente escrito a partir de uma ideia da best-seller Thalita Rebouças – e que, posteriormente, virou livro. Em seu primeiro trabalho como atriz principal, Maisa é a adolescente Vincenza, que cresceu em uma comunidade hippie com a mãe sem saber quem é seu pai. No dia do seu aniversário de 18 anos, ela resolve fugir para o Rio de Janeiro no meio do Carnaval para descobrir quem é seu verdadeiro pai. Devido o alcance da Netflix, é a partir desse filme que a carreira de Maisa alcança de maneira concreta o público internacional.

Filmes de terror?

Nesse final de semana, Maisa Silva completou 19 aninhos. Para celebrar, a jovem postou em seu Instagram um ensaio fotográfico especial, em que aparece toda linda de vermelho, mostrando ao seu público que está se encaminhando para se tornar uma jovem adulta, abandonando aos poucos o ar juvenil. Porém, em uma das fotos Maisa aparece de costas com diversos balões vermelhos amarrados em seus cabelos, em uma pegada meio ‘It: A Coisa’. Será que a queridinha do Brasil também está sinalizando que estaria inclinada a topar fazer filmes de terror? É aguardar para ver o que vem por aí na promissora carreira de Maisa Silva.

Comentários

Não deixe de assistir: