Como não gostar de uma boa comédia? O gênero mais consumido em todo o mundo, aqueles filmes que usamos para nos divertir em semanas complicadas onde só queremos relaxar e rir! Ao longo dos anos, e cada vez mais, o gênero mais popular do consumidor dos streamings nos traz centenas de títulos de todos os lugares do planeta.

Como a procura sempre é grande no enorme oceano que é o catálogo da líder dos streamings, segue abaixo uma lista com comédias na Netflix:

Mãe e Muito Mais

Há sempre espaços nas histórias da vida para um final melhor. Camuflado de comédia bobinha Mãe e muito mais, é muito mais que uma historinha água com açúcar. Consegue traçar paralelos reflexivos sobre idade, dúvidas, incertezas dentro de um contexto de amizade que passa de mães para filhos. Escrito e dirigido pela cineasta Cindy Chupack (produtora do famoso seriado Sex and the City) o filme aposta em três recortes de relacionamento mãe x filho diferentes, com três artistas fantásticas que transpiram carisma.  Ao longo de simpáticos 100 minutos, o longa-metragem, que está disponível no catálogo da Netflix, caminha, nem tão raso, nem tão profundo, por assuntos tabus dentro desses relacionamentos.



Thi Mai

Até aonde vai o amor de uma mãe na busca pelas concretizações dos desejos de uma filha que não está mais por perto? Escrito pela roteirista Marta Sánchez e dirigido pela cineasta Patricia Ferreira, o longa-metragem espanhol Thi Mai consegue mesclar com muita objetividade as superfícies de momentos cômicos com uma profundidade elegante para falar sobre luto e desejos não realizados. Camuflado de filme água com açúcar, o projeto é sobre a renovação de algum sentido na vida de uma mulher na terceira idade após uma perda terrível. Disponível no catálogo da Netflix.

Aproveite para assistir:

Como Hackear Seu Chefe

Dentro de um universo de interação que pode ser limitado ou não mas com certeza pode se tornar uma tendência, os filmes feitos a partir de telas interativas do computador, os que alguns chamam de Desktop Movies precisam de muita criatividade para não se tornarem maçantes, como por exemplo no caso do ótimo filme Buscando… Tentando surfar nessa onda a comédia brasileira Como Hackear Seu Chefe, dirigida por Fabricio Bittar que mesmo tendo um roteiro bem superficial e com alguns exageros busca uma aproximação com a realidade quando faz bons paralelos com os inúmeras situações cômicas que podem acontecer num home office.



 Mais que Amigos: vizinhos

O mundo e suas incertezas. As reflexões de uma sociedade em eterna crise. Abordando várias óticas e situações que muitos de nós vivemos durante o tempo de lockdown por conta da Pandemia da Covid, Mais que Amigos: Vizinhos, disponível na Netflix, é uma comédia dramática francesa que nos faz refletir sobre as mudanças que passamos por todo esse tempo. Dirigido por Dany Boon, que também roteiriza e atua, o filme promete emocionar bastante pelas lindas mensagens que contém. Sabíamos que muitas produções viriam para retratar o acontecimento histórico e marcante que está sendo nosso combate ao terrível vírus da Covid que infelizmente já tirou a vida de muitos em todo o planeta. O projeto busca retratar situações mas também não deixa de ser crítico (mesmo que de maneira superficial) e de se manter na linha da esperança.

Se Organizar Direitinho…

As mil formas de ser feliz. Caminhando de maneira muito divertida sobre o sempre polêmico assunto dos caminhos do prazer Se Organizar Direitinho… é uma comédia espanhola despretensiosa que acaba gerando risos em muitos instantes além de fazermos refletir sobre a questão da sexualidade através de diversas óticas e pelas histórias variadas de seus divertidos personagens. Dirigido pelo cineasta Paco Caballero, o longa-metragem está disponível na Netflix.

O Cidadão Ilustre

Vencedor do prestigiado prêmio Goya na categoria melhor filme Iberoamericano e nomeado ao disputado Leão de Ouro na categoria melhor filme no Festival de Veneza, o longa metragem argentino O Cidadão Ilustre mescla o desenrolar da reclusão às cômicas e inusitadas consequências de um retorno para o primeiro lar transformando as duas horas de projeção em momentos tragicômicos que ficarão na memória dos cinéfilos mundo a fora. Oscar Martínez, que interpreta o protagonista dessa história, merece muitos créditos pela sua bela interpretação.

Um Banho de Vida



Nunca despreze as pessoas deprimidas. Dirigido pelo ator e também diretor francês Gilles Lellouche, o profundo drama camuflado de comédia Um Banho de Vida, fala sobre um grande mal dos últimos tempos de maneira leve e com uma mensagem muito bonita de como podemos resistir as dores que nos assolam. Usando uma curiosa modalidade esportiva para homens como pano de fundo, uma ótima sacada da equipe de roteiristas, o filme reúne grandes nomes do cinema francês como: Mathieu Amalric, Guillaume Canet, Benoît Poelvoorde,Virginie Efira e Jean-Hugues Anglade.

Projeto X

Quem nunca sonhou em dar uma grande festa e chamar todos os conhecidos da escola/faculdade e por essa ser lembrado por onde passa?  No filme Projeto X, três amigos exageram na dose e realizam uma grande comemoração recheada de confusões. Com direito a pula-pulas, bebidas, cachorros voadores, um gnomo mal educado, peitos despidos na piscina e muita azaração, o longa do diretor Nima Nourizadeh promete levar mentes curiosas ao delírio.

O Despertar de Motti

Um destino traçado é uma adaga no coração de quem quer respirar ares de liberdade e realizar suas próprias escolhas. Indicado ao Oscar na categoria de Melhor Filme Estrangeiro pela Suíça, e lançado pelo streaming em diversos países (incluindo o Brasil por meio da Netflix), O Despertar de Motti conta as sequentes confusões de um jovem universitário que em busca de sua felicidade, resolve ir contra tudo que aprendeu com sua família, principalmente o casamento arranjado. Delicado e com ótimo tempo de comédia, o longa-metragem dirigido pelo cineasta suíço Michael Steiner é uma grande aula sobre tradições. Um ótimo achado no catálogo da toda poderosa do streaming.


COMENTÁRIOS

Não deixe de assistir: