Foi só piscarmos e o ano acabou. 2021 foi a continuação de 2020, o ano que não aconteceu. E enquanto muitos tentam voltar à normalidade de suas vidas, ainda permanece nebuloso o que ocorreu em 2020 e o que se passou em 2021 – com os dois anos se misturando em nossas mentes graças à pandemia do coronavírus. Seja como for, estamos em dezembro novamente, preparados para as festividades de fim de ano. Em matéria de cinema, vimos muitos filmes bons passando não somente pelas salas de exibição, mas também pelas inúmeras plataformas de streaming atuais.

Se manter atualizado com as novidades do cinema é muito bom. Mas existem aqueles que vira e mexe preferem apostar na nostalgia. Os fãs de cinema mais velhos terminam sempre optando por voltar e assistir novamente verdadeiros clássicos de sua época, relembrando a juventude, e batendo ponto naquela produção que precisa ser vista ao menos uma vez por ano. Bem, isso pode incluir também os mais novos que tenham paladar para produções feitas antes de seu tempo. Sejam novos ou velhos, todos temos aquele filme badalado que por alguma razão ainda não assistimos. Para rever ou conferir pela primeira vez, o feriado de fim de ano e as festas de natal e ano novo são sempre uma ocasião especial para colocar a cinefilia em dia. E aqui resolvemos ajudar com dicas de verdadeiros clássicos dos anos 80, presente em um streaming com um acervo de dar gosto: Star+, uma propriedade digamos “mais adulta” da Disney+. Veja abaixo e não esqueça de comentar.

Os Caça-Fantasmas (1984)

Aproveitando que a terceira e tão aguardada parte das aventuras dos investigadores do paranormal está em cartaz nos cinemas com Ghostbusters: Mais Além, sucesso de crítica e público, nada melhor do que voltar e revisitar (ou conhecer) onde tudo começou. O filme foi um dos primeiros blockbusters da história e marcou época, criando gerações de fãs. Um dos grandes atrativos é a mistura de comédia, aventura e terror, com fantasmas dominando a cidade de Nova York. Quatro cientistas bem incomuns são os únicos capazes de salvar o mundo.



Os Caça-Fantasmas 2 (1989)

Companhia mais que certeira para o filme original, é esse segundo na verdade o mais indicado para a época de fim de ano, justamente por se passar em tal período. Uma das mensagens desta continuação é que as pessoas sejam melhores e mais bondosas umas com as outras. Pode parecer besteira hoje, mas esses eram os anos 80, onde o politicamente incorreto imperava – e de certa forma o longa fazia campanha para o contrário, sendo bastante visionário. Na trama, a negatividade da população de Nova York cria um rio de gosma (no estilo Bolha Assassina) no subterrâneo da cidade, ao mesmo tempo em que um quadro assombroso chega a um museu da cidade. No ano novo, cabe aos protagonistas reverter esse pensamento.

Aproveite para assistir:

Duro de Matar (1988)

Quando pensamos em filme de natal o primeiro que vem à mente é sempre Esqueceram de Mim (1990). Em segundo sua sequência. E depois qualquer outro filme passado na época. Bem, tão icônico quanto é este Duro de Matar, um dos filmes de ação mais natalinos da história da sétima arte. Talvez não seja a pedida de todos ver tiros, explosões e mortes nesta época, mas os que forem adeptos de adrenalina, diversão e um dos melhores filmes de ação de todos os tempos, sem dúvida podem conferir a jornada do policial John McClane (Bruce Willis), um sujeito tipicamente nova iorquino, indo parar em Los Angeles num grande arranha-céu com a intenção de se reconciliar com a esposa. Eles só não contavam com um grupo de criminosos invadindo a festa.



Olha Quem Está Falando (1989)

Tudo bem, você quer um filme com Bruce Willis que seja mais recomendado para toda a família na data? Que tal um que conte ainda com o astro John Travolta? Não, não fiquei maluco e estou recomendando o sangrento Pulp Fiction (1994), de Quentin Tarantino, para o natal. Acontece que Willis e Travolta já haviam colaborando antes, nesse Olha Quem Está Falando, um filme bonitinho sobre uma mãe solteira e um taxista se conectando, e o sujeito ajudando na criação do pequeno Mikey. A sacada aqui é que o bebê tem seu próprio ponto de vista e suas sacadas, todas narradas com a voz de Willis – enquanto Travolta faz par com Kirstie Alley.

Conta Comigo (1986)

Por falar em crianças, aqui temos uma história edificante sobre amizade para você. E o melhor, uma escrita por ninguém menos que Stephen King. Mas calma, aqui não teremos nenhuma assombração ou qualquer outro elemento de terror. A trama fala sobre um grupo de quatro amigos pré-adolescentes embarcando numa aventura ao decidirem caminhar até um local longínquo onde, segundo reza a lenda, está o corpo de um menino desaparecido. Nessa jornada de amadurecimento, eles enfrentarão inúmeros desafios. No papel dos jovens estão Corey Feldman, Jerry O’Connell e o saudoso River Phoenix.

Namorada de Aluguel (1987)

Pulando de um filme pré-adolescente para um sobre adolescentes colegiais em busca de um relacionamento. Namorada de Aluguel é um verdadeiro ícone dos anos 80 e das reprises da Sessão da Tarde durante o início dos anos 90. Muitos filmes adolescentes da época tentavam desmistificar o conceito de que a popularidade e a beleza eram o mais importante, e sempre procuravam dar como lição enxergar “o lado de dentro”, a índole humana. Assim, o retraído nerd Ronald (Patrick Dempsey) faz um acordo com a menina mais bela e popular do colégio Cindy (a saudosa Amanda Peterson). Ela, precisando de dinheiro, concorda em fingir ser a namorada dele por uma certa quantia, mas os dois acabam se apaixonando de verdade.

Campo dos Sonhos (1989)



Misturando elementos sobrenaturais de fantasia e pegando o gancho de um tema que o astro Kevin Costner usou muito em sua carreira, o esporte, Campo dos Sonhos é uma emocionante história de pai e filho, perfeita para ser assistida em família no fim de ano. Essa é também uma história espiritual, sobre sonhos, fé e mensagens do além vida. Costner interpreta um sujeito que vive com sua família numa grande propriedade rural. Ele começa a sonhar e ter visões de jogadores de baseball pedindo para que construa um campo em sua plantação. “Se construir, eles virão”, é o que diz a frase memorável. Assim, ele poderá presenciar o maior jogo de todos os tempos, contando inclusive com a presença de seu falecido pai, um jogador.

Carruagens de Fogo (1981)

Ainda no território dos filmes de esporte, a superação e a resiliência do espírito humano são algumas mensagens importantes para termos nesta data. E o Star+ traz em seu acervo este que é o grande ganhador do Oscar de 40 anos atrás. O filme fala sobre a amizade construída por dois atletas olímpicos maratonistas vindos de criações e religiões distintas, competindo em 1924: um judeu e um cristão. Carruagens de Fogo venceu 4 Oscar: melhor filme, roteiro, figurino e trilha sonora para a inesquecível composição do maestro Vangelis – que você certamente conhece. Procure agora na internet que você perceberá do que se trata.

Sociedade dos Poetas Mortos (1989)

Continuando pelo terreno dos filmes edificantes, o estudo e o aprendizado é grande parte do que nos faz o que somos. E para isso é necessário o professor certo. O educador é quem irá moldar nossas mentes e será a base de nossa projeção para a vida adulta. No cinema, já fomos apresentados a diversos mestres icônicos, inspirando o conhecimento e cativando seus alunos. Porém, talvez nenhum outro seja tão memorável quanto o vivido pelo inesquecível Robin Williams neste filme vencedor do Oscar. No filme, Williams vive o professor responsável por fazer seus jovens alunos enxergarem poesia de outra forma. O longa foi indicado nas categorias de melhor filme, diretor e ator para Williams, e venceu a categoria de melhor roteiro.


Inimigo Meu (1985)

O bom de listas de dicas é a diversidade. Essa palavra traz equilíbrio ao mundo. E toda lista deveria pensar em variados gêneros, até mesmo uma que indique produções para as festas de fim de ano – para se tornar o mais eclética possível. Não se engane, todos os filmes são pedidas mais que do certeiras, trazendo muitas mensagens e lições dignas de reflexão para essa época de recomeço e novas metas. Aqui, nessa ficção científica, a mensagem é definitivamente a amizade entre os diferentes. No futuro, no clima de Star Wars, um humano se depara com um ser de uma raça alienígena. Julgados como inimigos, surge uma grande rivalidade entre os dois. Aos poucos, eles começam a perceber que talvez não sejam tão diferentes assim. E da rixa nasce uma das relações mais belas de amizade do cinema entretenimento. Dennis Quaid e Louis Gossett Jr. dão um show nos papeis dos protagonistas, com Gossett irreconhecível, enterrado em quilos de maquiagem para viver a criatura conhecida como Drac.

COMENTÁRIOS

Não deixe de assistir: