O clássico ‘O Exterminador do Futuro‘ constrói com maestria a questão de linhas temporais e como um acontecimento do futuro pode impactar na narrativa do passado e vice e versa.

A nova sequência, intitulada ‘O Exterminador do Futuro: Destino Sombrio‘, traz a premissa de linha temporal como parte integral da trama – e agradou a crítica, apesar de falhar em levar os fãs aos cinemas.

Em entrevista ao Comic Book, Tim Miller – que também é o responsável pela direção de ‘Deadpool‘- falou sobre as inúmeras linhas temporais apresentadas em ‘Vingadores: Ultimato‘.


Aproveitando para elogiar o filme, ele ponderou uma crítica sobre a escolha de explanar a temática da forma que fora feita na produção, afirmando que trazer múltiplas realidades pode ter sido confuso.

Disse:

Aproveite para assistir:

“Eu amei ‘Ultimato’, mas achei que a viagem no tempo com múltiplas realidades perde muita coisa em jogo e se tornou muito confusa. No universo de ‘O Exterminador’, existe apenas uma linha temporal. E isso é bem melhor e mais justo com os fãs”, explicou.

Assista a nossa crítica sobre o filme:

 


Comentários

Não deixe de assistir:

SE INSCREVA NO NOSSO CANAL DO YOUTUBE