Se você já assistiu a ‘007 – Casino Royale’, com certeza conhece o nome da atriz francesa Eva Green – e, se você nunca ouviu falar dessa incrível e subestimada performer, certamente deveria.

Ascendendo à fama depois de ter co-protagonizado o filme supracitado, a carreira de Green é, de fato, marcada por altos e baixos. Mas isso não significa que a artista não tenha entregado performances memoráveis tanto no cinema quanto na televisão, desde sua participação em ‘Reino dos Céus’, como a Princesa Sibylla, até sua aclamada rendição na série Penny Dreadful, que lhe rendeu diversas indicações.

No dia de hoje, 06 de julho, Green completa 42 anos – e é claro que não poderíamos deixar seu aniversário passar em branco.

Para celebrá-la, montamos uma breve lista elencando seus cinco melhores papéis, que você pode conferir abaixo:


5. PRINCESA SIBYLLA, Reino dos Céus


O épico histórico de Ridley Scott pode até ter tido recepção mista por parte dos especialistas, mas é um consenso quase universal de que o melhor aspecto do longa-metragem é o elenco. Além de Orlando BloomJeremy Irons, Green fez um trabalho notável como a Princesa Sibylla, monarca do século XII que foi casada com Guy de Lusignan e que comandou o Reino de Jerusalém entre os anos 1186 e 1190. A atriz recebeu inúmeros elogios, que notaram sua presença imponente nas telonas e sua elegante compostura em cena.

Aproveite para assistir:



4. ISABELLE, Os Sonhadores

A estreia oficial de Eva Green no cenário cinematográfico ocorreu há pouco tempo, mais precisamente em 2003, com a estreia de Os Sonhadores. No drama romântico comandado por Bernardo Bertolucci, a trama companha um estudante universitário que se envolve em um triângulo romântico com um irmão e uma irmã. A atriz dá vida a Isabelle, parte desse entrelaço erótico, uma personagem descrita como livre e, trazendo para os dias de hoje, empoderada em relação a usar o seu corpo como bem entender. A rendição de Green ganha ainda mais camadas quando mergulhada em referências do cinema clássico e do new wave francês, que aposta fichas na arte performática.


3. SARAH, A Jornada

É bem provável que o drama francês A Jornada tenha passado longe de seu radar – mas não tem problema: é sempre tempo de conhecer uma das atuações mais incríveis de Green. No longa, comandado por Alice Winocour, a atriz interpreta Sarah, uma mulher que tenta equilibrar seu trabalho como astronauta, preparando-se para um ano na Estação Espacial Internacional, e sua vida pessoal como mãe de uma menina de oito anos de idade chamada Stella (Zélie Boulant). Green foi aplaudida pelo público e pela crítica especializada e conquistou indicações tanto ao César quanto ao Lumière Award de Melhor Atriz.

2. VESPER LYND, 007 – Casino Royale

Green já havia participado de algumas produções cinematográficas antes de estrelar ‘007 – Casino Royale’, mas foi sua aclamada rendição como a bond girl Vesper Lynd que atraiu maior atenção do público e lhe concedeu fama mundial. Na trama, Vesper é uma agente secreta que trabalha diretamente com a Família Real inglesa e é escalada para supervisionar Bond (Daniel Craig), além de financiá-lo em um jogo de pôquer de altos riscos. Por sua performance, Green levou para casa o BAFTA de Estrela em Ascensão e foi considerada uma das melhores bond girls de todos os tempos pelos especialistas internacionais.

1. VANESSA IVES, Penny Dreadful


Nenhuma outra performance de Green poderia ocupar nossa lista além de Vanessa Ives no ovacionado terror gótico Penny Dreadful. Na trama, a atriz interpreta uma médium com poderes incríveis e com um passado obscuro que a torna alvo de diversas forças malignas.

Ao longo de três temporadas, o criador John Logan arquitetou uma das melhores personagens do cenário televisivo do século, apostando fichas em uma complexa mulher que só poderia ser vivida por Green. Afinal, enquanto ela nos tira o fôlego desde o primeiro momento que dá as caras, são cenas particulares que reafirmam nossa paixão pela versatilidade inegável da artista – e, aqui, faço questão de pontuar as sequências de possessão demoníaca e sua espetacular rendição na iteração final. Não é surpresa, pois, que ela tenha faturado indicações tanto ao Globo de Ouro quanto ao Critics’ Choice Awards.

MENÇÃO HONROSA: MORGAN PENDRAGON, Camelot

A série de fantasia medieval Camelot, baseada nas atemporais novelas de cavalaria do Rei Arthur e da Távola Redonda, foi cancelada depois de apenas uma temporada – mas foi o suficiente para arrancar atuações incríveis de um elenco estelar. Na trama, Green interpreta a meia-irmã de Arthur Pendragon, Morgan (inspirada em Morgana Le Fay), uma vingativa mulher que deseja usurpar o trono de Camelot – e que enfrenta, em seu caminho, o poderoso mago Merlin, que jura impedi-la de conquistar tal feito.

Não deixe de assistir: