Com a edição 2022 do Oscar se aproximando rapidamente – a cerimônia será exibida no dia 27 de março – os cinéfilos do mundo todo correm para conferir todos os filmes indicados em todas as categorias. E você, já conseguiu ver tudo? Considerada a maior premiação do cinema mundial, a esta altura nem precisa ser mais dito que essa é a maior honraria que qualquer artista ao redor do mundo poderia conquistar no terreno do cinema e entretenimento. É verdade que muitas vezes podemos não concordar com as indicações e até mesmo com as vitórias. Assim como todo ano sempre temos os famosos esnobados – que terminam fora da festa a ver navios. Mas a verdade é que são quase 10 mil membros da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas e os nomeados são escolhidos através do grande consenso entre a maioria.

Toda esta grande introdução falando do Oscar apenas para apresentar minha nova matéria que tem, e ao mesmo tempo não tem, a ver com esta edição do Oscar. Pensando em como muitos cinéfilos já fizeram seu dever de casa direitinho e assistiram a todos os filmes indicados desta edição, resolvi ir além e indicar para você, nosso querido leitor, alguns filmes que considero imperdíveis protagonizados pelos atores nomeados ao Oscar 2022. Algumas observações: para a lista resolvi selecionar apenas filmes recentes e que talvez tenham passado batido pela maioria. Segundo, nesta primeira matéria selecionei apenas os atores, mas em breve lançarei também uma matéria com as atrizes. Confira abaixo, procure e divirta-se.

Denzel Washington | Roman J. Israel (2017)

O astro Denzel Washington é o maior nome dentre os indicados a ator principal este ano no Oscar. E isso é dizer muito, já que na categoria temos também nomes como Will Smith. Washington é um verdadeiro veterano da indústria e este ano recebe sua nona indicação ao Oscar por A Tragédia de MacBeth. Muitos acreditam que o ator faça figuração na categoria, não estando entre os favoritos para ganhar o prêmio. Não tem tanto problema, já que Washington guarda acima de sua lareira nada menos que duas estatuetas da Academia. Voltando cinco anos no tempo, nos deparamos com a penúltima indicação do ator, justamente pelo filme recomendado aqui. Nem dá para acreditar que Roman J. Israel sequer foi lançado nos cinemas do Brasil. No filme, Washington interpreta um advogado idealista e pacato, precisando agir com ação extrema pela primeira vez em sua vida. Essa é mais uma aula de atuação do grande intérprete.


Will Smith | Um Homem Entre Gigantes (2015)

Por falar no astro Will Smith, ele chega agora em nossa lista com um de seus filmes, injustamente, menos badalados. Em Um Homem Entre Gigantes, Will Smith protagoniza a história real e biográfica do médico nigeriano Bennet Omalu, que se mete numa briga digna de Davi e Golias quando resolve alertar sobre o mal das constantes pancadas sofridas na cabeça por jogadores de futebol americano – iniciando assim uma guerra contra a indústria de um dos esportes mais lucrativos do mundo. A história é edificante e Smith dá um show, no entanto, o polêmico longa não recebeu a atenção devida e o ator terminou ignorado na respectiva edição do Oscar – e assim, Smith iniciava outra guerra contra gigantes, os da Academia do Oscar, boicotando o evento. Esse ano, o astro tem grandes chances de receber sua primeira estatueta, por outro filme de esporte, King Richard: Criando Campeãs.

Aproveite para assistir:



Benedict Cumberbatch | O Mauritano (2021)

No começo da corrida do Oscar 2022, Benedict Cumberbatch era o favorito a levar a estatueta de melhor ator para casa – muito devido à “rapada” que Ataque dos Cães deverá fazer. Seguindo por essa linha, muitos acreditavam que o ator entraria no bonde. Porém, nas premiações prévias ao Oscar é Will Smith quem vem fazendo a limpa – em especial prêmios importantes que servem de termômetro para o Oscar. Seja como for, tudo pode acontecer e Cumberbatch ainda está no páreo, na pele de um cowboy durão e irredutível, que esconde um grande segredo em seu passado. O filme do ator que irei recomendar aqui é uma produção do ano passado, ou seja, extremamente recente, mas que por alguma razão – quem sabe seu forte teor polêmico – passou abaixo de todos os radares. Trata-se de O Mauritano, drama político sobre Mohamedou Ould Slahi, acusado de associação com Al-Qaeda e de terrorismo, e aprisionado pelo governo americano sem uma acusação formal. Jodie Foster faz a advogada que acredita na inocência do sujeito, e Cumberbatch vive o advogado militar de acusação.


Andrew Garfield | 99 Casas (2014)

O ano de 2021 foi ótimo para o jovem ator Andrew Garfield. Além de vestir o uniforme do Homem-Aranha mais uma vez, ainda descolou uma segunda indicação ao Oscar em sua carreira, pelo musical Tick, Tick… BOOM! A dica de um filme do ator aqui é de um gênero bem diferente. Com um roteiro primoroso, 99 Casas é outro que não chegou a passar nos cinemas brasileiros, mas precisa ser encontrado e visto por mais gente. No filme, Garfield vive um sujeito lutando para conseguir sustentar sua família, incluindo sua mãe (papel de Laura Dern). Quando o dinheiro não chega, eles são despejados. Desesperado e sem ter onde morar, a única opção do protagonista é começar a trabalhar para um corretor figurão, responsável pelo despejo de outras famílias de seus lares.

Javier Bardem | Todos Já Sabem (2018)

A dupla Javier Bardem e Penélope Cruz, um dos casais mais amados do cinema mundial na atualidade, já participou de muitos filmes juntos. Mas depois de seu casamento, a quantidade não foi tanta. O mais recente, no entanto, foi este Todos Já Sabem, um suspense dramático espanhol, que ainda conta com o argentino Ricardo Darín no elenco. Na trama, após retornar à sua pequena cidade para uma celebração em família, Laura (Cruz) precisa lidar com o sumiço da filha, e acaba recorrendo a um antigo namorado (papel de Bardem) para ajudar a encontrar a menina. Este ano, o ator espanhol está indicado pelo papel do cubano Desi Arnaz, na biografia Apresentando os Ricardos, da Amazon Prime Video.

J.K. Simmons | A Intrometida (2015)


Agora adentrando na categoria dos atores coadjuvantes indicados em 2022, começamos com J.K. Simmons, ator que já tem seu Oscar pelo visceral Whiplash – Em Busca da Perfeição (2014). Este ano Simmons divide a tela com Javier Bardem em Apresentando os Ricardos, e foi indicado pelo papel do ator William Frawley, um dos membros do elenco da clássica sitcom I Love Lucy. A dica de um filme de Simmons que você talvez não conheça, mas não pode perder, é A Intrometida, veículo para a dupla Susan Sarandon e Rose Byrne – interpretando mãe e filha. Em um de seus melhores papeis recentes, Sarandon vive a intrometida do título, uma mulher que se mete mais do que devia na vida da filha adulta (Byrne). Isto é, até que para ela aparece o personagem de Simmons, um veterano príncipe encantado, montado em sua moto. A dinâmica entre o casal da terceira idade é o chamariz.

Ciarán Hinds | Sangue Pela Glória (2016)

Por falar em Whiplash – Em Busca da Perfeição, nossa próxima dica é um filme protagonizado pelo mesmo Miles Teller. Aqui, no entanto, o ator indicado ao Oscar 2022 é o irlandês Ciarán Hinds, que descolou sua primeira nomeação pelo drama em preto e branco sobre a guerra, Belfast. A dica de um filme de Hinds é protagonizado por Teller, que vive o boxeador Vinny Pazienza. Após sofrer um acidente de carro que quase o deixa paralítico, o lutador precisa passar por um longo processo de treinamento até conseguir voltar de novo aos ringues. No filme, Hinds interpreta o pai “171” do sujeito, Angelo Pazienza. Um prato cheio para os que curtem filmes de esporte, boxe e superação.

Kodi Smit-McPhee | Oeste Sem Lei (2015)

O jovem Kodi Smit-McPhee é quem aparece na lista agora, devido à sua primeira indicação ao Oscar por Ataque dos Cães. O filme de Jane Campion nomeou quatro atores espalhados pelas categorias, e nessa de ator coadjuvante temos McPhee duelando contra o colega Jesse Plemons. No filme, McPhee vive um jovem sensível, estudante de medicina, que irá até as últimas consequências a fim de proteger sua mãe das torturas psicológicas que vem sofrendo, assim como ela a protegeu no passado. De fato, em nossa dica de um filme do jovem ator, Kodi Smit-McPhee interpreta um papel muito similar, igualmente em um faroeste. O filme escolhido foi Oeste Sem Lei, que chegou ao Brasil direto no mercado de home vídeo sem antes passar pelas salas de cinema. Cria de festivais, na trama McPhee interpreta um jovem em busca de sua amada pelo cruel Oeste americano, onde matar ou morrer podia ser muito fácil. Inapto para lidar com este “mundo cão”, ele termina contratando os serviços de um mercenário, vivido por Michael Fassbender, para protege-lo.


Jesse Plemons | Espíritos Obscuros (2021)

Outra dica de um filme muito recente, este thriller sobrenatural estreou ano passado nos cinemas, mas não ganhou a atenção devida. Quem sabe a obra ganhe sobrevida agora que foi lançada aqui no Brasil na plataforma da Starplus. Quem protagoniza aqui é Jesse Plemons, indicado a seu primeiro Oscar por Ataque dos Cães. Em tal filme, o ator vive um homem em constante conflito com seu irmão, que decide desafiar a vontade de sua família e casar com uma jovem dona de um restaurante na década de 1920. Já em Espíritos Obscuros, Plemons vive o xerife de uma pequena cidade, precisando lidar com a irmã quando ela passa a morar junto com ele. Vítima de abuso do pai deles, ela é a professora de uma escola de crianças da cidade – papel de Keri Russell. Quando ela desconfia que um de seus alunos também esteja sendo vítima de abuso doméstico, ela e o irmão irão se deparar com elementos fantásticos, sobrenaturais e muito aterrorizantes. Essa não é uma dica para os de estômagos fracos. Mas é um terror muito bem construído.

Não deixe de assistir: