Pixar é um dos maiores impérios não apenas da animação, mas da história do cinema. Revolucionária tanto nas técnicas empregadas quanto na originalidade e profundiade de suas narrativas, a companhia permanece mais viva e mais importante do que nunca.

Para celebrar seus 35 anos de existência, o CinePOP fez uma breve homenagem com o ranking de todas as suas animações. Para tanto, estamos excluindo os curtas-metragens e os múltiplos derivados das franquias Toy StoryCarros, focando nos longas principais desde 1995 até 2020, com o recente lançamento de Soul.

Confira abaixo nossa lista e conte para nós qual o seu favorito:



23. CARROS 2 (2011)

Desde a estreia do primeiro filme, a franquia Carros não parecia similar a tantas outras entradas do universo Pixar. Tirando o fato da antropomorfização de seres inanimados (nesse caso, automóveis), a narrativa dava uma impressão superficial demais para ser levada a sério. E até hoje, poucas pessoas conseguem realmente entender o motivo de uma sequência que ninguém pediu – em que Relâmpago McQueen perde protagonismo e Mate se transforma em um agente secreto.

22. UNIVERSIDADE MONSTROS (2013)

Universidade Monstros não é uma entrada ruim no catálogo da Pixar, mas passa longe de ser necessária. Lançada em 2013, a sequência do adorado ‘Monstros S.A.’ revisita o universo monstro e conta a história de origem de Mike e Sulley – e de que forma um relacionamento conturbado se transformou em uma apaixonante amizade.

Aproveite para assistir:



21. O BOM DINOSSAURO (2015)

Outro esquecível título do panteão animado é O Bom Dinossauro. A comédia de aventura reconta a história como a conhecemos e reimagina uma cronologia em que os dinossauros nunca foram extintos e passaram a conviver com os humanos. Girando em torno de um tímido apatossauro chamado Arlo e sua amizade inesperada com uma jovem criança, o longa marcou a estreia diretorial de Peter Sohn.

20. DOIS IRMÃOS: UMA JORNADA FANTÁSTICA (2020)



Trazendo Tom HollandChris Pratt como os elfos titulares, ‘Dois Irmãos’ resgata a nostalgia dos jogos de RPG dos anos 1990 e arquiteta uma trama modernizada e, ao mesmo tempo, clássica recheada de criaturas fantásticas e perigos inimagináveis. Entretanto, o cíclico enredo esbarra em certos convencionalismos e se isola em uma zona de conforto funcional, ainda que frustrante.

19. CARROS 3 (2017)

Levemente melhor que a iteração anterior, Carros 3’ foi anunciado sem mais, nem menos e chegou aos cinemas também sem muita euforia. Apostando no contraste entre uma antiga geração de carros e uma nova e mais modernizada que vinha para deixar os mais experientes obsoletos, a história pode não ser uma boa pedida para as crianças – principalmente por se tratar de uma crise de meia-idade de Relâmpago McQueen.

18. CARROS (2006)

Celebrando a vida e a simplicidade das coisas, Carros deu início à franquia mais desequilibrada da Pixar. Apesar da charmosa estética e de seus adorados personagens (coadjuvantes), o enredo é intrincado demais para cativar o público – isso sem mencionar que, diferente das obras anteriores e posteriores, não leva as crianças a pensar para além do óbvio.



17. VALENTE (2012)

A primeira e única princesa da Pixar, Merida, é a heroína da ambiciosa aventura celta Valente. Ambientada na Escócia medieval, o filme traz à tona temas como feminismo, desconstrução de valores e a importância da família, todos pincelados com uma imagética vibrante e misteriosa que é manchada com uma protagonista que sai de um lugar e chega ao mesmo lugar em um breve arco de redenção.

16. PROCURANDO DORY (2016)

Ninguém imaginou que Procurando Nemo precisaria de uma sequência – mas Procurando Dory nos provou errado. O retorno ao cosmos marítimo arquitetado por Andrew Stanton expandiu a mitologia por trás da personagem titular e ousou ir para além dos infinitos oceanos. É claro que a história é bem similar, mas isso não importa quando somos apresentados a uma história profunda e belissimamente delineada.

15. SOUL (2020)


A entrada mais recente dos estúdios Pixar é também uma das mais adoradas pelos fãs. Soul’ é uma potente e metafísica narrativa centrada no que existe depois que morremos e que alastra suas incursões para a mitologia espírita de modo didático e envolvente. Criando um cenário totalmente novo e explorando temas nunca antes tratados, a animação é uma interessante jornada que pode não ser a melhor da companhia, mas que merece nossa atenção.

14. OS INCRÍVEIS 2 (2018)

Demorou quase quinze anos, mas a família mais poderosa de todos os tempos finalmente se reuniu para uma sequência recheada de ação. Os Incríveis 2’ resolveu mudar a perspectiva da animação original e colocou a Mulher-Elástica no centro de uma missão importantíssima – e enfrentando um perigoso vilão que prometia destruir os super-heróis de uma vez por todas.

13. VIVA – A VIDA É UMA FESTA (2017)

Aclamada por seu pungente enredo e por seus visuais vibrantes e coloridos, ‘Viva – A Vida É uma Festa’ tornou-se uma das animações favoritas de todos os tempos do público. Inspirada pelo feriado mexicano do Dia dos Mortos, o novelão da Pixar explora temas como memória, família, música e a perpetuidade da vida após a morte – além de ter levado dezenas de prêmios para casa, incluindo duas estatuetas do Oscar.

12. VIDA DE INSETO (1998)

Um dos primeiros sucessos da Pixar foi lançado há mais de duas décadas. Vida de Inseto nos introduziu ao complexo mundo dos insetos, mais especificamente das formigas, em uma trama sobre autoritarismo e luta de classes. Apoiando-se em mais revoluções tecnológicas que forneceram mais dinamismo e realismo aos personagens animados, o filme permanece como uma das joias subestimadas do estúdio.

11. TOY STORY 4 (2019)

Quando todos achávamos que Toy Story tinha chegado ao fim, a Pixar nos presenteia com mais um capítulo irretocável. Apesar de ser o mais inferior da franquia, o longa ainda é um espetáculo visual e narrativo emocionante, apostando em arcos de amadurecimento envolventes que mostram que a amizade é uma das coisas mais poderosas de todas.

10. MONSTROS S.A.

Um dos primeiros filmes indicados ao Oscar de Melhor Animação é também um dos melhores já feitos na história. ‘Monstros S.A.’ nos leva para uma dimensão povoada por criaturas “assustadoras” que convivem em harmonia e que usam do susto para trazer energia à cidade. Mike e Sully emergem como os protagonistas, dois amigos que devem cuidar de uma menininha que invade o mundo dos monstros e que deve voltar em segurança para casa.

9. OS INCRÍVEIS (2004)

Os Incríveis se tornou o primeiro título do estúdio a ganhar múltiplas estatuetas do Oscar – além de ser uma das animações mais bem avaliadas da história do cinema. Revivendo o classicismo cinquentista do gênero dos super-heróis, a competente narrativa é centrada em uma família extremamente poderosa que esconde sua verdadeira identidade frente à crescente onda contra os “salvadores da pátria”.

8. UP: ALTAS AVENTURAS (2009)

Inteligente, ácido, engraçado e comovente, ‘Up: Altas Aventuras’ levou merecidamente o Oscar de Melhor Animação para casa. Elogiado pela sólida narrativa e pela caracterização emblemática de seus personagens, a obra é mais uma celebração da vida e usa o confronto de gerações para explorar a dinamicidade de Carl Fredricksen, um ranzinza senhor que quer cumprir o último desejo de sua falecida esposa, e de Russell, um jovem escoteiro que anseia pelo mundo.

7. RATATOUILLE (2007)

Ratatouille é o filme mais elegante e dinâmico já construído pela Pixar. Centrado na finesse da comunidade parisiense e guiada pelo esplendor da culinária europeia, o irreverente protagonista se chama Remi, sonhador inveterado que é apaixonado pela cozinha e que sofre por ser um rato. Diferente das investidas anteriores, o longa parte de uma perspectiva romântica e exuberante que lhe rendeu aplausos da crítica e uma série de prêmios.

6. WALL-E (2008)

Quando pensávamos que a Pixar não conseguiria mais nos surpreender, surge WALL-E. Considerada uma das mais ousadas narrativas arquitetads pela companhia, a animação é centrada no robô titular cuja missão é limpar uma Terra devastada pela poluição e por eventos climáticos catastróficos. Isso é, até se apaixonar por uma robô chamada EVA e segui-la na gigantesca nave Axiom, que contém os últimos sobreviventes da raça humana.

5. DIVERTIDA MENTE(2015)

O impactante Divertida Mente já se mostra sagaz pelo ambíguo título, concretizando-se como uma das melhores produções do século por diversos veículos de imprensa. Após seu lançamento, a obra recebeu 15 indicações de Melhor Filme, 21 de Melhor Roteiro Original e 40 de Melhor Animação por mais de cinquenta organizações e associações ao redor do mundo. A história é ambientada no cérebro da jovem Riley, explorando as emoções de alguém passando por mudanças profundas e analisando temas como depressão e relações interpessoais.

4. TOY STORY (1995)

A incursão oficial de estreia da Pixar não poderia ficar de fora do topo da nossa lista. Toy Story já completou mais de duas décadas desde seu debute nos cinemas e continua encantando as crianças que resolvem mergulhar nesse universo. A trama traz Woody, Buzz, Betty, Slinker, Rex e tantos outros incríveis brinquedos que ganham vida quando fora do campo de visão dos humanos – envolvendo-se em diversas aventuras apaixonantes.

3. TOY STORY 3 (2010)

Toy Story é uma das franquais cinematográficas mais perfeitas já feitas na longa história da sétima arte – e o terceiro capítulo é o seu mais dramático e impactante. Servindo como uma falsa conclusão (levando em conta que uma quarta entrada seria construída alguns anos mais tarde), Toy Story 3’ leva os nosso amados brinquedos para a creche Sunnyside, onde enfrentam a tirania do urso Lotso e criam um plano para escaparem dessa prisão sem grades.

2. PROCURANDO NEMO (2003)

Em 2003, Andrew Stanton construía sua magnum opusProcurando Nemo. A animação, que nos transportou para o fundo do mar e para um colorido recife de corais, trouxe ao primeiro plano Marlin e Nemo, pai e filho marcados por traumas que são separados pelo ser humano. Marlin, recusando-se a perder sua única família, parte em uma arriscada aventura para resgatá-lo e, no caminho, recupera sua abandonada coragem.

1. TOY STORY 2 (1999)

Toy Story 2’ é uma das raras sequências que se mostrou igual ou superior ao filme original. Considerado como um dos melhores filmes de todos os tempos e uma das marcas registradas da Pixar, a nova aventura de Woody o leva para um apertado apartamento onde aprende mais sobre seu passado ao conhecer Jesse, Bala no Alvo e Mineiro, um dos melhores vilões já criados. Depois de seu lançamento, o longa foi aclamado pelo público e pela crítica especializada, alcançando 100% de aprovação no Rotten Tomatoes e nota máxima no CinemaScore.

Comentários

Não deixe de assistir:

🚨 INSCREVA-SE NO NOSSO CANAL DO YOUTUBE 🚨http://bit.ly/CinePOP_Inscreva