Após a morte do lendário compositor Ennio Morricone, Quentin Tarantino prestou uma singela homenagem ao veterano, com quem trabalhou em ‘Os Oitos Odiados‘ (2015).

Por conta de seu trabalho no longa, Morricone recebeu sua única vitória no Oscar, conquistando o prêmio de Melhor Trilha Sonora, nove anos depois de receber o Prêmio Honorário “Por suas contribuições magníficas e multifacetadas à arte da música cinematográfica.”

Através do perfil New Beverly Cinemas, Tarantino se despediu do artista, escrevendo:

“O Rei está morto. Vida longa ao Rei.”

Confira:

 

Aproveite para assistir:

Segundo a agência Ansa, Morricone morreu em virtude de uma fratura no fêmur após uma queda alguns dias atrás. Ele tinha 91 anos de idade.

Poucas horas depois de seu falecimento, diversos colegas de profissão manifestaram profundo pesar pela perda de um ícone da música, incluindo Hans Zimmer (vencedor do Oscar por O Rei Leão), que comentou à BBC sobre o ícone que Morricone representava: “sua música era sempre incrível e feita com força emocional gigantesca e enorme pensamento intelectual”.

O compositor ganhou fama universal ao trabalhar com Clint Eastwood em diversos westerns, incluindo Três Homens em ConflitoEra Uma Vez no OesteEra Uma Vez na América.

Morricone foi indicado nada menos que seis vezes para o Oscar, por trabalhos como Os Intocáveis‘Malèna’.

Conhecido pela alcunha de “Maestro” em sua cidade natal, ele criou trilhas sonoras para mais de 500 filmes em sete décadas.

Comentários

Não deixe de assistir:

SE INSCREVA NO NOSSO CANAL DO YOUTUBE