O suspense polonês ‘Rede de Ódio‘ (The Hater) chegou de mansinho na Netflix e em poucas horas entrou para a listas dos 10 títulos mais assistidos do streaming.

Com um roteiro surpreendente, o filme mostra como as empresas que criam as Fake News podem facilmente destruir marcas e figuras públicas, e eleger políticos e celebridades instantâneas.

Nas Redes Sociais, os usuários repararam que a história reflete o atual cenário político do Brasil.


Confira:

Aproveite para assistir:

Crítica | Rede de Ódio – Surpreendente suspense da Netflix vai te deixar assustado

Na história, Tomasz é um estudante de direito que foi expulso da universidade, é obcecado pela família progressista e trabalha em uma empresa de relações públicas.


O que parecia ser apenas mais uma tarefa acaba sendo uma fazenda de trolls em desenvolvimento acelerado, onde ele se destaca no negócio de espalhar notícias falsas e ódio online atacando personalidades famosas, celebridades da Internet e políticos. Com o tempo, Tomasz começa a usar suas habilidades recém-adquiridas para perseguir, assediar e, por fim, controlar seus inimigos.

O filme é dirigido por Jan Komasa, indicado ao Oscar de melhor filme de língua estrangeira em 2020 por ‘Corpus Christi‘.

Comentários

Não deixe de assistir:

SE INSCREVA NO NOSSO CANAL DO YOUTUBE