A variante Delta do Coronavírus está se provando um novo desafio no combate à pandemia e somente a vacinação em massa pode conter o avanço da nova cepa.

Redes de cinemas de várias cidades dos Estados Unidos começaram a exigir comprovantes de vacinação – criando mais um obstáculo para o retorno total da ida ao cinema.

Em Nova York, a exigência entrou em vigor na terça-feira, 17. Joe Masher, presidente da Associação Nacional de Proprietários de Cinema de Nova York, disse estar preocupado com a logística de fazer cumprir a regra.

Mas sua maior preocupação é que a exigência desencadeie outra rodada de adiamentos nos filmes dos grandes estúdios. Na sexta-feira, a Sony anunciou o adiamento de ‘Venom 2‘, já que a variante delta continua a se espalhar pelo país.



“Estamos realmente apavorados com o que vai acontecer. Eu sei que esses prefeitos pensam que estão fazendo a coisa certa, mas eles parecem deixar os cinemas em apuros o tempo todo.”, disse Masher em entrevista à Variety.

Em Los Angeles, o prefeito Eric Garcetti também pretende oficializar a precaução.

Aproveite para assistir:

Os proprietários de cinemas estão apoiando a medida, como revelou o The Hollywood Reporter.

Através de um comunicado, o presidente da associação, John Fithian, disse que:



“Para que a indústrias e recupere totalmente, precisamos que mais pessoas sejam vacinadas. É pura ciência. As taxas de injeções foram muito boas por um tempo nos EUA e depois caíram. Precisamos que continuem. Não me interpretem mal. Haverá algumas vendas de ingressos perdidas a curto prazo, mas precisamos trabalhar numa forma de implementarmos medidas de seguranças mais eficazes, por isso apoiamos a exigência de clientes vacinados. A forma como lidamos com a crise na economia é um desafio muito grande, mas não vamos nos opor às medidas de segurança porque as pessoas precisam ser vacinadas.” 

Não deixe de assistir: