‘Robin Hood’ – Conheça os principais filmes do lendário herói no Cinema

‘Robin Hood’ – Conheça os principais filmes do lendário herói no Cinema


Umas das grandes apostas para a segunda metade de 2018 é a aventura Robin Hood – A Origem, protagonizada por Taron Egerton (Kingsman) e Jamie Foxx. Mais uma vez investindo na lenda histórica do famoso arqueiro, que supostamente existiu no Século XII, contemporâneo do Rei Ricardo Coração de Leão. Na mitologia, Robin Hood foi um nobre renegado, se tornando fora da lei e agindo nas florestas britânicas de Sherwood, roubando dos ricos para dar aos pobres.

Robin Hood é um dos personagens mais adaptados ao cinema e TV da história do audiovisual. Pensando nisso, em nossa nova lista, resolvemos trazer para você as versões mais conhecidas deste herói, algumas quase tão antigas quanto a própria história do cinema. Veja abaixo.

Robin Hood and his Merry Men

A primeira aparição do personagem nas telas aconteceu apenas 13 anos depois da criação do cinema em si, num curta inglês de 1908, dirigido por Percy Stow. No filme, já contavam as participações de figuras icônicas em sua lenda, como a Lady Marian e o Frei Tuck.



Robin Hood

Alguns anos depois, em 1912, chegava o segundo filme com o personagem, produzido pelos estúdios Eclair. Neste curta dirigido por Étienne Arnaud e Herbert Blaché, Robert Frazer viveu Robin Hood.

Douglas Fairbanks in Robin Hood

A versão mais famosa do personagem até então foi este filme de 2h23min de projeção. Hoje, conhecemos a megalomania de certos astros que pegam para si diversas funções numa obra. Mas isso não é novidade e Douglas Fairbanks já realizava tal feito em 1922, produzindo, escrevendo e dirigindo este longa da era muda do cinema. Este foi o primeiro filme da história a ter uma pré-estreia, com tapete vermelho e convidados. E se o título soa estranho, ao invés de apenas Robin Hood, é porque o filme foi registrado assim.

As Aventuras de Robin Hood

Considerado até hoje como o melhor filme do personagem nas telonas, esta produção de 1938 traz Errol Flynn como o intérprete do herói. Olivia de Havilland (…E o Vento Levou) vive Lady Marian e Claude Rains (Casablanca) é o Príncipe John. O longa é dirigido por Michael Curtiz (Casablanca) e William Keighley (Balas ou Votos). A produção foi indicada para quatro Oscar, incluindo melhor filme, e venceu os de Edição, direção de arte e trilha sonora.

Robin Hood, o Justiceiro

Já na década de 1950, em 1952 para ser mais preciso, esta superprodução (para os padrões da época) era lançada, bancada pela Disney. Com o título original The Story of Robin Hood and His Merry Men, o filme foi protagonizado por Richard Todd na pele de Robin Hood, Joan Rice como Marian e Peter Finch (Rede de Intrigas) como o Xerife de Nottingham.

Ivanhoé, o Vingador do Rei

No mesmo ano da citada produção acima, esta obra chegava aos cinemas. A curiosidade aqui é que Robin Hood, conhecido como Locksley, é um personagem secundário, interpretado por Harold Warrender. Esta é a aventura mais famosa do cinema na qual o herói não é o protagonista. Invanhoé, vivido por Robert Taylor é o destaque. O filme ainda conta com Elizabeth Taylor e Joan Fontaine no elenco. A primeira adaptação de Ivanhoé para o cinema ocorreu em 1913, o que faz desta versão uma espécie de refilmagem.

A Espada de Robin Hood

Este filme de 1954, intitulado The Men of Sherwood Forest no original, trata-se de uma produção dos estúdios Hammer, aquele especializado em obras de terror da década de 1970. Na verdade, este foi o primeiro filme a cores do estúdio. No longa, Don Taylor vive Robin Hood.

Arqueiro Misterioso – O Filho de Robin Hood

Intitulada apenas Son of Robin Hood no original, esta produção de 1958, mostra os merrymen (ou homens felizes) precisando se reagrupar para combater novos nobres ingleses sedentos pelo poder após a morte de seu líder Robin Hood. Eles precisam de nova liderança e para isso alistam o filho da lenda, terminando por descobrir que na verdade se trata de uma filha, papel de June Laverick.

Robin Hood de Chicago

Não é de hoje que Hollywood tem ideias ousadas para modernizar e reimaginar ícones. Em 1964, esta produção trouxe a lenda de Robin Hood para a Chicago da era da Lei Seca (1920 a 1933) e dos mafiosos. Não apenas isso, este é um filme com o chamado Rat Pack, Frank Sinatra e seus amigos. Sinatra vive o personagem principal, aqui chamado de Robbo, e o filme conta ainda com os usuais colaboradores Dean Martin e Sammy Davis Jr., além de Bing Crosby e Peter Falk. No entanto, trata-se de um musical.

Super Robin Hood do Espaço

Série animada de 1966, que durou três temporadas, esta criativa adaptação levou o personagem para o espaço no futuro. Na trama, o herói e seus merry Spacemen, os felizes homens do espaço, vivem no asteroide Sherwood, no ano 3000. Eles precisam combater o maligno xerife, que domina o território espacial de N.O.T.T. – referência a Nottingham. No título original, Rocket Robin Hood. Queremos ver uma adaptação disso para live action para ontem!

The Legend of Robin Hood

Em 1968, foi ao ar este musical de 90 minutos produzido para a TV. A curiosidade aqui é que Douglas Fairbanks Jr., filho do lendário intérprete do personagem, atua não como Robin Hood, mas como o Rei Ricardo. O herói foi vivido por David Watson.

Robin Hood da Disney

Sim, a toda poderosa Disney já havia lançado sua versão em live action do personagem em 1952. Mas em 1973, chegou a vez de apelar às crianças, com um longa em animação. E para quem acha que os animais antropomorfos de Zootopia (2016) são novidade para o estúdio, precisa pensar de novo. Robin Hood é justamente uma adaptação do famoso conto, introduzindo animais humanoides como os personagens. Aqui, Robin Hood é uma raposa e o Rei Ricardo Coração de Leão é literalmente um leão. Boas sacadas. O filme foi indicado ao Oscar de melhor canção, pela música Love.

Robin e Marian

Três anos depois da animação da Disney e outra produção ousava numa adaptação criativa. Neste filme de 1976, dirigido por Richard Lester (Superman II), Robin retorna das Cruzadas já mais velho e cansado, para cortejar sua Lady Marian uma última vez. Além da premissa criativa em se ter o herói mais velho, outro grande atrativo aqui é seu elenco. O protagonista é vivido pelo eterno James Bond, Sir Sean Connery. E Lady Marian é interpretada por ninguém menos do que a musa Audrey Hepburn, retornando a atuar após um hiato de mais de dez anos.

Robin of Sherwood

Na TV, algumas produções levando o nome do personagem também fizeram sucesso. Esta, de um canal britânico, foi lançada em 1984 (época muito fértil para a TV e o cinema mundial) e durou três temporadas até 1986. Michael Praed viveu o herói e no elenco, rostos hoje famosos como Ray Winstone como Will Scarlet, e John Rhys-Davis como o Rei Ricardo.

Robin Hood: O Príncipe dos Ladrões

Em 1991, o personagem ganhava seu tratamento mais ambicioso, na forma de uma superprodução da Warner de US$48 milhões, estrelada por Kevin Costner, Morgan Freeman, Alan Rickman, Mary Elizabeth Mastrantonio e grande elenco. O filme se tornou um enorme sucesso e a segunda maior bilheteria de seu respectivo ano, ficando abaixo somente do campeão O Exterminador do Futuro 2. Fora isso, contava com a emblemática canção – indicada ao Oscar – “(Everything I Do) I Do It For You”, de Bryan Adams.

Robin Hood, O Herói dos Ladrões

Recentemente fiz uma matéria comentando sobre os filmes gêmeos de Hollywood (que você pode conferir abaixo deste parágrafo caso não tenha visto). Tratam-se de filmes lançados no mesmo ano, com nomes famosos, abordando o mesmo tópico. Pois bem, estas duas produções poderiam ter figurado também. No mesmo ano de 1991, um mês antes da estreia do sucesso fenomenal do Robin Hood de Kevin Costner e Bryan Adams, chegava aos cinemas esta coprodução canadense. Nem precisa ser dito que ela foi esmagada pela concorrência. Não teve vez e o Robin Hood do ano foi o outro. Neste, no entanto, temos Patrick Bergin como o herói e Uma Thurman em início de carreira como Lady Marian.

Christopher Robin e os filmes “gêmeos” de Hollywood

A Louca! Louca História de Robin Hood

A especialidade do diretor Mel Brooks ao longo de sua carreira foi a paródia. Por mais que não tenha começado assim, este foi o caminho que sua filmografia optou logo de início, satirizando faroestes (Banzé do Oeste), Frankenstein (O Jovem Frankenstein), cinema mudo (A Última Loucura de Mel Brooks), os filmes de Hitchcock (Alta Ansiedade), épicos bíblicos (A História do Mundo – Parte 1), Star Wars (SOS – Tem um Louco Solto no Espaço) e Drácula (Drácula, Morto mas Feliz). Em 1993, foi a hora do humorista pegar como fonte de suas sátiras os filmes de Robin Hood e seus merrymen. Com o título original Robin Hood: Men in Tights (ou “homens de collants”), o filme trazia Cary Elwes como o herói e Amy Yasbeck como Marian.

Robin Hood – A Série

Pulando dos anos 1990, para 2006, Robin Hood voltou a ser alvo de uma produção para a TV. Este programa britânico da renomada rede BBC de televisão durou 3 temporadas, de 2006 a 2009. O seriado trazia Jonas Armstrong como o herói e Lucy Griffiths como Marian.

Robin Hood

Sim, muitos filmes com o personagem insistem em serem intitulados apenas Robin Hood. Este é o caso com esta produção renomada de 2010, que trouxe o personagem para os novos tempos – aos menos fora das telas. Devido aos nomes de peso envolvidos, o filme foi exibido durante o prestigiado Festival de Cannes. Com direção de Ridley Scott e roteiro de Brian Helgeland, esta versão trouxe Russell Crowe como o protagonista e Cate Blanchett como Marion – e não Marian. Aqui também existe uma mudança nos sobrenomes, Marion é quem possui o sobrenome Loxley (e não Locksley) de família e Robin tem como sobrenome Longstride. O filme conta ainda com nomes como Oscar Isaac, Max von Sydow, William Hurt, Mark Strong, Léa Seydoux, Danny Huston e Mark Addy no elenco.

A Última Aventura de Robin Hood

Esta é uma obra curiosa. Produção de 2013, o filme na verdade se trata de uma biografia do ator Errol Flynn, famoso por ter marcado sua carreira como intérprete de Robin Hood – no citado filme de 1938, ainda tido como o melhor com o personagem por muitos. O longa foca no relacionamento do astro, já mais velho, com Beverly Aadland, jovem menor de idade. O relacionamento dos dois era mediado pela mãe da menina. No filme, Kevin Kline vive Flynn, Dakota Fanning é Beverly e Susan Sarandon vive a mãe da moça.

Robin Hood – A Origem

Novamente intitulado apenas Robin Hood no original, esta é a mais recente produção a trazer o nome do personagem. Pelo trailer, esta parece ser uma abordagem parecida com a que foi tentada por Guy Ritchie em seu recente filme do Rei Arthur: A Lenda da Espada (2017), ou seja, uma versão do personagem a la HQ de super-heróis – subgênero extremamente rentável e em voga com a juventude. Pela prévia, vemos basicamente um filme de origem para o herói (vivido por Taron Egerton, ou seja, um Robin mais jovem), que agora se torna um super-herói, treinado pelo personagem de Jamie Foxx. Ação desenfreada, efeitos megalomaníacos e uma dimensão gigantesca dos eventos – o que inclui os cenários – são os elementos que poderão ser encontrados em breve nas telonas, quando o filme estrear por aqui no final de novembro.





Inscreva-se em nosso canal e receba conteúdo exclusivo » http://goo.gl/mPcJ5c