Em entrevista à Variety, o aclamado diretor Luca Guadagnino falou sobre a nova versão do clássico Scarface pelo qual ficará responsável.

Guadagnino disse que, apesar das críticas a mais uma adaptação, ele promete que sua versão será “bastante atemporal”.

“O primeiro Scarface de Howard Hawkes falava sobre a era das proibições. Cinquenta anos depois, Oliver StoneBrian De Palma fizeram suas versões, que eram bastante diferentes do filme de Hawkes. Ambos podem ser colocados no patamar de suas peças esculturais. Se tudo der certo, a nossa, quarenta anos mais tarde, será digna de reflexões sobre um personagem que é paradigma de nossas compulsões por excesso e ambição. Creio que minha versão será bastante atemporal”.

Guadagnino é considerado um dos melhores cineastas contemporâneos, tendo ficado responsável por obras como Um Mergulho no PassadoUm Sonho de Amor. Ele também comandou o controverso remake de Suspiria e a série We Are Who We Are, que estreia em breve na HBO. Seu próximo projeto é o remake de O Senhor das Moscas e a sequência do vencedor do Oscar Me Chame Pelo Seu Nome.

Para quem não sabe, a Universal Pictures tenta lançar o reboot há vários anos, mas diversos roteiristas e diretores abandonaram a produção.

Aproveite para assistir:

Em 2011, David Ayer (‘Esquadrão Suicida‘) foi contratado para escrever o roteiro, que seria dirigido por David Yates (‘Animais Fantásticos’).

Após a saída de Yates, o próprio Ayer foi considerado para assumir a direção, mas também abandonou o posto por conta dos atrasos no desenvolvimento do projeto.

Anos mais tarde, os irmãos Ethan e Joel Cohen foram contratados como roteiristas, mas também se desligaram do reboot.

O projeto fará uma atualização do personagem para os dias de hoje. A história será centrada em um imigrante mexicano, que “através de uma campanha ambiciosa e implacável, corre atrás do ‘sonho americano’ – seja isto o que for nesta década.”.

O personagem deve se envolver com o cartel de drogas em Los Angeles.

O primeiro filme protagonizado pelo gângster com a cicatriz no rosto foi ‘Scarface – A Vergonha de uma Nação‘, dirigido por Hawkes e Richard Rosson em 1932. A inspiração para o roteiro foi o mafioso real Al Capone, que tinha o apelido de “Scarface”.

Palma usou o longa como inspiração para seu ‘Scarface‘, que teve Al Pacino no papel do protagonista. Escrito por Oliver Stone, o remake de 1983 é mais conhecido que o original e notório por sua violência. Nessa versão, o italiano Tony Camonte se tornou Tony Montana, um refugiado cubano.

Comentários

Não deixe de assistir:

SE INSCREVA NO NOSSO CANAL DO YOUTUBE