Já faz 12 anos desde a publicação de ‘Amanhecer’, último livro saga Crepúsculo. Bastante aconteceu durante esse hiato, e, mesmo com tantos problemas acontecendo neste ano, chegou a hora de revisitar o universo criado por Stephenie Meyer.

A autora lançou no último dia 04 de agosto o vindouro Sol da Meia-Noite – e não demorou muito para os fãs do panteão sobrenatural correrem para as livrarias e se jogarem de cabeça na mais nova história.

Veja o que os leitores estão falando:

“O novo livro Sol da Meia-Noite é muuuuuuito bom”.



“A Brittany de quinze anos está muito animada agora”.

Aproveite para assistir:



“Me julguem o quanto quiserem, não vai mudar o quão animada estou por este livro”.

“Saiu! Sol da Meia-Noiteme levou imediatamente de volta para os dezesseis anos”.

“Eu li 11 capítulos de Sol da Meia-Noite até agora, mas preciso dormir. Estou realmente gostando”.

“Eu lendo ‘Sol a Meia-Noite’“.



“Eu agra tenho 32 anos… Sim, corri para as livrarias para pegar essa gema jovem-adulta hoje… Não, provavelmente não vou dormir hoje… Sim, eu tenho um problema”.

No Brasil, o livro é publicado pela Editor Intrínseca.

Até agora, os leitores conheceram essa trama inesquecível apenas pelos olhos de Bella. No aguardado Sol da meia-noite, vamos testemunhar o nascimento desse amor pelo olhar de Edward, mergulhando em um universo novo, sombrio e surpreendente, cheio de revelações.



Conhecer Bella foi o que aconteceu de mais irritante e instigante em todos os anos de Edward como vampiro. À medida que conhecemos detalhes sobre seu passado e a complexidade de seus pensamentos, conseguimos entender por que Bella se tornou o eixo central de uma batalha decisiva em sua vida. Como Edward poderia seguir seu coração se isso significava colocar a amada em perigo? Do que ele seria capaz de abrir mão?

Em Sol da meia-noite, Stephenie Meyer faz um retorno triunfal ao universo de Crepúsculo e nos transporta mais uma vez para Forks, convidando-nos a revisitar cada detalhe dessa história que conquistou milhões de fãs em todo o mundo. Em meio a uma paixão cercada de perigos sobrenaturais, vamos descobrir como Edward encara seus prazeres mais profundos e as consequências devastadoras de um amor proibido e imortal.

Em 2015, Meyer revelou ao Hypable que estava trabalhando no derivado há mais de dez anos, mas havia interrompido a escrita depois que uma parte do texto acabou vazando online.

Além disso, a autora pensou em desistir da ideia porque o autor E.L. James estava escrevendo um derivado de ‘50 Tons de Cinza‘ focado no ponto de vista de Christian Gray.



“Eu ainda estou trabalhando no derivado, mas quase desisti porque a ideia de E.L. James é muito parecida com a minha. Não vou desistir, mas vou adiar o lançamento. Isso tudo parece até uma maldição, não sei. Toda vez que eu falo sobre isso, algo ruim acontece e é frustrante. Mas minha mãe vai me matar se eu não terminar… Eu devo isso a ela. Em todo aniversário ou Natal, ela me diz: ‘Você sabe o que eu quero de presente’. Então eu não vou desistir.”

Meyer também já publicou vários livros derivados da franquia ao longo dos anos, incluindo ‘Crepúsculo: Guia Oficial Ilustrado da Série’ (2011) e ‘Vida e Morte: Crepúsculo Reimaginado‘ (2015).

No entanto, ‘Sol da Meia-Noite‘ era o mais aguardado pelos fãs.



Publicado originalmente em 2005, ‘Crepúsculo‘ transformou-se em best-seller mundial e deu origem uma franquia de filmes que bateu recordes de bilheteria, tornando-se um fenômeno cultural entre todas as idades.

O último filme da franquia, ‘A Saga Crepúsculo: Amanhecer – O Final‘, foi lançado em 2012 e arrecadou US$ 829,7 milhões pelo mundo, a partir de um orçamento de US$ 120 milhões.

Comentários

Não deixe de assistir:

SE INSCREVA NO NOSSO CANAL DO YOUTUBE