Star Wars: A Ascensão Skywalker’ marca a última aparição de Carrie Fisher na saga, através de gravações não utilizadas de ‘O Despertar da Força’, o que deve ter sido bem difícil para os membros do elenco.

Durante uma entrevista para a GQ, Daisy Ridley, intérprete de Rey, revelou que foi muito triste lidar com a ausência de Fisher, principalmente nas cenas em que deveriam contracenar juntas.

“Foi tão difícil gravar sem a presença dela [Carrie Fisher], esse foi o maior desafio para mim, não estarmos juntas. Mas eu conseguia imaginar sua presença pelo set e isso foi emocionante.

Questionada sobre a cena em que Leia e Rey se abraçam no trailer, Ridley disse que foi um dos momentos mais marcantes para ela e que se sente grata por ter uma lembrança como essa guardada em sua memória.

“Essa cena é realmente triste para mim. E vai continuar sendo por muito tempo. Mas também é incrível que eles tenham todas essas gravações dela, eles conseguiram encaixar no momento certo da história, então foi muito bonito.”

Anteriormente, o diretor J.J. Abrams foi questionado se Fisher estaria satisfeita com o resultado do filme, ao que ele respondeu:

“Eu não posso afirmar nada sobre isso, por mais que eu gostasse.”, disse ele à Esquire. Não me atrevo a dizer o que ela pensaria, mas posso dizer com certeza que tudo o que fizemos foi para deixá-la orgulhosa e isso é o mais importante.”

Lembrando que Star Wars: A Ascensão Skywalker’ estreia em 19 de dezembro nos cinemas nacionais.

Assista ao trailer:

Aproveite para assistir:

O grandioso elenco conta com Daisy RidleyAdam DriverJohn BoyegaOscar Isaac, Lupita Nyong’o, Domhnall GleesonKelly Marie TranJoonas SuotamoBillie LoudNaomi AckieRichard E. GrantKery Russell e os veteranos Mark Hamill e Billy Dee Williams.

Carrie Fisher também aparecerá como a General Leia Organa através do uso de imagens nunca antes divulgadas de ‘O Despertar da Força‘.