‘Star Wars’: Felicity Jones diz que adoraria retornar à saga

Lançado em 2016, ‘Rogue One: Uma História Star Wars‘ apresentou a rebelde Jyn Erso (Felicity Jones) como uma das protagonistas mais fortes e complexas da saga na luta contra o Império.

Durante uma entrevista para o Business Insider, Jones foi questionada se gostaria de reprisar seu papel em futuras produções da franquia, ao que ela respondeu:

“Eu adoraria retornar. Ela é uma tremenda personagem e eu amei interpretá-la, gostei muito de fazer parte da saga através de Jyn. Quem sabe possam trazê-lo de volta um dia.”

Apesar da personagem ter morrido ao final do spin-off, sua trajetória tem muito potencial para ser explorada em uma possível série de TV, assim como a vindoura série de Cassian Andor.

Lembrando que a série foi confirmada em abril, durante a Star Wars Celebration.

“Voltar ao universo de ‘Star Wars‘ é muito especial para mim”, expressou Diego Luna, intérprete do soldado rebelde, após o anúncio da série. “Tenho tantas lembranças do grande trabalho que fizemos juntos e das relações que fiz ao longo da jornada. Temos uma aventura fantástica pela frente e esse novo formato nos dará a chance de explorar mais profundamente esse personagem.”

Além de Diego LunaAlan Tudyk confirmou que também voltará à saga reprisando seu papel como K-2SO.

“Diego Luna é uma das minhas pessoas favoritas no planeta. Eu sei o que eles estão fazendo, e é muito emocionante. Nós conversamos sobre isso.”, disse Tudyk ao Comic Book. “É um prelúdio. Eu amo esses caras, eu amo.”

A série será lançada na Disney+ e estreia somente em 2021.

Aproveite para assistir:

Lembrando que a saga conrtinua com Star Wars: A Ascensão Skywalker’, que estreia em 19 de dezembro nos cinemas nacionais.

Assista ao trailer:

O grandioso elenco conta com Daisy RidleyAdam DriverJohn BoyegaOscar Isaac, Lupita Nyong’o, Domhnall GleesonKelly Marie TranJoonas SuotamoBillie LoudNaomi AckieRichard E. GrantKery Russell e os veteranos Mark Hamill e Billy Dee Williams.

Carrie Fisher também aparecerá como a General Leia Organa através do uso de imagens nunca antes divulgadas de ‘O Despertar da Força‘.