Quando Toy Story estreou em 1995, os fãs se divertiram com interpretações de diversos brinquedos conhecidos em perspectivais totalmente originais. Nos filmes subsequentes, a franquia continuou a entregar ao público uma gama considerável de novos personagens – mas, infelizmente, vários deles não chegaram ao corte final.

Em recente coletiva de imprensa, o diretor Josh Cooley, que fica responsável por Toy Story 4’, revelou que ele e o produtor Jose Riviera optaram por cortar um horrendo Papai Noel da lista de coadjuvantes.

“Há um que eu realmente sinto falta”, Cooleu comentou. “Nós fomos a várias lojas de antiguidade para pegar referência. Cada uma delas tinha uma seção de Natal. E sempre havia um Papai Noel em que você apertava o botão e ele dançava ou cantava. Então precisávamos ter ele no filme. Lembra-se de quando eles entram na loja e veem Creepy e o gato? Alguém iria dizer, ‘os brinquedos realmente parecem desesperados aqui’. E aí você ouviria, ‘é a temporada do desespero’. E atrás deles, teria um daqueles Papais Noéis escondido nas sombras”.

Segundo o site BoxOfficePro, a quarta iteração da clássica franquia tem chances de arrecadar entre 105 a 130 milhões de dólares em seu primeiro final de semana – e isso apenas nos Estados Unidos! As previsões levam em consideração as expectativas criadas com os teasers e os trailers, bem como o constante marketing dos estúdios para promover o longa.

Aproveite para assistir:

Dirigido por Josh Cooley, esse é o seu primeiro longa-metragem.

Quando Bonnie leva os brinquedos em sua viagem com a família, Woody acaba se dispersando inesperadamente e se juntando à sua amiga Bo Peep, que com seu espírito aventureiro e depois de anos na estrada já esconde seu delicado exterior de porcelana. Woody e Bo, que são totalmente diferentes quando se trata da vida como um brinquedo, logo percebem que esse é o menor dos seus problemas.

O longa será lançado nos cinemas nacionais no dia 20 de junho.

Comentários

Não deixe de assistir:

SE INSCREVA NO NOSSO CANAL DO YOUTUBE