O novo Pânico estreia nos cinemas nacionais dia 13 de Janeiro de 2022 e além de trazer de volta o elenco original, a produção ainda apresentará uma leva de jovens atores que estão começando a traçar suas carreiras em Hollywood.

Entre os novos membros do elenco estão Jack Quaid (‘The Boys’), Jenna Ortega (‘Você’) e Melissa Barrera (‘Em um Bairro de Nova York’). E durante uma entrevista ao editor-chefe do CinePOP, Renato Marafon, o trio comentou sobre a experiência de poder fazer parte de uma das mais amadas franquias de terror.

Para Jenna Ortega, poder trabalhar no renascimento da saga foi como viver uma aventura dentro de um parque de diversões.

“Todos os dias em que estávamos no set, pensávamos: ‘Gente, estamos fazendo parte de Pânico’, é algo tão grande. A sensação é como se estivéssemos nos parques da Disney, tudo é tão incrível, tão fascinante. Não importa o que estivéssemos gravando ou fazendo, sempre havia aquele sentimento de encantamento, que eu ainda sinto até hoje. Eu fico me beliscando sempre por não acreditar, é sensacional. E nada vai conseguir estragar o que essa experiência significa pra mim”.



Já a atriz Melissa Barrera surpreendeu ao revelar que estrelar um film de terror pode ser muito mais tranquilo e suave do que a audiência normalmente esperaria. Mas mesmo em meio a um constante clima de descontração, um elemento chave da franquia continua sendo bem assustador para ela, conforme ponderou:

Aproveite para assistir:

“O que me marcou foi descobrir o quão divertido é fazer um filme de terror. Na verdade é muito legal, leve e engraçado, estamos rindo o tempo todo. Mas ao mesmo tempo, na primeira vez que cheguei ao set e fui provar o meu figurino e haviam todas as araras com as peças de todos os personagens, ali estava também a máscara do Ghostface e eu fiquei com muito medo, eu não esperava me sentir assim. Nós sabemos que haverá uma pessoa usando aquela máscara em cena, mas só de ver aquele objeto ali sozinho, pendurado na arara, foi inesperado. A máscara por si só é bastante intimidadora, é insano”.

Já o astro David Arquette compartilhou com o CinePOP o seu entusiasmo em poder voltar ao papel do xerife Dewey, salientando que o novo capítulo será surpreendente.



De acordo com o protagonista, a vindoura produção será um genuíno renascimento da saga cinematográfica, à medida em que honra o aclamado trabalho do cineasta Wes Craven.

“Os fãs podem esperar uma série de coisas que já amam dos primeiros filmes, em uma experiência que será totalmente nova. Os diretores realmente amam os longas originais e fazem um tributo ao passado. Mas este é genuinamente um renascimento e um novo Pânico, em cima do que aprendemos com o passado. Vai ser algo muito emocionante para os fãs, será lindo e vai assustar o público pra caramba!”

Ao longo do bate-papo, o ator ainda comentou sobre como foi voltar ao set de ‘Pânico‘ pela primeira vez sem Wes Craven no comando da direção. Arquette desabafou sobre a perda do diretor – que faleceu em 2015 em virtude de um câncer no cérebro -, ponderando que o próximo filme faz um tributo à sua trajetória na franquia.

“É muito triste o mundo ter perdido o Wes e estar de volta a um set que pertence a algo no qual ele foi fundamental para a criação. Isso também faz com que tudo nesse novo filme seja bem tocante. É muito bem saber que os diretores Matt Bettinelli-OlpinTyler Gillett estão carregando o seu legado. E eles são dois diretores incríveis e que foram inspirados pelo Wes, o que é também uma evidência de quem o Wes foi e do quanto ele impactou tantos cineastas. Então eu acho que os dois fazem justiça a Crave, assim como também aprenderam muito com ele. Mas além disso, eles estão trazendo sua própria e única sensibilidade para o projeto, eles criaram algo original”.

O elenco conta com o retorno de Neve CampbellDavid ArquetteCourteney Cox e Marley Shelton, além de introduzir os novatos Melissa BarreraDylan MinnetteJenna OrtegaMason GoodingKyle Gallner, Jack Quaid, Jasmin Savoy BrownMikey Madison.

Matt Bettinelli-OlpinTyler Gillett são os diretores.



O primeiro filme da franquia estreou em 1996 e tornou-se um clássico instantâneo e revolucionário que misturou elementos do terror slasher com a metalinguagem cinematográfica. Dirigido por Wes Craven e roteirizado por Kevin Williamson, a trama focava em um serial killer mascarado conhecido pelo nome de Ghostface, que utilizava bordões e um assustador conhecimento sobre produções do gênero para perseguir suas vítimas.

Juntas, as quatro iterações arrecadaram mais de 608 milhões de dólares nas bilheterias mundiais.  


 

COMENTÁRIOS

Não deixe de assistir: