O ator Robert Downey Jr. não queria filmar aquela cena icônica de ‘Vingadores: Ultimato‘ em que Tony Stark estala os dedos e diz: “Eu sou o Homem de Ferro”.

Quando os Irmãos Russo e Kevin Feige estavam decidindo o que fazer, essa opção parecia impossível. Eles tiveram que debater o que o Homem de Ferro diria durante os momentos finais da luta contra Thanos. Downey provavelmente ainda estava lidando com o choque de ser seu último filme.

“Robert estava me contando quando descobriu que queríamos voltar e filmar uma nova versão de, sem dúvida, a cena mais emocionante, a princípio, e ele não queria fazer isso”, revelou Feige no livro ‘A história dos estúdios da Marvel’.

“Quero dizer, não é o tipo de coisa que você consegue com muita facilidade. Então, sim, foi um desafio para Robert ter que fazer isso. Era difícil para ele entender especificamente onde estávamos com a narrativa. Quando você está na sala de edição, trabalhando todos os dias com o material, tem um entendimento profundo com ele. Você explorou de todas as maneiras possíveis. Não significa que uma nova ideia não possa atingir você. Nesse ponto, estávamos realmente certos do que [a cena] precisava daquela frase”, disse Anthony Russo.



Durante uma sessão de perguntas e respostas em 2019, Joe Russo falou sobre como chegaram à decisão de fazer com que Robert Downey Jr. dissesse essa frase em particular.

“Tony não diria nada naquele momento. E nós estávamos na sala de edição pensando, ‘Ele tem que dizer algo. Este é um personagem que viveu e morreu com graça. E simplesmente não podíamos, tentamos um milhão de últimas frases diferentes. Thanos estava dizendo, ‘Eu sou inevitável.’ E nosso editor Jeff Ford, que está conosco nos quatro filmes e é um contador de histórias incrível, disse: ‘Por que não fechamos o círculo e dizemos que sou o Homem de Ferro?’ E nós pensamos, ‘Peguem as câmeras! Temos que filmar isso amanhã.” 

Aproveite para assistir:



COMENTÁRIOS

Não deixe de assistir: