As 10 Melhores Cenas de ORPHAN BLACK

As 10 Melhores Cenas de ORPHAN BLACK

COMPARTILHE!

Infelizmente, os fãs da série de John Fawcett (Lost Girl) e Graeme Manson (Uma Garota de Sorte) se despediram das sestras (Tatiana Maslany) no sábado dia 12. Portanto, agora só resta maratonar tudo novamente para superar o luto. Em vista disso resolvi escrever um especial bom pra caramba com as 10 melhores cenas desses cinco anos.

Desde já informo que é uma tarefa muito difícil ao considerar que a série possui diversos momentos que merecem estar aqui.

  1. Sarah encontra Beth

Vamos combinar que a primeira cena de Orphan Black é incrível. Poucas produções televisivas conseguem realizar uma primeira impressão tão impactante quanto esta. É transparente as emoções das duas personagens ao se encontrarem. O susto de Sarah e a tristeza no olhar de Beth. Vamos rever:




  1. Sarah e Helena roadtrip

Uma das minhas coisas favoritas em Orphan Black é como eles conseguem criar cenas leves em meio ao caos que as sestras passam. É aquele momento em que o telespectador e os personagens conseguem relaxar um pouco e se divertir. É inegável que Helena, Alison e Donnie (Kristian Bruun) são, quase sempre, os protagonistas destas que mais arrancam risadas do público.

A roadtrip da Sarah e Helena é, sem dúvidas, um dos momentos que todos vão sempre guardar no coração.

  1. Sarah e Beth na ponte

Vocês choraram nesta cena? Porque olha, chorei e não foi pouco. É um dos momentos mais marcantes da quarta temporada, o episódio inteiro, na verdade. O telespectador se depara com o outro lado de Sarah Manning, este que até então não tinha sido mostrado completamente. É incrível como Tatiana Maslany consegue passar todas as emoções através da incrível atuação que faz. Sinceramente, ouvir Beth dizer “há muito mais do que biologia entre nós, Sarah (...) você sente isso também.”, é motivo para darmos as mãos e chorar: “nos una novamente, Sarah, nós precisamos de você”, ou seja, faça o que eu não consegui fazer.

  1. A morte de Kendall Malone

Olha, se tem uma personagem capaz de fazer qualquer fã de Orphan Black chorar é a Cosima. Assim como Sarah, a geek monkey favorita do público é a mais envolvida em toda a situação com a Neolution. Por esta razão, sempre nos deparamos com a mesma em situações arriscadas ou de pura tensão. É triste ver Kendall Malone (Alison Steadman) ser morta, mais triste ainda assistir a forma como isso acontece. Mas quando Niehaus quebra e chora ao ouvir sobre a “morte” de Delphine (Evelyne Brochu), é o momento em que os fãs que usam óculos precisam retirar para limpar. Que dor, gente!

  1. O reencontro de Cosima e Delphine

Os fãs de Cophine tiveram que segurar a emoção para não sair gritando e chorando pela rua a fora com o reencontro mais esperado de toda a quarta temporada. Primeiro, Delphine está viva, o que já é motivo para gritar/chorar. Segundo, que cena incrível protagonizada por Tatiana Maslany e Evelyne Brochu. As duas atrizes fizeram um trabalho fenomenal e digno dos telespectadores que acompanharam durante quatro anos o relacionamento das duas. É de transbordar amor um momento desses, bicho!

  1. Desafie-os

Já que estamos falando de Cosima e Delphine, não poderia deixar de citar uma das melhores cenas da quinta temporada, do casal e também da série como um todo. A conversa, após o jantar mais constrangedor no qual o público esteve (vocês sabem do que estou falando), mesclado com o flashback do momento após a sestra contar para a francesa que estava doente, é uma das mais bem montadas de toda a série. O diálogo, a atuação, a direção, a produção como um todo é de arrepiar a epiderme e fazer qualquer um sentir a intensidade do que aquilo representa. É muito amor por Cophine, viu!

  1. A morte de Siobhan

Está aí o momento em que mais chorei de toda a série, a morte da S. (Maria Doyle Kennedy). Durante os cinco anos de série, Kennedy se comprometeu em entregar uma atuação de primeira e fazer todos os telespectadores se apaixonarem pela personagem dela. Siobhan Sadler é a mãe de todas as sestras, afinal, esteve presente para elas quando precisaram (até a Rachel). E dói vê-la ser morta pelo Ferdinand (James Frain), ao mesmo tempo em que causa alegria vê-lo morrer com um tiro dado por ela. É marcante quando a mesma segura o retrato de Felix (Jordan Gavaris) e Sarah, e diz por uma última vez: “Chickens”. Obrigada, Maria Doyle Kennedy!

  1. Alison e Donnie twerk

Como disse anteriormente, Alison e Donnie presentearam os fãs de Orphan Black com cenas divertidíssimas e vamos combinar que o twerk é um dos melhores momentos, não só da terceira temporada, como desses cinco anos. Por favor, precisamos de um reality show do casal mais descolado do subúrbio.

Vem comigo conferir esta versão abrasileirada da cena:

  1. Última cena das sestras

A última cena com todas as sestras reunidas é leve, delicada e emocionante, como todos poderiam esperar. Ver Sarah admitir que não sabe ser feliz, Cosima, Alison e Helena compartilhar os erros que cometem com os filhos (ou em não querer ter filhos) e a realização no rosto da clone não monitorada de que agora ela tem uma família, é para aquecer o coração. Honestamente, as cenas que mais gosto em Orphan Black, normalmente, (se não são da Helena sozinha me fazendo rir) são quando todas as clones se reúnem. É impossível não amar essas quatro mais o brother sestra.

  1. O nascimento dos gêmeos

É intensidade que vocês querem? É chorar como se não houvesse amanhã que vocês querem? É ficar feliz e ao mesmo tempo triste que vocês querem? TOMA ESSA CENA PARA VOCÊS! É lindo, é nostálgico (o flashback da S. com a Sarah) e é de fazer soluçar até não ter mais líquido no organismo para eliminar enquanto chora. Vamos combinar que o nascimento dos bebês milagrosos é uma dos mais lindos de todas as cinco temporadas. Vamos chorar de novo, por favor!

Menções Honrosas:

. Clone Dance

Como não amar uma cena com todas as sestras e o brother sestra juntos dançando? É a leveza que Orphan Black consegue trazer no meio de toda tensão. É difícil não amar essa série, viu.

. Krystal conhece Sarah

Vamos combinar que qualquer cena em que a Krystal aparece no meio já é motivo para dar risada antes mesmo de começar. E ela ao encontrar Sarah dizer que a mesma não tem absolutamente nada a ver consigo, é um dos momentos mais engraçados que os fãs poderiam pedir. Por favor, queremos o canal do youtube da Krystal para ontem!

. Helena carrega um cervo morto

Vou ser bem sincera com vocês: esta é a minha cena favorita de todas as cenas de Orphan Black. Diga-me: como não amar a Helena? A mulher consegue sobreviver no meio do nada, carregar um cervo morto enquanto está grávida e até mesmo matar a Coady (Kyra Harper) no meio do trabalho de parto. Gente, o que o público desta série fez para merecer uma personagem tão incrível assim? Vamos erguer as mãos e dar glória ao Cosmo!

-//-

Bom, #CloneClub, espero que tenham gostado e por favor, comentem quais cenas não estão aqui no especial que vocês consideram parte da seleção de melhores dessa série que mal acabou e a gente continua chorando pacas.

That’s all folks!





Inscreva-se em nosso canal e receba conteúdo exclusivo » https://goo.gl/mPcJ5c