Os 10 Melhores Filmes Pós-Apocalípticos

Os 10 Melhores Filmes Pós-Apocalípticos

COMPARTILHE!
Os 10 Melhores Filmes Pós-Apocalípticos
Avaliação: 4.85 - 20 votos

Desde a gênese da ficção cientifica, escritores lendários como H. G. Wells, Isaac Asimov e Júlio Verne já falavam sobre o nosso mundo ser ameaçado por elementos físicos, paranormais e nucleares. Como também discutiam a respeito da reconstrução do planeta, caso tal fato viesse ocorrer. Como é sabido, a curiosidade do público em geral sobre o tema sempre foi presente, tanto na literatura quanto no cinema.

A sétima arte, principalmente, sempre foi terreno fértil para o então subgênero sci-fi, chamado de pós-apocalíptico. O estilo praticamente foi consolidado nas telonas, foi lá que a grande massa refletiu sobre o nosso futuro. Em todo caso, o interesse pelo desconhecido é algo que faz parte da essência humana. Nem sempre este fora retratado de maneira negativa, ainda que, geralmente, nossa raça quase sempre acabou extinta ou muitas vezes foi procurar recursos para sobrevivência em outros mundos.

Recentemente, chegou aos cinemas Mad Max: Estrada da Fúria, mais um ótimo exemplar do gênero. Aliás, a franquia de George Miller é uma das mais importantes da vertente e gerou inúmeros filhotes ao passar dos anos. E para comemorar o lançamento do longa, o CinePOP fez uma lista com os títulos mais comentados do estilo. Indique também seus favoritos.




10 – Ensaio Sobre Cegueira (2008)

31

Uma inédita e inexplicável epidemia de cegueira atinge uma cidade. Chamada de “cegueira branca”, já que as pessoas atingidas apenas passam a ver uma superfície leitosa, a doença surge inicialmente em um homem no trânsito e, pouco a pouco, se espalha pelo país. À medida que os afetados são colocados em quarentena e os serviços oferecidos pelo Estado começam a falhar as pessoas passam a lutar por suas necessidades básicas, expondo seus instintos primários. Nesta situação a única pessoa que ainda consegue enxergar é a mulher de um médico (Julianne Moore), que juntamente com um grupo de internos tenta encontrar a humanidade perdida. Uma longa de Fernando Meirelles deveras interessante.

9 – Eu Sou a Lenda (2007)




dvd-duplo-eu-sou-a-lenda-edico-especial-original-novo-14683-MLB232024752_3134-F

Um terrível vírus incurável, criado pelo homem, dizimou a população de Nova York. Robert Neville (Will Smith) é um cientista brilhante que, sem saber como, tornou-se imune ao vírus. Há 3 anos ele percorre a cidade enviando mensagens de rádio, na esperança de encontrar algum sobrevivente. Robert é sempre acompanhado por vítimas mutantes do vírus, que aguardam o momento certo para atacá-lo. Paralelamente ele realiza testes com seu próprio sangue, buscando encontrar um meio de reverter os efeitos do troço. O conto original é mais seminal, mas a adaptação hollywoodiana simula bem a ideia.

8 – Extermínio (2010)

Exterminio-28-Days-Later-800x500

Após invadirem um laboratório de pesquisas em macacos, um grupo de ativistas encontra chimpanzés presos em gaiolas diante de telas que exibem continuamente cenas de extrema violência. Ignorando os avisos de um cientista que trabalha no local de que os macacos estariam infectos, os ativistas decidem libertá-los. Assim que são soltos os macacos atacam todos aqueles à sua volta, em verdadeiros ataques ensandecidos. 28 dias após este acontecimento desperta do coma em um hospital de Londres Jim (Cillian Murphy). Completamente confuso e estranhando a ausência de pessoas nas ruas, Jim nada sabe sobre o ocorrido e se esconde após encontrar diversos cadáveres e seres monstruosos, infectados pelo vírus disseminado. Danny Boyle num dos mais inventivos filmes de zumbis.

7 – A Estrada (2009)

a-estrada

O mundo foi destruído há mais de 10 anos, mas ninguém sabe o que exatamente aconteceu. Como resultado, não há energia, vegetação ou comida. Milhões de pessoas morreram, devido aos incêndios, inundações ou queimadas que se seguiram ao cataclismo. Neste contexto vivem um pai (Viggo Mortensen) e seu filho (Kodi Smit-McPhee), que sobrevivem de quaisquer alimentos e vestuário que conseguem roubar. Apesar dos contratempos, eles seguem viagem pela estrada, sempre rumo ao oeste dos Estados Unidos. John Hillcoat nos entrega uma baita surpresa com esse filme.

6 – A.I. Inteligência Artificial (2001)

Cinemascope-inteligência-artificial-3

Na metade do século XXI, o efeito estufa derreteu uma grande parte das calotas polares da Terra, fazendo com que boa parte das cidades litorâneas do planeta fiquem submersas. Para controlar este desastre ambiental a humanidade conta com o auxílio de uma nova forma de computador independente, com inteligência artificial, conhecido como A.I. É neste contexto que vive o garoto David Swinton (Haley Joel Osment), que irá passar por uma jornada emocional inesquecível. A união de Kubrick e Spielberg podia ter gerado algo maior e melhor, mas, ainda assim, temos aqui ideias futuristas fascinantes.

5 – WALL·E (2008)

Wall-E_Cubecolors

Após entulhar a Terra de lixo e poluir a atmosfera com gases tóxicos, a humanidade deixou o planeta e passou a viver em uma gigantesca nave. O plano era que o retiro durasse alguns poucos anos, com robôs sendo deixados para limpar o planeta. Wall-E é o último destes robôs, que se mantêm em funcionamento graças ao auto-conserto de suas peças. Sua vida consiste em compactar o lixo existente no planeta, que forma torres maiores que arranha-céus, e colecionar objetos curiosos que encontra ao realizar seu trabalho. Até que um dia surge repentinamente uma nave, que traz um novo e moderno robô: Eva. A princípio, Wall-E logo se apaixona pela recém-chegada. A obra mais ambiciosa da Pixar. Um jovem clássico.

4 – Os 12 Macacos (1995)

final-do-post

No ano de 1997, a humanidade foi devastada por um vírus. O presidiário James Cole (Bruce Willis) aceita voltar ao passado para tentar descobrir a origem do vírus mortal. Lá, ele é tido como louco e o filme mostra a sua tentativa de descobrir a origem do vírus e de convencer a psiquiatra Kathryn Railly (Madeleine Stowe) da veracidade da sua história. A médica, pouco a pouco, coleta evidências que demonstram que a história contada por James pode ser real e tenta ajudá-lo na sua missão. É um filme extremamente complexo, mas bastante sutil. Terry Gilliam está inspiradíssimo.

3 – Filhos da Esperança (2006)

filmes-3563-fotos-childrenofmen_15

Não se sabe ao certo o motivo, mas as mulheres não conseguem mais engravidar. O mais novo ser humano morreu aos 18 anos e a humanidade discute seriamente a possibilidade de extinção. Theodore Faron (Clive Owen) é um ativista aposentado desiludido que se tornou um burocrata e que vive em uma Londres arrasada pela violência e pelas seitas nacionalistas em guerra. Procurado por sua ex-esposa Julian (Julianne Moore), Theodore é apresentado a uma jovem que misteriosamente está grávida. Eles passam a protegê-la a qualquer custo, por acreditar que a criança por vir seja a salvação da humanidade. Uma obra-prima de Alfonso Cuarón, que mistura drama e ficção cientifica.

2 – Mad Max 2: A Caçada Continua (1981)

mad-max-2

É claro que Mad Max não podia ficar de fora. Na história, a disputa pelo petróleo acabou gerando uma guerra entre as potências mundiais de proporções catastróficas. As cidades entraram em colapso. O planeta se torna uma terra deserta e sem lei. Os remanescentes, desordeiros motorizados viajam sem controle em uma terra árida, buscando o mais escasso bem, a gasolina. Quem a possui tem o controle dessa terra devastada. Esta é a sociedade do futuro e em meio disso vaga Max (Mel Gibson) um homem sem rumo, remoendo as dores do seu passado após perder sua família e o parceiro de polícia. Max segue por essa terra em seu potente Ford Falcon V8 envenenado percorrendo as estradas e rindo na cara do perigo. Efeitos práticos impressionantes que traz enormes veículos em perseguições devastadoras, onde muitos deles explodem nos entraves.

1 – O Planeta dos Macacos (1968)

large-planet-of-the-apes-blu-ray1

Este é sem dúvidas um dos longas mais curiosos do gênero. Na trama baseada no livro de Pierre Boulle, uma nave espacial lançada da Terra viaja à velocidade da luz com quatro tripulantes, voluntários da missão que tenta provar que nessas condições o tempo passaria mais devagar para eles do que para quem ficou no planeta. Ao despertarem de uma hibernação induzida depois de uma viagem de 18 meses de seu tempo, o comandante Taylor (Charlton Heston) comprova que na Terra já teriam se passado dois mil anos e que a teoria estava correta. Quando chegam à terra firme, os astronautas, a princípio, não encontram sinais de vida inteligente; Depois eles encontram os primeiros nativos, homens selvagens que não falam e que roubam seus equipamentos e roupas. Os astronautas descobrem outra espécie nativa: violentos macacos que falam, se locomovem usando cavalos e atiram com rifles e não demonstram qualquer piedade ao matarem os humanos que encontram. Em suma, é um filme que marcou a sétima arte e por assim o subgênero.

Menção honrosa: O Livro de Eli (2010)

O Livro de Eli1(1)

Em um futuro não muito distante, 30 anos após o término da última guerra. Eli (Denzel Washington) é um homem solitário, que percorre a América do Norte devastada. Ele apenas deseja paz, mas ao ser desafiado não foge à luta. Seu principal objetivo é proteger a esperança da humanidade, a qual guarda consigo há 30 anos, sendo que para tanto faz o que for preciso para sobreviver. O único que compreende seu intento é Carnegie (Gary Oldman), o autoproclamado déspota de uma cidade repleta de ladrões. Ao mesmo tempo Solara (Mila Kunis), a filha da companheira de Carnegie (Jennifer Beals), fica fascinada com Eli pela possibilidade de que ele lhe mostre o que há além dos domínios que conhece. Só que Carnegie está disposto a impedir sua cruzada, para recuperar Solara e também conseguir o valioso objeto que Eli protege.

Curta nossa ENTREVISTA com a Milla Jovovich:



» Siga o CinePOP no Facebook e no Twitter para saber todas as notícias sobre cinema! «