A Casa Sombria‘ já se tornou um sucesso de público e crítica, sendo elogiado por abordar o terror por meio de uma perspectiva mais psicológica, emocional e intelectual.

E o produtor David Goyer refletiu sobre a essência da produção e o que a torna tão assustadora e identificável com a audiência.

Para ele, o luto da protagonista acaba sendo usado como uma ferramenta poderosa na construção da tensão da narrativa:

“O que é particularmente assustador sobre o filme é que as forças que atacam Beth estão se aproveitando de seu luto – usando esta ferida para entrar em seu mundo. E a habilidosa performance de Rebecca solidifica tudo isso”. 

Abordando outros assuntos correlacionados como depressão, autodestruição e a santidade dos relacionamentos, o filme desenvolve o seu terror a partir de um desconforto mental, brincando com a ideia do que é real e do que é “psicológico”.



O diretor David Brucker descreveu o longa como sendo “uma história misteriosa e angustiante de desvendamentos; um labirinto em que você entra por sua própria conta e risco”.

Confira um clipe oficial do filme:

Aproveite para assistir:

Vale lembrar que o terror já está em exibição nos cinemas nacionais!



No Rotten Tomatoes, o longa conquistou surpreendentes 86% de aprovação, com nota média 7.10/10 baseada em 183 reviews. Segundo o consenso geral, “liderado pela performance arrepiante de Hall, [o filme] oferece um horror atmosférico que nos envolve intelectual e emocionalmente”.

Confira os principais comentários abaixo:

“A performance de Hall […] sustenta e eleva esse incrível filme de terror do diretor David Bruckner” – San Jose Mercury News.

“Hall está em cena em quase todos os minutos do filme, e está sempre interessante” – Minneapolis Star Tribune.

“Hall comanda cada momento desse thriller psicológico – e me fez olhar para trás no estacionamento” – The Curvy Film Critic.

“Hall é a responsável pelo clímax. […] Ela suaviza todos os problemas. Ela vai te guiar [pelo filme]” – Times (UK).

“Hall intensifica o que poderia ser apenas outra mulher com uma lanterna em uma casa mal-assombrada” – Chicago Tribune.



David Bruckner (‘O Ritual’) fica responsável pela direção.

Ainda abalada pela morte inesperada de seu marido, Beth (Hall) fica sozinha numa casa à beira do lago que ele construiu para ela. Tentando se estabelecer na casa, ela começa a surtar por conta de estranhos pesadelos. Sentindo-se atraída por visões uma figura que chama por seu nome, Beth começa a vasculhar os pertences do marido na busca por respostas.

O elenco também conta com Sarah Goldberg, Evan Jonigkeit, Stacy Martin e Vondie Curtis Hall.


Comentários

Não deixe de assistir: