A cerimônia do Oscar costuma ser muito “ame ou odeie”. Há quem não suporte ver a premiação e há quem não perca uma edição sequer do prêmio. Fato é que o Oscar pode não ser unanimidade, mas é a principal premiação para o público. Vencer a estatueta dourada é um prestígio enorme, ainda mais nas categorias principais. O troféu mais cobiçado é o de melhor filme. A disputa é sempre intensa e costuma alavancar o vencedor a um status altíssimo. Em tempos de pandemia, os streamings vêm sendo a alternativa para quem sente falta dos cinemas. Então, garimpamos o acervo do Amazon Prime Video e listamos todos os vencedores do Oscar de Melhor Filme disponíveis no catálogo. Confira!

 

Green Book: O Guia (2019)



O grande vencedor da penúltima edição do Oscar é um dos chamarizes do Amazon Prime Video. A trama conta a história de amizade entre o motorista racista, Tony Lip (Viggo Mortensen), e o músico negro, Doctor Shirley (Mahershala Ali). Baseado em uma história real, o filme sofreu críticas por romantizar o comportamento racista, e também foi muito elogiado pela atuação fantástica de Mahershala Ali.

 

O Artista (2012)

O campeão do Oscar 2012 foi este filme mudo francês que prestava uma grande homenagem ao cinema dos anos 1930. Estrelado por Jean Dujardin, O Artista é uma comédia romântica sobre um astro do cinema mudo que vê a carreira ser posta em risco pela chegada dos filmes com som.

Aproveite para assistir:



 

O Discurso do Rei (2011)

Dirigido por Tom Hooper, O Discurso do Rei conta a história do Príncipe Albert, que é o próximo na linha de sucessão ao trono da Inglaterra, mas ele tem um problema com a fala: ele é gago. Então, o fonoaudiólogo Lionel Logue (Geoffrey Rush) é chamado para ajudá-lo a solucionar esse problema. Dessa relação nasce uma bela amizade.



 

Guerra ao Terror (2010)

Com a elogiadíssima direção de Kathryn Bigelow, Guerra ao Terror levou a estatueta na cerimônia de 2010 por mostrar um grupo de soldados americanos que estava a poucos dias de deixar o Iraque para retornar para casa. O problema é que uma série de infortúnios acontecem nesse meio tempo, e os soldados precisam se manter vivos.

 

O Senhor dos Anéis: O Retorno do Rei (2004)



Vencedor de absurda 11 estatuetas do Oscar, O Senhor dos Anéis: O Retorno do Rei detém o recorde, junto a Titanic e Ben-Hur (1959), de mais prêmios ganhos em uma única edição do Oscar. O filme encerra a trilogia original da Terra Média, mostrando o destino do Um Anel e respondendo se o terrível Sauron conseguiu ou não instaurar um reinado de terror sobre as terras místicas da Terra Média.

 

Forrest Gump: O Contador de Histórias (1995)

Estrelado pelo brilhante Tom Hanks, o filme conta a história da vida de Forrest Gump, um homem mentalmente debilitado que vivencia e influencia diversos eventos da história americana, enquanto tenta encontrar seu espaço no mundo, a felicidade e Jenny, seu grande amor de infância.

 


Um Estranho no Ninho (1976)

Baseado em um livro homônimo, o filme mostra o presidiário Randall McMurphy (Jack Nicholson) se fingindo de doente mental para evitar os trabalhos e a repressão policial da cadeia. No entanto, ao chegar ao hospício, ele vai perceber que a vida de louco não é tão fácil quanto ele pensava que fosse, e logo Randall começa a sofrer a repressão dos enfermeiros. Então, em meio aos “loucos”, ele vai usar sua lábia para começar uma revolução.

 

O Poderoso Chefão: Parte 2 (1975)

Uma continuação tão boa quanto o original, O Poderoso Chefão: Parte 2 foca em Michael Corleone (Al Pacino) como chefe da família, enquanto apresenta a história de Vitu Andolini (Robert De Niro) até ele se tornar Don Vitu Corleone.

 

O Poderoso Chefão (1973)

Considerado por muitos como o melhor filme da história, O Poderoso Chefão é o maior clássico de Francis Ford Coppola. Na trama, acompanhamos a trajetória de Don Corleone (Marlon Brando) no controle da máfia. Respeitado, ele comanda uma enorme rede de favores e mantém os “negócios” da família.

Comentários

Não deixe de assistir:

🚨 INSCREVA-SE NO NOSSO CANAL DO YOUTUBE 🚨http://bit.ly/CinePOP_Inscreva