A emissora The CW cruzou novas fronteiras com sua série ‘Batwoman‘, ao introduzir seu primeiro personagem não-binário em seu mais recente episódio, intitulado “Gore on Cavas” – exibido no último domingo (22).

A novidade foi compartilhada pelo próprio roteirista Daniel Thomsen, por meio de sua conta oficial no Twitter. Na ocasião, ele refletiu sobre este importante marco e sobre a oportunidade que lhe fora dada de romper paradigmas com um personagem tão representativo.

Em um trecho da sua publicação, Thomsen ponderou:

“No episódio desta noite de Batwoman, Caroline [Dries, showrunner] me deu a oportunidade de apresentar um personagem não binário. Há uma linda bagunça na fase de transformação juvenil queer que pode acabar sendo pisoteada, quando nos sentimos pressionados a adotar uma identidade/expressão de gênero fixa. A vida é longa e imprevisível e a evolução do eu deve ser celebrada. Como escritor, há muito tempo queria adicionar um personagem à conversa e que sabe que merece uma rica jornada para encontrar a felicidade, mesmo que não saiba exatamente qual forma essa felicidade vai assumir. A diversão é chegar lá e o veículo é a confiança. Nós apenas arranhamos a superfície com este personagem esta noite, mas espero ver mais deles no futuro”.

Vale lembrar que a CW divulgou a promo oficial de “Do Not Resuscitate”, sexto episódio da 2ª temporada de Batwoman.



Na trama, “conforme o ferimento de Ryan Wilder fica mais severo, coloca em xeque a habilidade de Batwoman em proteger Gotham. O interesse em reproduzir o soro da Rosa do Deserto cresce e coloca as vidas de Mary e do Comandante Kane em perigo. Enquanto isso, Alice se reúne com um habitante antigo de Coryana, lidando com complicações inesperadas.

O capítulo vai ao ar no dia 28 de fevereiro.

Confira:

Aproveite para assistir:





No novo ano, Javicia Leslie dá vida a Ryan Wilder, uma mulher de 20 e poucos anos que está prestes a se tornar a Batwoman.

A personagem é descrita como “simpática, brincalhona e indomável. Ela não é nada como a Kate Kane, a mulher que usava o traje anteriormente. Sem alguém especial em sua vida, Ryan passou anos usando drogas, mascarando sua dor com hábitos ruins. Uma garota que roubaria leite de um gato de rua também é capaz de matar com suas próprias mãos, Ryan é o tipo mais perigoso de lutadora: altamente treinada e indisciplinada. Lésbica assumida. Atlética. E definitivamente não é o seu estereótipo de heroína”.

No Brasil, a série é exibida pela Warner Channel.

O elenco também conta com Meagan Tandy, Dougray Scott, Elizabeth Anweis, Camrus Johnson, Rachel Skarsten, Nicole Kang eGabriel Mann.



Comentários

Não deixe de assistir:

SE INSCREVA NO NOSSO CANAL DO YOUTUBE