O texto abaixo contém SPOILERS!

Shang-Chi e a Lenda dos Dez Anéis‘ já chegou aos cinemas, e o longa traz duas duas cenas de pós-créditos, ambas provocando o futuro do mestre das artes marciais (Simu Liu) na Fase 4 do MCU.

Depois de derrotar seu pai Wenwu (Tony Leung), o lendário líder da organização Dez Anéis, Shang-Chi é convocado por Wong (Benedict Wong) para conversarem sobre as armas místicas, que agora pertencem a ele.

A 1ª cena pós-crédito mostra Wong, Shang-Chi e Katy (Awkwafina) numa reunião com Carol Danvers (Brie Larson) e Bruce Banner (Mark Ruffalo), que analisa os anéis e questiona sua origem, já que não são feitos de Vibranium.

Banner pergunta a Danvers se seria tecnologia Chitauri, mas ela diz que os anéis não são feitos de nenhuma tecnologia alienígena que ela já tenha visto.



Quando Banner diz que os anéis são mais antigos do que um milênio, Wong acrescenta que a energia deles é tão poderosa que foi sentida na terra mágica de Kamar-Taj.

Danvers esclarece que quando Shang-Chi usou seus poderes a partir dos anéis, foi como acender um farol pela galáxia, e Banner conclui o pensamento, dizendo:

Aproveite para assistir:

“Eles estão enviando uma mensagem.”

“Uma mensagem para onde?” pergunta Shang-Chi… Mas a pergunta fica sem resposta.



Já a 2ª cena mostra a irmã de Shang-Chi, Xialing (Meng’er Zhang), assumindo os negócios da família como a novo líder dos Dez Anéis.

Xialing aparece num cômodo analisando alguns documentos e é chamada pelo vilão com lâminas no lugar das mãos visto no trailer e, em seguida, ela se senta no trono que pertencia a Wenwu.

No final, uma mensagem diz:

“Os Dez Anéis voltarão”.

Lembrando que Kevin Feige, diretor criativo do estúdio, já tem grandes planos para a criação de uma franquia do herói.

Em entrevista ao Comic Book, o cineasta disse Shang-Chi pode se tornar um personagem essencial para o futuro do MCU.

“Estou sempre confiante e nervoso em proporções iguais quando lançamos um novo filme. As primeiras reações me dão grande esperança de que todos queiram ver mais sobre os novos personagens que introduzimos no cinema. Parece que essa sensação está ampliada com o Shang-Chi. Nós certamente temos muitas ideias de onde levá-lo e onde colocá-lo.”



Ele continuou:

“O mais interessante é quando percebemos que o filme está funcionando, pois não perguntam apenas sobre o personagem-título, mas também dos coadjuvantes. E neste caso em particular, isso é animador, porque achamos que eles são espetaculares. Acreditamos que há um grande potencial nessa franquia e Shang-Chi pode ser essencial para o que estamos planejando.”

Pelo visto, Feige nutre uma grande ambição com as histórias de ‘Shang-Chi’, já que queria adaptar o personagem desde o início dos anos 2000, como revelou ao Rotten Tomatoes.

“‘Shang-Chi ‎‎é um personagem que estava na lista dos ‘Não seria ótimo se pudéssemos fazer um filme dele?’ Isso foi há uns vinte anos, provavelmente.”

Ele explicou o porquê, rendendo elogios à narrativa do Mestre do Kung Fu.


“É uma história incrível! Um jovem que percebe que seu pai é essencialmente um dos maiores vilões e criminosos do mundo. Como você lidaria com isso? Como você lida com isso quando é apenas uma criança? Como você evolui a partir disso?”

Feige disse que o diretor Destin Daniel Cretton (‘O Castelo de Vidro’) foi a escolha perfeita para o projeto por causa de sua formação com histórias intensas e por estar acostumado a trabalhar com orçamentos muito menores do que os blockbusters da Marvel.

“Essa foi uma grande e impulsionadora história que queríamos explorar algum dia. Procurar o cineasta ideia para fazer isso era muito importante e Destin [Daniel Cretton] foi essa pessoa. Ele é delicado e talentoso, sabe fazer mágica com pouca verba e sempre entregou seu melhor em produções que tiveram um custo mais baixo em comparação com os filmes da Marvel Studios. Acho que a visão dele sobre essa história de pai e filho foi a mais certeira que podíamos esperar.”

E aí, você também está empolgado para a nova aventura da Marvel?

Confira a nossa crítica:

Crítica | Shang-Chi – Marvel acerta novamente com filme envolvente, emocionante e com cenas de ação IMPRESSIONANTES

Dirigido por Destin Daniel Cretton, o filme também conta com Awkwafina, Tony Chiu-Wai Leung, Michelle Yeoh, Florian Munteanu, Fala Chen e Ronny Chieng.

Shang-Chi é o filho de um globalista com base na China que criou e educou o descendente dele em um recluso complexo chinês, treinando artes marciais e adquirindo habilidades insuperáveis. Quando ele tem a chance de entrar em contato com o resto do mundo, logo percebe que seu pai não é o humanitário que dizia ser, vendo-se obrigado a se rebelar.

O filme estreia em 2 de setembro nos cinemas.

Comentários

Não deixe de assistir: