A crise do Coronavírus obrigou diversas redes de cinema a fecharem suas portas para evitar a propagação do vírus, em consequência os estúdios estão adiando o lançamento de seus títulos mais aguardados.

Por conta disso, o público continua preocupado com a situação, já que não há previsão para a reabertura dos estabelecimentos.

Nas redes sociais, diversos os internautas publicaram mensagens para expressar a decepção de passarem meses sem aproveitar a experiência de ir ao cinema.

Confira as reações:





“Sinceramente, mal posso esperar pela reabertura dos cinemas.”

“Já esperava, mas continua decepcionante. Usem máscaras, pessoal. Sinto falta de ir ao cinema.”

Aproveite para assistir:



“Cara, sem previsão de estreias pelo resto de 2020.”

Por falar nisso, o analista financeiro Doug Creutz, da Cowen Inc, disse ao THR que diversas salas de cinema podem permanecer fechadas até meados de 2021.



“Com a expansão do COVID-19 nos EUA, o impacto na indústria cinematográfica deve ser prolongado. Acredito que os cinemas vão permanecer fechados até meados de 2021, em parte porque os estúdios não acham inteligente lançar filmes enquanto as pessoas estão com medo de ir ao cinema.”

Creutz afirmou que é pouco provável que os filmes lançados em 2020 consigam acumular bilheterias significativas.

“Anteriormente, acreditávamos que a propagação do vírus seria controlada rapidamente com as medidas de isolamento social. Mas acho que essa crise ainda pode se estender até o ano que vem. Estamos vivendo uma situação muito complicada. Toda vez que a quarentena é flexibilizada, novos casos de infecção são relatados.”

O analista também ressaltou que diversos estados dos EUA estão sendo criticados por conta da reabertura de espaços que podem se tornar focos de contaminação.

“Parques, cinemas e bares não são lugares ideais para frequentarmos no atual momento. O mais sensato é obedecer as normas propostas pelas autoridades porque não adianta apressar o crescimento da economia no meio da pandemia. É preciso ser realista e aceitar que nada vai voltar ao normal enquanto não houver um meio de controlar a evolução da doença.”


Anteriormente, o governador da Califórnia, Gavin Newsom, anunciou que todas as salas de cinema do estado serão fechadas novamente para evitar a propagação do vírus.

Os cinemas do estado estavam abertos desde 12 de junho como um dos planos iniciais para a recuperação da economia da Califórnia, que vinha registrando queda no número de infectados.

No entanto, diversos novos casos foram registrados no primeiro mês de abertura do comércio.

Até o momento, a Califórnia já registrou 364.000 casos de COVID-19 que resultaram em quase 7.490 mortes em apenas quatro meses.

Além dos cinemas, também serão interditados teatros, restaurantes, locais de entretenimento familiar, zoológicos, museus, salas de jogos e bares.

Confira:

Comentários

Não deixe de assistir:

🚨 INSCREVA-SE NO NOSSO CANAL DO YOUTUBE 🚨http://bit.ly/CinePOP_Inscreva