Conheça os novos filmes de Lupita Nyong'o – a Estrela do terror 'NÓS'

Conheça os novos filmes de Lupita Nyong'o – a Estrela do terror 'NÓS'


Uma das atrizes mais interessantes em atividade atualmente em Hollywood, a mexicana (filha de pais quenianos) Lupita Nyong´o quebra o molde dos padrões estabelecidos na indústria. Justamente por isso não emplacou em praticamente nenhuma produção depois de sua estreia em 12 Anos de Escravidão (2013), cuja performance lhe rendeu a vitória na categoria de coadjuvante no Oscar.

Poucas atrizes podem se gabar de ter tal honraria, e com Lupita o prêmio foi merecido. O fato só explicita o quando ainda é difícil para mulheres negras, mesmo renomadas, conseguirem bons papeis que fujam dos estereótipos. De sua vitória no Oscar pra cá, ela “apareceu” nos dois últimos Star Wars e em Mogli (2016) – em papeis virtuais, e como coadjuvante em Rainha de Katwe, da Disney.

Mas as coisas estão mudando. Pantera Negra revolucionou o mercado em vários aspectos e mostrou que um verdadeiro blockbuster encabeçado por atores negros pode dar, e muito, certo. E quando pensamos nos melhores atores negros da atualidade, dispensar Lupita Nyong´o é loucura. Agora, o terror Nós chega aos cinemas mundiais. O novo terror de Jordan Peele dá um verdadeiro presente para a atriz. Ryan Coogler (diretor de Pantera Negra) e Jordan Peele são dois grandes representantes atuais do novo cinema negro – que saiu do seu nicho para o mainstream escancarando portas. E ao que parece, Lupita foi abraçada de vez por Hollywood – como já deveria ter sido – e tem tudo para emplacar um filme de qualidade atrás do outro.

Pensando nisso, o CinePOP resolveu te colocar a par dos próximos projetos desta grande atriz vencedora do Oscar – uma verdadeira musa atual. Vem conhecer.

Aproveite para assistir:



Nós

Estreando neste fim de semana ao redor do mundo, incluindo aqui no Brasil (o que você está fazendo que ainda não foi ver? Corra! com o perdão do trocadilho), Nós continua a boa fase da atriz, iniciada ano passado com Pantera Negra. E ao que tudo indica, teremos muita Lupita nos cinemas daqui para a frente, como queríamos há muito tempo.

Em Nós, ela interpreta Adelaide Wilson, serena mãe de família, em viagem de férias para um local paradisíaco ao lado dos seus queridos. Santa Cruz, cidadezinha de praia, no entanto, reserva outros planos para esta família. Como um episódio de Além da Imaginação, logo os Wilson são visitados por versões de si mesmos, com intenções, digamos, malignas. Como Red, a gêmea má de sua personagem, Lupita dá um verdadeiro show de atuação, nos fazendo desde já torcer para alguma indicação a prêmio. Precipitado? Sonhar não custa nada e ela merece.

Little Monsters

Exibido no Festival de Sundance deste ano, onde tivemos a oportunidade de assisti-lo, Little Monsters traz Lupita em um novo filme de terror. Espécie de terrir, o longa apresenta a atriz no papel de uma professora colegial em excursão com seus alunos, se deparando com um evento cataclísmico. O filme do diretor Abe Forsythe utiliza o tema dos zumbis sob uma nova ótica, mostrando crianças infectadas atacando adultos – que se protegem da melhor forma possível. A obra conta ainda com Josh Gad no elenco. Little Monsters deve ser lançado em circuito ainda este ano, embora não tenha data definida.

Crítica | Little Monsters: Lupita Nyong’o estrela divertida e imprevisível comédia zumbi

Star Wars – Episódio IX

Como dito, Lupita Nyong´o está na nova trilogia de uma das franquias mais adoradas do cinema de todos os tempos. Mesmo não mostrando seu rosto e sem muitos saberem que ela está sequer em tais filmes, poder contribuir para a que é – uma das fortes concorrentes a maior franquia da sétima arte (ou a maior) – não deixa de ser um fato pra lá de louvável. Para quem ainda não sabe, nos mais recentes filmes, Lupita vive Mas Kanata, a criaturinha amarela que entrega alguns dos melhores segredos e que se apaixonou por Chewie.

Para criar a personagem, a atriz utiliza todo um trabalho de voz especial, além de suas expressões e ações através da técnica de captura de movimento. Basta esperar para saber o que foi reservado para o desfecho da personagem, já que trata-se de uma das produções mais secretas do ano. Episódio IX, que ainda não possui o título oficial divulgado, está em fase de pós-produção, com estreia programada para dezembro deste ano.

The Killer

Refilmagens comandadas pelo próprio diretor original não são novidade. E se ocorriam no universo do cinema cult – vide Michael Hanake em Violência Gratuita e Sebástian Lélio em Gloria -, agora chegam ao cinema de ação. Quem entra em cena novamente é o sumido John Woo (A Outra Face), que não filmava em Hollywood desde o fracasso de O Pagamento (2003), com Ben Affleck. Depois de lançar Caçadores de Homens (2017) em seu país natal – filme que tive a oportunidade de conferir no TIFF daquele ano -, o cineasta chinês retorna aos holofotes de maneira grandiosa, reeditando uma de suas maiores obras para o grande público.

Crítica | Manhunt – John Woo, o mestre da ação, está de volta e um pouco diferente

Estamos falando de O Matador (The Killer, 1989), protagonizado por Chow Yun-fat. Na trama, um matador com consciência pesada, aceita um último serviço a fim de levantar grana para a operação na vista de uma jovem, que ficou cega ao ser pega no meio de um tiroteio em um de seus trabalhos. Em fase de pré-produção, Lupita Nyong´o está vinculada ao projeto. Ainda não sabemos qual será sua personagem, que pode se revelar a jovem cega. Torcemos, no entanto, para que seja o papel principal do assassino, agora transformada em uma mulher. Porque sabemos o quanto Lupita pode ser durona. O filme ainda não teve sua data de lançamento revelada, mas tudo indica que seja para o ano que vem.

355

Igualmente em fase de pré-produção, este é um dos projetos mais interessantes dos próximos anos. Com corpo e alma girl power absoluto, a ideia surgiu da mente da atriz Jessica Chastain, uma das mais empoderadas da atualidade. Metendo a mão na massa por conta própria, Chastain surgiu com a ideia de uma agência de espiãs internacionais, cinco mulheres fortes, cada uma de nacionalidade diferente. Afinal, quem precisa de James Bond, certo? Assim, além da própria Chastain, temos Penélope Cruz (espanhola), Marion Cotillard (francesa), Fan Bingbing (chinesa) e, é claro, a internacional e maravilhosa Lupita Nyong´o.

A ideia foi comprada no último festival de Cannes e estamos na torcida para que se torne um sucesso, abrindo cada vez mais portas para que obras do tipo sejam viabilizadas. Simon Kinberg – que comandou Chastain no inédito X-Men: Fênix Negra, pulou na oportunidade e se garantiu como diretor. Uma pena que Chastain não tenha exigido a direção de uma mulher, já imaginou o comando de uma Kathryn Bigelow, Patty Jenkins, Ava DuVernay ou Dee Rees? Nem tudo é perfeito, mas com o tempo, chegamos lá. Sem data revelada de lançamento, é esperado que 355 estreie ano que vem.


Inscreva-se em nosso canal e receba conteúdo exclusivo » http://goo.gl/mPcJ5c