Dezembro é o mês do ano em que as pessoas buscam renovar suas esperanças e desejar que o ano seguinte seja melhor do que o que passou. De olho nisso, as produtoras nacionais têm investido em produções natalinas – histórias que tenham a ver com a realidade brasileira e que se passem localmente, como em ‘10 Horas Para o Natal’, aposta que chega aos cinemas no início de dezembro.

O momento mais feliz da família Silva é o Natal. É quando Julia (Giulia Benite), Bia (Lorena Queiroz, como grita essa menina!) e Miguel (Pedro Miranda) se reúnem com seus pais, Marcos Henrique (Luís Lobianco) e Sonia (Karina Ramil), para a grande ceia familiar com a vovó Nena (Jandira Martini), o tio Silvio (Marcelo Laham) e as tias Zilu (Eliana Guttman) e Aldinha (Amelinha Bittencourt). Mas tudo isso mudou desde que os pais decidiram se separar, então os Natais passaram a ser divididos nas duas casas. E esse ano a coisa vai ser ainda pior, porque os pais esqueceram de comprar os presentes e de decorar a casa, e o trauma que isso pode acarretar na pequena Bia pode ser irreversível, já que ela ainda acredita em Papai Noel. Faltando apenas ‘10 Horas Para o Natal, os três irmãos sairão sozinhos numa aventura pelas ruas de São Paulo e com apenas cinquenta reais no bolso, numa tentativa de resgatar o espírito natalino que costumava frequentas as festas da família Silva.



Filmado em 2019, ’10 Horas Para o Natal’ era uma boa aposta para um mercado natalino em expansão nas telonas, que infelizmente será prejudicado com as salas de cinema parcialmente fechadas e possivelmente não conseguirá atingir todo o potencial que teria caso estivéssemos nas condições normais de saúde pública. Nem por isso o longa perde o brilho da sua mensagem, e consegue atingir os corações dos espectadores com um impacto ainda maior – especialmente o do público infantil, que vem sendo o mais atingido psicologicamente nesse 2020.

O roteiro de Bia Crespo e Flávia Guimarães joga para o Natal – a festa familiar mais importante do ano – temas importantes para o universo da garotada e que estão cada vez mais recorrentes na realidade dos pimpolhos: a separação dos pais, a desunião familiar, a perda do lúdico e a importância de se dar valor às pequenas coisas e àquilo que realmente importa: o amor das pessoas que são caras na vida. São mensagens super necessárias para irem sendo trabalhadas desde cedo com os pequenos, e vê-las inseridas em um filme de entretenimento estrelado por um trio potente e famoso faz a diferença para o público alvo.

Cris D’Amato dirige uma aventura divertida totalmente possível de acontecer no universo das crianças, e, ainda que aqui e ali seja necessária uma dose extra de suspensão da descrença e que o roteiro dê uma facilitada nas resoluções, o elenco principal transmite boa energia. Até mesmo a merchandising é inserida de maneira bastante sutil na trama. ‘10 Horas Para o Natal’ é um bom filme para crianças, com uma mistura de realidade e lúdico na medida certa e uma linda mensagem para toda a família: neste Natal, demonstre seu amor com o que você tem, seja longe ou seja perto, porque o que importa é o amor.

Aproveite para assistir:





Comentários

Não deixe de assistir:

SE INSCREVA NO NOSSO CANAL DO YOUTUBE