Conspiração e paranoia. Dois artifícios excelentes para prender a atenção de um espectador e garantir o engajamento dele até o fim, afinal, o ser humano é curioso por natureza e quase sempre insiste por todas as vias até saber a resolução da história. Confiando nessa premissa, estreia nesse fim de semana na Netflix o thriller de açãoBeckett’, que provavelmente irá dar um nó na sua cabeça.

Beckett (John David Washington, de ‘Infiltrado na Klan’) está de férias com a namorada, April (Alicia Vikander, de ‘Tomb Raider: A Origem’) em Atenas, na Grécia. Eles ficam sabendo que um protesto vai acontecer na praça em frente ao hotel em que estão hospedados, por isso decidem pegar o carro e viajar para uma cidade do interior. Infelizmente no caminho os dois sofrem um acidente de carro e Beckett acaba vendo que um menino ruivo está morando na casa em que seu carro bate. Depois de ser resgatado, Beckett só deseja poder voltar para os Estados Unidos, porém, sem nenhuma razão aparente, pessoas aleatórias começam a caçá-lo pelas ruas, e agora ele precisa lutar para chegar à embaixada dos Estados Unidos em Atenas e tentar sobreviver.

Dirigido por Ferdinando Cito Filomarino, ‘Beckett’ tem dois momentos bem marcados, que dividem o longa em pegadas diferentes. O primeiro vai desde a felicidade do casal protagonista nas férias, seguida da perseguição a vai até a conquista de um grande objetivo de Beckett, que ocorre na metade do longa. A partir daí a gente até se pergunta para onde vai a história, afinal, ela já teria se concluído aqui, mas então eis que o roteiro dá uma guinada e começa a espiralar, fazendo com que todos os personagens emerjam de uma teoria da conspiração inacreditável, envolvendo absolutamente todas as pessoas que o pobre coitado do protagonista conhece naquele país que não é o dele. Incrível, não? A imprecisão da proposta pode fazer com que alguns espectadores se percam na segunda metade da produção.



Mas não se enganem, afinal, não é à toa que o longa se chama ‘Beckett’ – nome do escritor e teatrólogo, autor de ‘Esperando Godot’, peça que conta a história de dois homens que ficam eternamente esperando a chegada de Godot, que nunca vem. No ‘Beckett’ da Netflix de certa forma o espectador é levado a esse mesmo turbilhão de acontecimentos, sem entender por que as coisas estão acontecendo (tal como na peça). Assim, o roteiro assinado por Kevin A. Rice nos engata em um thriller de ação que requer atenção, pois constantemente a coisa toda revira de ponta cabeça e o protagonista precisa seguir adiante lutando por sua vida, bem estilo ‘Duro de Matar’ ou ‘O Turista’.

Aproveite para assistir:

Através do fundo político da crise econômica em que se encontra a Grécia, ‘Beckett’ se constrói como um filme de ação conduzido pelo suspense, com uma pitadinha de crítica social e reviravoltas constantes embaladas pela teoria da conspiração. É desses filmes que prende sua atenção desde o início com uma típica história do sujeito que estava no lugar errado, na hora errado, mas bem feitinha, embora não tão convincente.



Comentários

Não deixe de assistir: