Filme assistido durante o Festival de Sundance 2021

Uma subversiva anedota sobre lealdade e amizade entre dois amigos, On The Count of Three não é o tipo de comédia dramática que se espera. Flertando muito mais com o drama do que com o humor, a produção é um misto dos sentimentos de seus próprios protagonistas e tem seu roteiro construído exatamente a partir das oscilações emocionais e conflitantes de cada um deles, vividos brilhantemente aqui por Jerrod Carmichael e Christopher Abbott.

Com Carmichael ainda fazendo a sua estreia na direção, o aclamado comediante cruza as barreiras mais inusitadas e traz temáticas complexas e delicadas como o racismo, a depressão e a ideação suicida para o centro da trama. A partir de um roteiro que sabe equilibrar assuntos tão díspares com um humor ácido e às vezes amargo, o diretor cerca a audiência com uma profundidade que não vai deixá-la se esquecer do filme tão cedo assim.



Trazendo um roteiro assinado por Ari Katcher e Ryan Welch, a produção acompanha dois melhores amigos que decidem fazer um pacto de se suicidarem juntos, após viverem vidas repletas de frustrações e traumas. Mas antes que o fatídico fim encerre os seus respectivos sofrimentos, eles terão um único dia de acertos de contas, onde o passado e as circunstâncias mal resolvidas voltarão à tona pelo que promete ser a última vez.

Angustiante e avassalador, On the Count of Three é capaz de nos absorver para a tela, nos tomando por inteiro e sufocando a nossa respiração com precisão. Nos levando às extremidades emocionais dos protagonistas da forma mais sinestésica possível, a dramédia é capaz de ser simultaneamente intensa, levemente cômica e profundamente drástica para a audiência e a faz comprar as motivações de seus personagens com facilidade.

Promovendo uma viagem quase catártica, Carmichael e Abbott desaparecem em seus papéis e revelam uma apaixonante dinâmica relacional que só fortalece o teor da trama. Com atuações surpreendentes, eles rapidamente se tornam a essência deste longa, que às vezes parece fazer um meticuloso estudo psicológico sobre o suicídio e doenças emocionais. E aqui, Abbott ainda é capaz de roubar a cena nos momentos mais emblemáticos da produção, mostrando a versatilidade e riqueza de sua atuação – como um ator que tem tudo para conquistar as premiações no futuro.

Com uma direção madura e consistente, que explora as sombras – sempre destacando a expressividade de seus protagonistas -, On The Count of Three mantém seu pico de intensidade do começo ao fim. Entregando um desfecho que poderosamente contradiz o seu intencional e caótico início, a produção faz dos seus polêmicos temas um debate surpreendente e inesperado sobre a esperança de um novo começo, mesmo em meio ao caos de uma alma sofrida e exausta.

Aproveite para assistir:



Comentários

Não deixe de assistir:

🚨 INSCREVA-SE NO NOSSO CANAL DO YOUTUBE 🚨http://bit.ly/CinePOP_Inscreva