Remakes de clássicos do cinema não costumam ousar muito ou cair no gosto da crítica e do público – mas A Hora do Espanto foge um pouco desse convencionalismo.

A releitura do longa-metragem de 1985 foi lançado há exatos dez anos e ganhou vários elogios dos especialistas internacionais, que aplaudiram o humor da obra e as performances do elenco protagonista (especialmente de Colin Farrell, intérprete do vampiro Jerry), além de ter arrecadado US$41 milhões ao redor do mundo.

Dirigido por Craig Gillespie (que ficaria responsável pelos adorados ‘Eu, Tonya’Cruella), a narrativa é centrada em Ed (Christopher Mintz-Plasse), jovem que acredita fortemente que seu novo vizinho seja um vampiro. Quando Ed some, seu amigo Charley (Anton Yelchin) começa a se preocupar e a investigar o caso. Para descobrir o que está acontecendo, o adolescente pede ajuda a um mágico que se diz especialista no assunto.

Para celebrar o aniversário do filme, separamos uma breve lista com algumas curiosidades de bastidores. Confira:



  • Farrell disse que aceitou o papel de Jerry, pois já acompanhava o trabalho de Gillespie e havia gostado bastante de ‘A Garota Ideal’, lançado em 2007. Eventualmente, o ator ganhou aclame por sua performance, como já mencionado.
  • Farrell pediu ao roteirista Marti Noxon que incluísse um monólogo em latim, dizendo que deixaria o personagem mais ameaçador. Ele até mesmo se reuniu com uma professora de línguas para ensiná-lo a falar, além de ter estudado no set de filmagens. O monólogo não entrou para o corte final, mas sua tutora ficou tão fascinada com a experiência que acabou escrevendo um artigo.

Aproveite para assistir:

  • Durante a sequência da piscina, Farrell se empolgou um pouco e acidentalmente perfurou o dublê de Mintz-Plasse com as presas prostéticas.
  • A sequência da perseguição com carros foi realizada em uma tomada contínua e rotativa.
  • kit contra vampiros de Ed inclui: estacas de madeira, água benta, crucifixos, um terço, alho, a Bíblia católica, uma lança de madeira, armas de água, lanternas, espelhos e uma tocha.

  • O lendário cineasta Steven Spielberg fez duas grandes contribuições ao filme: o primeiro foi a inserção de uma cena em que o crucifixo cai na piscina, em frente à câmera; o outro foi o quarto estágio de maquiagem de Jerry, visto que, quando exibido pela primeira vez, não aparecia muito assustador.
  • Para promover o filme, Farrell, Yelchin e Mintz-Plasse foram anfitriões de um evento televisivo na MTV, chamado “Fright Night Friday”, durante a exibição de ‘Halloween: O Início’ em agosto de 2011.



  • Em uma entrevista, Farrell disse que o filme foi “o maior sucesso da [sua] carreira”, porque permitiu que a mãe conhecesse o segundo marido, amigo de um produtor que foi apresentado a ela no set de filmagens.
  • Em entrevista à EmpireTom Holland, diretor e roteirista do filme original, declarou que não gostou no remake.
  • Quando o projeto ainda estava em estágios iniciais, o vencedor do Oscar Heath Ledger havia sido considerado para interpretar Jerry. Entretanto, ele infelizmente faleceu em janeiro de 2008, dois anos e meio antes das filmagens começarem.
Comentários

Não deixe de assistir: