Leigh Whannell demonstrou mais uma vez seu potencial com o sucesso de ‘O Homem Invisível‘.

Roteirista dos últimos filmes da franquia ‘Jogos Mortais‘ e diretor de ‘Upgrade: Atualização‘ e ‘Sobrenatural: A Origem‘, Whannell assinou contrato de exclusividade com a Blumhouse que terá validade de dois anos.

O anúncio foi feito pela Blumhouse após ‘O Homem Invisível‘ arrecadar quase US$ 30 milhões em sua estreia, com orçamento de US$ 7 milhões.

Whannell vai desenvolver novos filmes e séries para a produtora, e pode encabeçar o Dark Universe da Universal Pictures.

Em entrevista ao Bloody Disgusting, Whannell compartilhou sua visão sobre uma possível adaptação de ‘Drácula‘.

“Eu acho que a melhor coisa que você pode fazer pelo Drácula é simplificar e deixar de lado toda a iconografia, pois muitas coisas foram adicionadas posteriormente. Muitas coisas não fazem parte do livro do Bram Stoker, como a capa. Você precisa fingir que esse personagem nunca foi visto antes.”

Ele continua, “Eu tentaria pensar na essência que torna o Drácula assustador, que, para mim, é a sua falta de misericórdia. Ele não é romântico. Ele é um psicopata que bebe sangue. Não há capas, raios, névoa ou lobos.”

Vale lembrar que ‘O Homem Invisível‘ já está em exibição nos cinemas nacionais.

Aproveite para assistir:

Assista nossa crítica:

O que você não pode ver pode te machucar. A vencedora do Emmy Elisabeth Moss (Nós‘The Handmaid’s Tale’) estrela em um conto moderno de obsessão inspirado pelos personagens clássicos do panteão da Universal Pictures.

Presa em uma violenta e controladora relação com um cientista brilhante, Cecilia Kass (Moss) escapa na calada da noite e desaparece, escondendo-se junto com sua irmã (Harriet Dyer) e seu amigo de infância (Aldis Hodge) e filha adolescente (Storm Reid). Mas quando seu ex abusivo (Oliver Jackson-Cohen) comete suicídio e lhe deixa uma generosa parte da fortuna, Cecilia começa a suspeitar que a morte foi forjada. À medida que uma série de coincidências arrepiantes se tornam muito letais, ameaçando a vida daqueles que ela ama, a sanidade de Cecilia começa a enganá-la – e ela desesperadamente tenta provar que está sendo caçada por alguém que ninguém pode ver.

O Homem Invisível‘ já tinha virado filme em 1933, com roteiro assinado por H.G. Wells, – também o autor do livro no qual a trama é baseada –, e acompanhou a história do Dr. Jack Griffin, cientista devotado que encontra uma maneira de ficar invisível, mas no processo se torna um assassino insano.

Comentários

Não deixe de assistir:

SE INSCREVA NO NOSSO CANAL DO YOUTUBE