Apesar de David Lynch ter sido indicado ao Oscar quatro vezes por seu trabalho em ‘O Homem Elefante’, ‘Veludo Azul’ e Cidade dos Sonhos’, o diretor nunca segurou a estatueta nas mãos. Felizmente, a Academia de Artes e Ciências Cinematográficas vai homenagear sua obra com um Oscar honorário em 27 de outubro.

Ao lado de Lynch, também serão homenageados Wes Studi, Lina Wertmüller e Geena Davis. O Governor’s Awards, como este Oscar honorário é oficialmente chamado, é dado a:

“Indivíduos que se dedicaram a uma vida inteira de realizações artísticas e trouxeram contribuições excepcionais para nossa indústria”, como disse o atual presidente da Academia, John Bailey.

“Esses quatro astros transformaram a indústria. Este ano, vamos homenageá-los.”

Além de sua contribuição para o cinema, Lynch revolucionou a história das séries de TV com a estreia de ‘Twin Peaks, que foi concluída em 2017, após um hiato de mais de 25 anos.

Lina Wertmüller foi a primeira produtora a ser indicada ao Oscar de melhor direção graças com o longa ‘Pasqualino Sete Belezas’ (1975), com o qual também foi candidata a melhor roteiro original. Sua carreira inclui ainda títulos como ‘I basilischi‘ (1963), ‘Mimi, o metalúrgico’ (1972) e ‘Por um Destino Insólito’.

Wes Studi é dono de uma longa carreira com papéis de destaque em filmes como ‘Dança com Lobos’ (1990) e ‘O Último dos Moicanos’ (1992).

Fechando a lista, a atriz Geena Davis, vencedora do Oscar de melhor atriz coadjuvante por ‘O Turista Acidental’ (1988) e indicada na categoria de melhor atriz por ‘Thelma & Louise’ (1991), a americana também se destacou por seu trabalho a favor da igualdade entre homens e mulheres por meio do Geena Davis Institute on Gender in Media e sua parceria com a Organização das Nações Unidas.

Aproveite para assistir:

Comentários

Não deixe de assistir:

SE INSCREVA NO NOSSO CANAL DO YOUTUBE