Agora que ‘John Wick: Um Novo Dia Para Matar’ está nos cinemas, o diretor Chad Stahelski já pode começar a concentrar toda a sua atenção em dirigir o reboot de ‘Highlander’ para a Lionsgate – o estúdio que tem tentado produzir o filme desde 2008.

E parece que eles encontraram a pessoa certa para enfrentar esse desafio.

Desde que Stahelski viu o clássico cult de 1986, estrelado por Christopher Lambert e Sean Connery, pela primeira vez no ensino médio, o ex-dublê de cenas de ação abraçou a sua colorida mitologia com temas de imortalidade, amor e identidade.

Em seu reboot, que espera ser o primeiro de uma trilogia, Stahelski quer trazer algo fresco outra vez, sem pisar no original.



“Estou muito interessado em fazer a essência de ‘Highlander’. É assustadoramente semelhante a John Wick. Há uma grande mitologia, tem um desafio de design de ação. O que um cara realmente seria depois de 500 anos de prática de espada? Eu ainda sou um ator de coração. Reinventar os tiroteios, como você faz isso? Você quer reinventar a luta de espadas, como você faz isso? E é aí que estamos agora. Eu amo o original e acho que estou em um bom lugar”.

Enquanto ele não quer pisar no original, Stahelski não tem interesse em cometer os mesmos erros que as quatro sequências mal recebidas:‘Highlander II – A Ressurreição’, ‘Highlander III: The Final Dimension’, ‘Highlander: A Batalha Final’ e ‘Highlander: The Source’ cometeram, como ter os Imortais sendo alienígenas do planeta Zeist.

“Quando eu cheguei, o filme já havia sido desenvolvida por alguns anos e, como as coisas acontecem em Hollywood, sim, havia alienígenas, meteoros, naves espaciais, mutações de DNA, terroristas. Quer dizer, eles tentaram arrastar todos os enredos para o mundo imortal. Na minha opinião, eu não quero ver nada disso. Não estou interessado. Eu vi outros filmes como esse e não vi o mundo Imortal”.

Uma mudança importante e bem-vinda do original será a inclusão de mais Imortais.

“Você conheceu quatro Imortais no primeiro filme? Acho que posso apresentá-lo a um mundo inteiro de Imortais. Imagine os grandes personagens que você poderia ter. Eu quero dizer, ele fala por si. Então, esse é o plano: ficar tão verdadeiro quanto possível para a mitologia original, e apenas expandir o mundo, e se divertir nele – sem trazer viagens interestelares!”

Comentários

Não deixe de assistir:

🚨 INSCREVA-SE NO NOSSO CANAL DO YOUTUBE 🚨http://bit.ly/CinePOP_Inscreva